Textos na Categoria 'Disseminação'

Meu Objetivo Principal

269Confúcio: “Não me incomodo com o fato de não ser compreendido. Fico incomodado quando não conheço outras pessoas”.

Se as pessoas não me entendem, fico chateado porque esta é a minha segunda tarefa, o segundo objetivo da minha vida, que as pessoas entendam o que eu quero transmitir a elas. O primeiro objetivo é, claro, o Criador, mas o segundo são as pessoas.

Observação: é realmente importante para você que as pessoas o entendam.

Meu Comentário: Certamente. Caso contrário, quanto vale a minha vida? É tudo uma questão de transmitir algo às pessoas.

Pergunta: Só é possível transmitir algo a elas se você as compreender?

Resposta: Não. Tudo depende apenas da ajuda do Criador, da boa vontade do Criador, para que Ele abra seus corações e eu lhes direi o que colocar lá. O Criador não pode fazer isso sozinho. Ele precisa de intermediários.

Pergunta: Então, quase toda a sua vida visa ser compreendido e ouvido?

Resposta: Eu não. O que eu quero transmitir. Eu como se construísse um canal, uma espécie de cano, e o que quero transmitir passa por ele. Nem me importa se isso está passando por mim e o quanto eu entendo o que está acontecendo. O principal é que eu trago a elas.

Pergunta: Não importa que digam: “Recebemos por meio dele”?

Resposta: Absolutamente não.

Observação: Você nunca fez disso um segredo e sempre disse que até defendeu sua tese de doutorado para que talvez alguém dissesse: “Ah, ele tem doutorado, vou ouvi-lo”.

Resposta: Claro! Caso contrário, para quê?

Observação: As pessoas defendem suas teses de doutorado não apenas por isso. Elas fazem isso por salários, por respeito, pelo grau acadêmico e por seus currículos.

Meu Comentário: Eu não tenho nada disso e não preciso disso.

Pergunta: Tudo está direcionado para o fato de que se isso ajuda a ser ouvido, eu o farei?

Resposta: Claro. Só por isso.

Pergunta: Falando a grosso modo, agora que você é conhecido, as pessoas começaram a falar em cada esquina: “Laitman! Laitman!” Você diria: “Isso é só para ser ouvido”?

Resposta: Acho que sim. Além disso, eu sei que será apenas na medida em que o Criador precisar. Nessa medida, Ele vai me elevar ou me abaixar. Eu acredito que o que uma pessoa precisa, ela deve experimentar. Ela deve passar por isso, deve suportar tudo, perceber que é para o seu benefício. Não há escolha. Cada um desempenha sua própria função. Alguém como que destrói, alguém como que conserta, alguém como que preenche, alguém esvazia, e assim por diante.

Pergunta: Como você sabia que é sua função dizer ao mundo para que ele vive, disseminar a sabedoria da Cabalá? Como você sabia que esta é a sua vida?

Resposta: Eu senti isso, embora não estivesse realmente interessado em senti-lo. E mais tarde do meu professor Rabash, ele me dirigiu. Ainda mais do que isso, ele me orientou não para as mais altas realizações, mas para ficar perto das pessoas, não me isolar delas e disseminar.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 27/07/20

Sejam Bons Alunos Da Natureza

292Somente depois que todas as pessoas alcançarem a correção completa e subirem ao último degrau, este mundo, que percebemos dentro de nosso egoísmo, começará a desaparecer de nossas sensações. Enquanto houver pessoas e grupos, partes da alma comum de Adam HaRishon, que ainda estão no desejo egoísta, todos sentiremos que estamos dentro da estrutura deste mundo.

Continuaremos a nascer e morrer em corpos físicos e não seremos capazes de deixar este círculo até entrarmos no último estágio de correção do desejo de receber prazer em doação. Então este mundo começará a desaparecer de nossas sensações porque o desejo egoísta irá desaparecer e se transformar em intenção em prol da doação. Este mundo começará a derreter.

Eu posso ser corrigido cem por cento, como Rabi Shimon, mas uma vez que o resto do mundo, o Kli integral comum de Adam HaRishon ainda não foi corrigido, eu estarei inevitavelmente com eles no sentimento comum deste mundo material.

