Textos na Categoria 'Dezenas'

Um Estado Dinâmico

laitman_934Pergunta: Como exatamente é sentida a conexão na dezena? Quão constante ela é?

Resposta: Se uma pessoa sente a dezena, sente que está conectada a todos como um único corpo, um único desejo, uma aspiração. No entanto, esse estado é dinâmico, muda constantemente porque é necessário se desenvolver. É por isso que ela constantemente se sente se afastando de seus amigos, vendo-os de maneira diferente. Ela é jogadafora, distraída do objetivo e, no entanto, se força a voltar à conexão com os outros.

Da KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 19/04/20

Tecnologia Integral: Conectar-se Na Dezena

laitman_942Pergunta: O que é preciso para entender a integralidade? Isso requer algum tipo de tecnologia integral?

Resposta: Sim. Essa tecnologia integral é encontrada na Cabalá. É chamada de conexão na dezena.

Conectar-se na dezena nos ensina como podemos criar um minigrupo semelhante a toda a humanidade, a todo o universo. E nessa conexão, separadamente entre dez homens ou dez mulheres, como no laboratório, podemos examinar todas as leis e funções da natureza geral, tanto animalescas – egoístas, quanto espirituais – altruístas.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 19/04/20

Violino Com Dez Cordas

laitman_942Quanto mais me incluo na dezena, descrevendo que o Criador está lá, mais afino minha alma como uma corda musical em relação a outras cordas. O grupo deve se formar como um violino, para que todos sejam como uma pessoa com um coração. Então o Criador será revelado em nós.

O Criador se veste no violino e o toca se o violino estiver corretamente afinado em relação a Ele e todas as suas cordas estiverem prontas. Nós mesmos não tocamos esse violino, o Criador toca toda a dezena junta.

As luzes fluem para os nossos Kelim e fluem para fora e dão origem a muitos harmônicos, ou seja, brilham em todos os níveis, porque as Sefirot são divididas em principais, particulares e subordinadas, menores. Sentimos tudo isso como uma conversa entre o Criador e nós; dessa forma, Ele é revelado em todas as nossas sensações que surgem como resultado da conexão correta entre amigos.

Todos na dezena devem afinar suas cordas para que o Criador se vista em nosso violino. E isso depende apenas das relações entre amigos, o quanto elas se tornam mais importantes para mim, e eu entendo que sem elas não vou conseguir nada.

Se os amigos desaparecerem de repente, perderei toda a conexão com a espiritualidade. Uma desconexão completa ocorrerá. Portanto, é necessário fortalecer constantemente a conexão na dezena e cuidar de todos os amigos como a coisa mais querida da vida.

Não há nada além disso. Para mim, os amigos são ainda mais importantes que o Criador, embora Ele seja a fonte e o propósito. Mas os amigos são mais importantes porque perdendo-os, vou perder tudo e já não vou conseguir encontrá-los. Não posso simplesmente passar de uma dezena para outra, só é possível na fase inicial.

Mas, de fato, essa é uma conexão que é impossível mudar. É uma enorme tragédia quando uma pessoa é expulsa da dezena ou deixa a dezena por causa de algum tipo de conflito, não tendo encontrado entendimento entre os amigos ou falhado em entendê-los.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 18/05/20Escritos do Rabash, “A Agenda da Assembleia – 2”

A Quem Se Refere O Mandamento “Ama Teu Amigo Como A Ti Mesmo”?

laitman_528.03Pergunta: A quem se refere o mandamento “ama teu amigo como a ti mesmo”? Refere-se a todos os que estão ao meu redor ou aos amigos da dezena?

Resposta: Em primeiro lugar, refere-se a você pessoalmente. Quando você trabalha na dezena, tenta amar os outros, o que significa que tenta amar seus amigos na dezena como a si mesmo, e as tentativas de tentar obter esse atributo levam todos a um estado chamado alma.

Em outras palavras, quando dez pessoas revelam o atributo espiritual de se conectar como se fossem um corpo comum, o que não é comum, é claro, porque existe o ego entre elas, mas elas tentam se conectar acima do ego, suas tentativas de unir cria um imenso poder potencial.

Portanto, por um lado, o ego é revelado entre eles e, por outro, uma poderosa unidade é revelada. Esses dois atributos coexistem um acima do outro, o que significa que se trata de criar um objeto chamado Partzuf, no qual existe um grande ego e acima dele existe a imensa força espiritual do Criador que o conecta.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 29/12/19

Equilibrar As Relações Com A Luz

laitman_939.02Equilibrar nossas relações com a Luz significa que precisamos nos relacionar constantemente com ela da mesma maneira que ela se relaciona conosco. Os atributos da luz são doação, amor e conexão mútua.