Todos os grandes Cabalistas do passado, os grandes justos, fizeram tudo apenas em prol da doação, mas eles estavam conectados com o Kli quebrado, e é por isso que eles sentiram este mundo. Por exemplo, o Baal HaSulam alcançou a correção pessoal completa, mas isso não o protegeu de doenças graves e morte, que eram o resultado de sua conexão com outras pessoas.

Isso continuará até que consigamos a correção geral de todo o nosso Kli. Este processo começa agora, quando todo o Kli comum é revelado e toda a humanidade será corrigida. Isso muda completamente a atitude em relação a nós e nossa abordagem da realidade. Estamos ingressando em um novo programa e não poderemos existir da maneira anterior.

Veja com que rapidez o coronavírus mudou toda a humanidade para um novo estado a partir do estado anterior, quando todos cuidavam de si mesmos, separadamente do resto. O vírus atinge a todos para que nos sintamos conectados. Mesmo que essa conexão seja ruim, tentaremos torná-la boa mais tarde. Acima de tudo, sentimos que todos temos um problema comum.

Esse problema nos atinge tanto que nos faz sentir que todos estamos sofrendo. Deixaremos de nos distinguir diante do infortúnio comum porque todos sofrem, todos adoecem, todos morrem, todos estão desamparados e não sabem como sair desses problemas.

O vírus nos une em pé de igualdade, não colocando alguém acima e alguém abaixo. Seu objetivo é nos igualar no mesmo grau. Portanto, só a nossa unidade é o remédio correto e único.

O Criador nos trata com bondade absoluta, mas sentimos o mal porque não alinhamos nosso estado de acordo com Ele. É como se eu fosse um aluno que tem que estudar muito, mas não procuro estudar. Portanto, recebo golpes e punições.

Estamos sob um único governo e devemos começar a nos aproximar Dele e cumprir Seus requisitos. Se estivermos à frente Dele em todos os estágios e cumprirmos os requisitos, nos sentiremos bem avançando cada vez mais alto.

Mas se não quisermos cumprir os requisitos e o principal para nós é fazer barulho nas manifestações e voar para nos divertirmos no estrangeiro sem mudar nada, vamos nos sentir cada vez pior. A natureza, como nosso pai e nossa mãe, tenta nos ensinar, mas nós, como uma criança teimosa que só quer se divertir, não ouvimos nada.

E isso é um problema porque precisamos ouvir e responder às demandas da natureza. Do contrário, a natureza nos transferirá para a próxima aula e os golpes se tornarão ainda mais graves, e sofreremos cada vez mais. Os principais golpes que nos aguardam são os desastres climáticos que simplesmente nos destruirão. Teremos que sofrer todas as doenças e fome.

A natureza atua de acordo com o programa, e somos obrigados a estabelecer uma conexão entre o Criador e as criaturas para que se entendam corretamente e se conectem através de nós. Estamos cientes desse problema e estamos tentando corrigi-lo? Essa é a coisa mais importante.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 25/09/20, Shamati # 42 “O Que é a Sigla Elul no Trabalho?”

No Final Da Correção Espiritual

941Pergunta: Por que existem tantas pessoas no mundo se elas não anseiam pela espiritualidade de acordo com a lei superior?

Resposta: Porque cada pessoa deve realizar pelo menos sua pequena porção de trabalho fora da quantidade geral de trabalho.

Já entramos na fase final de desenvolvimento. Na verdade, estamos no final da correção que já dura quase 6.000 anos, começando com Adão.

Adão foi o primeiro Cabalista que começou a correção. Hoje estamos nos aproximando do seu fim e talvez possamos até completar a correção. Tudo depende apenas de nós. O mundo está pronto.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 07/10/18

O Segredo Do Sucesso De Abraão

234A propriedade da misericórdia, Hesed, era o segredo da disseminação bem-sucedida de Abraão do conhecimento sobre o Criador porque é o amor que abre uma pessoa para o mundo inteiro.

Portanto, Abraão conseguiu explicar aos babilônios o que precisa ser feito nesta vida para ascender ao nível do Criador. Aqueles que o ouviram o seguiram, mas Abraão queria salvar a todos. Da mesma forma, hoje devemos continuar a obra de Abraão.

Somos obrigados a nos abrir a todos da mesma forma que Abraão fez e contar a todos sobre o propósito da vida, o propósito da criação, sobre a correção que o homem deve fazer. Este foi o início da correção de cada pessoa, do mundo inteiro, que Abraão realizou. E precisamos continuar da mesma maneira.

Será uma misericórdia porque explicaremos a todos que existe uma oportunidade de viver para sempre, de alcançar a perfeição, a saúde e o conhecimento, tudo o que se poderia desejar, para ser preenchido com todas as bênçãos. E tudo começa com a qualidade de Hesed, misericórdia. Esta é a primeira correção do desejo de desfrutar.

Todos devem descobrir por que existimos, a que forma devemos chegar e como implementar tudo isso para que todos os golpes que agora sentimos passem por nós.

Da Lição Diária de Cabalá 03/10/20, “Sucot

Uma Tendência Especial Do Nosso Tempo

214Fizemos mais um dia de progresso, mas a questão é: realmente avançamos? O mundo avança de acordo com o programa da criação e revela cada vez mais rupturas em si mesmo.

O que fazemos na mesma medida para correção? Até onde avançamos e queremos conectar o mundo ou pelo menos tentar explicar a tendência de seu desenvolvimento, para onde vai e para quê? Nós correspondemos a esse ritmo de desenvolvimento? Não vejo nenhum outro grupo no mundo que possa fazer isso.

A humanidade deve aprender sobre o programa da criação, seu propósito, a força superior que nos governa e a que forma ela nos conduz. Mas até agora, vemos que outro dia se passou e a humanidade está apenas afundando mais e mais, e assim continua. Ainda não sentimos que podemos acompanhar esta corrente e ser o Shofar (chifre) notificando a todos sobre o que está acontecendo.

No nosso tempo, o mais importante é uma explicação para que todos saibam o que aconteceu conosco, quem está fazendo isso, com que finalidade, para onde vamos e como devemos agir. A força superior atua sobre nós, nos ajuda a mudar e nos mover com ela e a usar todas as forças de nosso desenvolvimento.

Eu edspero que cada um de nós se sinta responsável pelo mundo. É por isso que Israel é chamado de povo escolhido, para dar o exemplo e explicar a toda a humanidade o que precisa ser feito. O mundo atingiu o último estágio de correção, que é a revelação do mal, e precisamos ajudá-lo a revelar esse mal o mais rápido possível. A rapidez com que avançamos para o próximo estágio e começamos a chegar ao bem depende disso.

A revelação do mal ocorre em nosso egoísmo, que nos divide e nos faz sentir mais distantes a cada dia. Todos sofremos, mas não queremos qualquer reaproximação, seja entre países, pessoas, vizinhos e mesmo dentro da família. Não existe tal pessoa que esteja conectada a outras e se sinta parte de toda a humanidade como um único sistema.

Essa é a revelação do mal pela qual devemos primeiro passar para entender a essência de nossa natureza. Sem isso, não podemos mudar para melhor e nos conectar para nos tornarmos um único sistema, uma pessoa, Adam.

Dependendo da rapidez com que entendermos e sentirmos isso, transmitindo esse sentimento e compreensão para a humanidade, a epidemia de coronavírus se tornará uma força positiva que une as pessoas. Em vez disso, ela está nos separando, levando cada um de nós para um canto diferente e nos trancando.

Se nossos pensamentos estiverem corretos, poderemos nos aproximar mais um do outro e o vírus não será capaz de nos ferir. É agora, quando o egoísmo é revelado na forma de um coronavírus, que ele nos ajuda a nos distanciar uns dos outros.

Mas se estivermos armados com restrição, tela e luz refletida, a fim de não pensar em nós mesmos, mas apenas em nossa conexão, se não nos preocuparmos com nosso próprio bem-estar, mas com a conexão entre todos nós, podemos nos elevar acima das forças de separação e começar a se conectar adequadamente como um homem com um coração.

Tudo isso depende de quanto vemos uma tendência negativa e entendemos que é para nosso benefício porque nos ajuda a mudar no bom sentido. A inclinação ao mal é chamada de mal por causa de nossa intenção egoísta. Mas se transformarmos essa intenção em doação, então todo o poder do mal se transformará em bem. Tudo depende de nós.