Portanto, temos que sentir como podemos constantemente criar equilíbrio com ela. Se quisermos avançar corretamente no mundo do Criador, essa deve ser a nossa missão.

Gradualmente, podemos nos aproximar de manter essa condição apenas se estivermos em um grupo. Então começaremos a criar e adquirir a atitude correta em relação à luz na conexão entre nós e a entender quais atributos devem existir entre nós e qual é a conexão mútua entre esses atributos.

Precisamos aprender como as relações mútuas em diferentes parâmetros, diferentes atributos, anseios e desejos se complementam e, finalmente, se assemelham à luz que brilha sobre nós o tempo todo.

A luz de cada dezena, cada grupo Cabalístico, brilha de maneira diferente, porque cada um é aparentemente uma pequena parte do grande corpo de Adam, a única alma geral.

Assim, quando estamos juntos em um pequeno grupo, podemos começar a nos assemelhar à luz como resultado das relações entre nós. A cooperação mútua determinará nossa atitude diante da luz.

Então começaremos a sentir a luz e a cooperar com ela em mutualidade, e nossas relações com ela serão a coisa mais importante para nós, enquanto todas as outras coisas em nosso mundo serão totalmente sem importância para nós.

Aparentemente, ainda nos desapegamos do mundo e o usamos apenas para existir, enquanto todo o resto, incluindo nossa energia, nosso estudo e nossos sentimentos, será dedicado apenas à conexão entre nós, a se assemelhar à luz superior cada vez mais. Então a luz superior nos preencherá, nos aquecerá e nos dará a sensação de eternidade e totalidade.

Começaremos a sentir como o Criador, a luz, é revelada em nós, e sentiremos que estamos no mundo superior enquanto vivemos em nosso mundo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 18/12/19

A Dezena É O Violino Do Criador

laitman_934O Criador é o absoluto, que não muda e se revela para nós como uma força do bem absoluto. Nossas percepções e desejos estão mudando, é por isso que dizemos que o Criador está mudando.

Mas, na realidade, as mudanças ocorrem apenas em nós. Portanto, para revelar o Criador, precisamos nos levar ao estado de equivalência com Ele, a fim de corresponder às Suas propriedades.

Mas como podemos nos tornar semelhantes ao Criador, se somos todos egoístas? Continuamos egoístas, mas devemos nos unir acima de nosso egoísmo com laços de doação mútua, unidade e amor, apesar de nossa rejeição natural. Somos como um instrumento musical desafinado que precisa ser afinado para tocar corretamente.

Está escrito sobre o violino do rei Davi que ele estava pendurado na parede e, em algum momento, ou seja, em um estado especial, começou a tocar sozinho. O grupo deve alcançar tal conexão entre os amigos, que estará em uma forma semelhante ao Criador. Embora todos permaneçam egoístas, eles superam seu egoísmo e se unem aos outros de tal maneira que a forma de nossa conexão corresponde à forma do Criador, perfeita.

Então o Criador se revela em nós. Ele não está em algum lugar fora do grupo, mas apenas dentro dele. Na medida em que dez amigos se sintonizam na conexão correta, na doação mútua, o Criador se revela e começa a tocar violino. Essa é a revelação do Criador aos seres criados.

Portanto, é necessário relacionar-se com o trabalho nas dezenas de forma prática e efetiva, esforçando-se para alcançar tal forma e espírito de conexão que seja semelhante ao Criador. Obviamente, estamos caminhando para isso gradualmente, através de 125 etapas, nos calibrando de maneira cada vez mais precisa.

Assim, nós alcançamos a revelação completa do Criador em nosso Kli comum, no HaVaYaH, quando “Ele é Um e Seu Nome, Um”. Isto é, o HaVaYaH, nossa dezena, está corretamente conectado por todas as dez Sefirot, por todas as suas menores sub- Sefirot internas, tanto que elas alcançam a unidade completa, correspondendo à natureza do Criador: doação absoluta.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 18/05/20, Escritos do Rabash, “A Agenda da Assembleia – 2” (1986)

Um Instrumento Para A Revelação Do Criador

laitman_934Pergunta: Se eu tento ver o Criador por trás de tudo, isso significa que estou em contato com Ele e que sou influenciado pela força superior?