Precisamos entender isso rapidamente e implementá-lo entre nós para servir de exemplo para o mundo inteiro. Todos os caminhos estão abertos para nós. A cada dia mais e mais oportunidades se abrem, as quais apenas precisamos implementar entre nós e em todo o mundo. Nosso avanço pessoal e correção dependem disso. Afinal, todos podem atingir seu próprio objetivo pessoal somente se tiverem realizado o objetivo comum. Esta é a singularidade da última geração.

O mundo está mudando com grande velocidade e começa a perceber que atingiu o desespero, o que não acontecia há seis meses. Sentimos que estamos nos movendo rápido o suficiente e entendemos mais para incorporar a forma certa de humanidade entre nós e mostrá-la ao mundo? Nosso grupo é uma mini humanidade.

A conexão entre nós deve se tornar tão correta e forte que não tenhamos medo de nenhuma epidemia ou vírus. Nada pode nos prejudicar, nem pessoas, vírus ou desastres naturais se nos conectarmos uns aos outros corretamente com a intenção certa e construirmos boas relações. Um exemplo de tal conexão será a melhor e mais eficaz disseminação em relação a toda a humanidade.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 25/09/20, Shamati # 42, “O Que é a sigla Elul no Trabalho?”

A Última Geração Na Consulta Médica

962.1Hoje, o mundo sofre com o fato de as pessoas não terem dinheiro, respeito e saúde suficientes. A pessoa não pensa mais em metas elevadas, mas se preocupa com as coisas mais vitais e como sofrer menos.

Precisamos abraçar esses sofrimentos e dar-lhes a direção certa em relação ao Criador para corrigir essa falta de compreensão, como uma mãe cuida de um filho doente que não entende sua doença. Ela apenas sente que ele está doente e chora de dor. A mãe deveria levá-lo ao médico, dar-lhe remédio e prestar todos os cuidados necessários.

É assim que devemos tratar toda a humanidade. O Criador é o médico, ele é a fonte de toda a abundância que precisamos passar às pessoas. Precisamos aprender como fazer isso, como ouvir do médico como devemos tratar a criança e convencer a humanidade a tomar o remédio para se recuperar.

Todos nós estamos intimamente ligados a este mundo, estamos atentos a todas as novidades e entendemos o que está acontecendo com ele e, portanto, sentimos seus sofrimentos. A partir disso, devemos entender nosso trabalho como última geração. Hoje, todos recebem o mesmo tratamento do Criador e devemos nos ver entre essas duas forças: o Criador e os seres criados.

Nossa tarefa é implementar sua conexão correta e ajudá-los a entender uns aos outros de forma que o Criador entenda os seres criados, os seres criados entendam o Criador, e juntos eles se desenvolvam na direção certa.

Precisamos entender que a epidemia não é um golpe, mas um impulso em direção ao nosso desenvolvimento. Todas essas forças vêm para nos desenvolver e nos levar à conexão e, por meio dessa conexão, a um sentimento da força superior comum da natureza. Temos que entrar em contato com essa força superior da natureza e isso não tem nada a ver com qualquer religião.

Em breve veremos o quanto a humanidade precisa dessa conexão com a força superior e a própria força superior precisa, e também o quanto estamos prontos para nos conectar. Então, tudo na vida vai melhorar. Isso é chamado de conexão certa entre todas as partes da realidade.

Da Lição Diária de Cabalá, 24/09/20, “Sobre a Fé Acima da Razão”

A Locomotiva

749.02O grupo Cabalístico mundial é uma grande força espiritual, o Kli. Se não tivéssemos vivido nos tempos da última geração, então, de acordo com esta força, teríamos nos elevado a níveis muito elevados há muito tempo. Mas o fato é que precisamos puxar muitas pessoas conosco, assim como uma locomotiva que puxa um trem inteiro, dezenas de carros, atrás dele; devemos possuir poder suficiente para todos.

Assim, nos esforçamos para tentar alcançar entre nós uma conexão que corresponda a toda a humanidade, que deve nos acompanhar. Eu espero que sejamos capazes de alcançar rapidamente a força necessária que pode unir toda a humanidade e gradualmente levar todos ao estágio da correção final.

O grupo mundial Bnei Baruch deve puxar toda a humanidade com ele para o mundo espiritual. Ao mesmo tempo, cada dezena está preocupada em puxar as outras dezenas. Cada dezena tem seu caráter especial que a distingue das demais, e isso adiciona ao trabalho geral não apenas em força, mas também em qualidade.

O Criador organizou isso de modo que somente através da conexão entre nós possamos alcançar a força necessária não apenas quantitativamente, mas também qualitativamente; nós adquirimos uma qualidade especial que nos permite puxar todos atrás de nós.

Afinal, toda a humanidade é um Kli, uma alma, na qual um ponto recebeu o desejo pelo Criador e sente a força que o atrai. Todos os outros pontos, toda a humanidade, não se sentem atraídos pelo Criador, mas estão apegados a mim, e sou obrigado a puxá-los comigo.

Isso pode parecer um fardo pesado para nós agora, como um fardo pesado que temos de suportar. Mas à medida que avançarmos, compreenderemos que é isso que dá prazer ao Criador, e se sentirmos que Ele é grande, teremos prazer em carregar esse fardo sem sentir qualquer peso. Afinal, trazemos alegria ao Criador precisamente ao avançar, não uma dezena, mas toda a humanidade.

Esta é precisamente a fonte da alegria do Criador. Todo o desejo de desfrutar está concentrado lá e nós somos apenas Galgalta ve Eynaim. AHAP, que precisamos puxar, recebem a luz de Hochma e deleitam o Criador. Portanto, veremos aos poucos que é com a ajuda de toda a humanidade que podemos dar prazer ao Criador.

E se não nos prepararmos para puxar o mundo inteiro conosco, poderemos ser removidos desse papel. Existe um risco aqui. Quando alguém recebe alguma satisfação na vida corporal, ele pode se esquecer da espiritualidade. Se uma pessoa não faz um esforço acima e além para alcançar a correção, não se convence com a ajuda da sociedade de que deve vir a ser corrigida, então não há sentido em sua existência espiritual e ela é trazida de volta à existência material.

Temos a chance de alcançar o grau de humano, de nos tornarmos Adam, semelhante ao Criador. Ser semelhante ao Criador significa puxar toda a humanidade para a correção. Este é o nosso trabalho, e é por isso que somos chamados de servos do Criador. Este é um grande privilégio, uma missão especial e honrosa. E se uma pessoa negligencia isso, ela é removida e substituída por outra pessoa.

Lição após lição, reunião após reunião, workshop após workshop, perceberemos cada vez mais que existe um grande número de pessoas, a humanidade, que nosso grupo deve liderar. Assim, gradualmente ficará claro que somos a locomotiva que puxa todo o trem de muitos carros para a meta. Gradualmente, tudo começará a se formar em uma única imagem e se manifestar em sentimentos.

Atualmente, ainda não sentimos que estamos conectados com toda a humanidade ou que temos o poder de puxar todos como um trem que segue seus trilhos em direção ao Criador. Devemos pedir força ao Criador e recebê-la em nossa conexão. É assim que a locomotiva funciona e é capaz de puxar os carros com ela.

Aos poucos, esse estado se tornará mais claro, e eu espero que depois dos feriados nós comecemos um tipo diferente de trabalho entre nós e com toda a humanidade. Nós começaremos a sentir essa conexão dentro de nós e de acordo com ela, nossas responsabilidades e formas de trabalho.

Da Convenção Rosh HaShanah, 19/09/20, Lição 2

Cem Anos De Sabedoria Judaica

557Observação: Existem várias sabedorias judaicas que mudam o futuro de nossos filhos. A primeira: “’Experiência’ é a palavra que uma pessoa usa para chamar seus próprios erros”.

Meu Comentário: Sim. A experiência tem que vir, nascer, dos próprios erros. Se não houver erros, não haverá experiência. Não pode ser que uma pessoa chegue a conclusões corretas se não cometeu erros.

Pergunta: É possível que uma pessoa não cometa erros?

Resposta: Não. Uma pessoa não pode fazer a coisa certa se não cometeu um erro antes.