Resposta: Significa que você está se esforçando em direção ao Criador, mas não que você O sinta. Seus pontos de vista podem estar errados. A única maneira de ver o Criador é através de um determinado instrumento, que você deve montar junto com os amigos. É a dezena, dez pessoas com quem você se conecta como um todo em seus desejos, intenções e pensamentos, a fim de alcançar o Criador.

Ao mesmo tempo, todas as dez pessoas devem anular totalmente seu egoísmo para serem um todo. Então, você começará a sentir o Criador no ponto central dessa conexão. É como se você criasse uma lente que reúna todos os dez raios, os concentre em seu centro e, em seguida, veja o Criador através do foco coletivo que você criou, e de nenhuma outra maneira.

Portanto, se você quer orar ao Criador, deve fazer isso na dezena. Se você quer sentir o Criador, deve estar voltado a Ele e ansiar por Ele na dezena. Tudo está dentro e através da dezena. O Criador não sente nada menos que a dezena. Dez pessoas que estão conectadas entre si pelo anseio pelo Criador são um instrumento através do qual você pode começar a revelar o Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 01/12/19

O Que Dá O Efeito Da Cola Espiritual?

Laitman_524.01Pergunta: A essência da sabedoria da Cabalá é a unidade de desejos, intenções, pensamentos e almas. Qual é a principal ferramenta que dá o efeito de cola espiritual entre eles? O que os liga?

Resposta: Eles estão conectados pelo nosso desejo, quando nós, na dezena, queremos tanto ficar juntos que sentimos um desejo, uma interação e pensamentos mútuos, ou seja, a manifestação de um sentimento completamente novo de reciprocidade que ninguém tinha antes.

Também ainda não é espiritual, mas já é a manifestação de um único campo que o Criador abençoa. Então nos conectaremos cada vez mais estreitamente até que, na mente, no coração e na intenção, comecemos a sentir como queremos ajudar um ao outro, a se manifestar um no outro e a nos conectar.

Então, estabelecendo essa rede de conexão, sentiremos que o Criador está lá, como se O pegássemos nessa rede como um enorme golfinho.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 01/03/20

Amar Um Ou Dez?

laitman_938.02Pergunta: É suficiente amar o próximo e satisfazer os desejos dele para alcançar a meta?

Resposta: É o suficiente se eu amo a dezena. Amar o próximo é uma espécie de conceito egoísta. Mas se eu me juntar à dezena, tentar me conectar com meus amigos e me anular diante deles, se eu me preparar completamente para tentar me aproximar deles o tempo todo, estou fazendo o meu trabalho.

Eu começo a sentir a conversa do Criador comigo, o que Ele faz em mim: aumenta o ódio, remove-o, constantemente passa por minhas propriedades, e assim sinto.

Pergunta: Estamos dispostos de tal maneira que nos sentimos confiantes somente quando tudo ao nosso redor é lógico e explicável, quando o presumido é confirmado pelo real, quando o desejado coincide com o possível. Como a pessoa trabalha na dezena se isso não acontece?

Resposta: Devemos definir uma meta clara para nós mesmos, observar como podemos nos conectar com ela e ter muitas discussões na dezena sobre o assunto e como nos unir na progressão em direção à meta. Todo mundo se transforma em uma pessoa, em uma imagem na meta em que você progride.

De  KabTV “Fundamentos de Cabalá”, 29/12/19

Veja Como Me Tornarei Homem!

Laitman_138Ontem, abrimos nossas almas e nos sentimos juntos em um coração. Nessa manhã, ninguém sente mais nenhuma conexão com os amigos na dezena superior, não sente necessidade da ciência da Cabalá, do Criador, da unidade e do caminho espiritual, e quer apenas dormir como um animal.

Agora preciso aceitar pela fé acima da razão que recebi esse estado do Criador; não há mais nada além dele. É apenas o Criador brincando comigo, enviando-me todos os tipos de estados, e agora Ele me fez sentir como um animal.

Além disso, o estado animal é o melhor de todos, porque é a partir dele que precisamos subir para o grau de homem. E se agora estou no estágio de animal, é sinal de que terminei de trabalhar no meu estado anterior e o corrigi. Agora estou caindo no estado de animal para me elevar novamente ao estágio de uma pessoa com novas qualidades.

Por isso, me alegro por me tornar um animal, porque agora estou começando a trabalhar de novo em um novo nível. E assim, de centavo em centavo se acumula uma grande soma. Portanto, eu começo o dia de bom humor, cheio de força, e declaro ao mundo inteiro: “Veja como eu, o animal, me tornarei um homem!”

De uma Lição de Cabalá, 09/5/20