Pergunta: Ela lamenta ter cometido um erro?

Resposta: É esse arrependimento que produz uma ação correta.

Pergunta: Nós passamos essa experiência para nossos filhos?

Resposta: Você quer passá-la para seus filhos, mas eles devem cometer erros.

Pergunta: Eles terão sua própria experiência?

Resposta: Claro.

Pergunta: Isso significa que nossa experiência não os ajudará?

Resposta: Não há necessidade. Cada geração deve cometer erros e chegar à conclusão correta e, assim, seguir em frente.

Comentário: Ou seja, cada um tem sua própria experiência. É a experiência de erros.

Meu Comentário: Sem isso, você não recebe informações claras, dados, sensações, nada, se não vivenciou isso em todas essas situações.

Comentário: Citação: “Se você acidentalmente ficar com raiva, dê à raiva uma chance de passar a noite – apenas fique quieto até de manhã”.

Meu Comentário: Pela nossa vida, vemos que isso é bom. Isso é chamado de “aquele que cala a boca durante o conflito com o outro”.

Pergunta: Como uma pessoa pode fazer isso?

Resposta: Por meio de exercícios.

Pergunta: O que acontece de manhã? Não vou ficar tão zangado como estava antes com essa pessoa?

Resposta: Não, pelo contrário, talvez você seja grato a ela.

Comentário: Citação: “Existem dois métodos para se elevar acima do seu próximo: o primeiro é superar a si mesmo e o segundo é rebaixar o seu próximo. Não é aconselhável usar o segundo método. Em vez de cavar um buraco para outra pessoa, use essas forças para criar uma colina para você”.

Meu Comentário: Sempre vale a pena se elevar acima de si mesmo. Você está crescendo dessa maneira. Assim, não há necessidade de prestar atenção ao outro, mesmo do ponto de vista egoísta. Em vez disso, eleve-se a um estado novo e mais perfeito.

Pergunta: É possível subir acima de mim mesmo?

Resposta: Claro, a cada minuto.

Comentário: Normalmente, fazemos algo muito diferente, colocamos o outro de lado.

Meu Comentário: Você usa o outro para se elevar acima de si mesmo, aceitando o ponto de vista dele.

Pergunta: Isso se chama que eu me anulo?

Resposta: Eu anulo meu eu anterior para fazer de mim um eu superior.

Pergunta: Esta citação tem um final interessante. Ela diz que se você usar o segundo método, ou seja, eliminar o outro, estará construindo uma colina para si mesmo. Isso significa um túmulo?

Resposta: claro.

Pergunta: Em outras palavras, se você desprezar o outro, isso é de fato sua morte?

Resposta: Sim. Pelo contrário, eleve-se acima dos outros, use esta oportunidade. Use o outro, sua crítica, sua atitude para com você, deixe-se levar, curve-se e você se elevará acima de si mesmo.

Observação: Citação: “Não seja doce demais ou eles vão te comer. Não seja muito amargo ou eles vão te cuspir”.

Meu Comentário: Eu digo o que acho certo. Isso é o que tenho “em uma bandeja”, como dizem, é isso que eu dou a vocês. Você escolhe: isso é doce ou amargo para você ou você pode jogá-lo fora. Deixe as pessoas verem que isso é quem eu sou.

Pergunta: E quanto ao fato de que as pessoas querem ver você doce e você é amargo? Uma pessoa precisa seguir alguém. Elas estão procurando alguém para seguir.

Resposta: Bem, não é necessário me seguir. Em todo caso, eu sou assim, não vou mudar! Acredito que o que digo qualquer um pode entender.

Se ele concorda ou não é com ele, mas pelo menos ele vai entender. Eu falo a minha opinião, não altero a opinião dele para que ele me ouça ou me respeite e se certifique de que está certo. Eu não faço isso.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman” 22/06/20

A Função Do Povo De Israel

254.02Observação: Baal HaSulam, respondendo à pergunta sobre o que o mundo inteiro espera do retorno do povo de Israel à sua terra, escreveu: “Não está em outros ensinamentos, pois nisso nunca inovamos. Neles, sempre fomos seus discípulos. Em vez disso, é a sabedoria da religião, justiça e paz. Nisso, a maioria das nações são nossos discípulos, e essa sabedoria é atribuída somente a nós” [Os Escritos da Última Geração & A Nação ]

Minha Resposta: Na verdade, até recentemente éramos discípulos de outras nações e não tínhamos sucesso em outras ciências. Nossa única ocupação era a exaltação espiritual. Apenas nos últimos 100 – 150 anos, quando nos afastamos da parte interna da Torá, nos perdemos nas outras ciências, nos negócios e assim por diante.

Assim, em nosso tempo, tudo virou de cabeça para baixo. Nós aprendemos com os povos do mundo todos os tipos de filosofias e religiões, e conosco eles aprendem ciências.

É por isso que precisamos restaurar a correspondência correta entre nós e os outros povos, tornando-se, como se diz, a luz para os povos do mundo. Devemos revelar a eles o que a ciência da Cabalá realmente traz, como é possível alcançar uma compreensão do mundo em que existimos e como chegar à sua correção.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 12/09/19

Transição Rápida Para Mudar

214Pergunta: Para apresentar o método de conexão, é necessário implementar várias dicas práticas. Primeiro, use a mídia. Este é o estágio instrutivo e educacional.

Vemos como a mídia de massa hoje influencia e molda a opinião pública. Portanto, é possível mudar a percepção do público ao anunciar constantemente que tudo depende da unidade das pessoas. Então, esse valor será mais importante do que quaisquer qualidades pessoais de um indivíduo.

Em segundo lugar, abra – e isso já existe hoje – centros de pesquisa para estudar a unificação da humanidade.

Terceiro, a educação das crianças nas escolas. Na verdade, apenas o conhecimento é dado a elas hoje, mas não a formação.

É preciso também desenvolver programas de formação específicos para desempregados, presidiários, pessoas que vivem sozinhas e outros segmentos da população.

Quanto tempo você acha que demoraria para implementar tudo isso? E quanto tempo vai demorar para aprender novas habilidades de comunicação entre as pessoas?

Resposta: Se as pessoas virem isso como uma necessidade coletiva urgente para a humanidade, que está praticamente enfrentando a ameaça de destruição, isso será realizado muito rapidamente e aceito no mais curto espaço de tempo. Pode ser horas, dias ou semanas. Tudo depende de quão claro se torna para as pessoas que um terrível destino está pairando sobre elas.

Pergunta: O sofrimento será o catalisador desse processo?

Resposta: Sem dúvida! Só isso! O homem é egoísta. Se ele se sentir bem, não levantará um dedo. E é preciso energia para levantar um dedo.

Comentário: Mas ele quer melhorar.

Minha Resposta: Dependendo de onde for melhor: “Eu entendo o que é melhor? Tenho certeza disso? Não, vou olhar para os outros por enquanto”.

Infelizmente, isso não funcionará de maneira positiva. Vemos que uma pessoa está acostumada a ficar deitada no sofá. E só se alguém a aborda com uma vara, ela pula.

Pergunta: Ainda é possível chegar a mudanças positivas na psicologia humana em relação às relações com outras pessoas?

Resposta: Espero que sim. Pelo menos esse exemplo deve ser dado à humanidade. Eu trabalho nessa direção tanto quanto possível. É verdade que não estou envolvido na disseminação da Cabalá entre as grandes massas, mas ensino a Cabalá como um método de corrigir certos indivíduos especiais que têm uma predisposição interna para isso. Espero que assim seja possível formar verdadeiros mestres da geração. E essa geração já está tomando forma.

Pergunta: Eu sei que os Cabalistas não estão empenhados em prever o futuro. Ainda assim, você poderia especificar um prazo para quando o povo de Israel será capaz de se tornar um canal? Quanto tempo pode demorar?

Resposta: Acho que isso acontecerá nos próximos anos. Isso exigirá alguma pressão de cima, mas, em princípio, as pessoas podem entender isso muito rapidamente. Todas as condições para isso existem hoje.

Portanto, visite nosso site e experimente dominar nossos materiais. Esta ciência certamente será útil para você em qualquer lugar e a qualquer hora, e você não escapará dela. Corrigir o mundo é o objetivo de toda a humanidade. E antes de tudo, nosso objetivo.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 09/12/19