Textos na Categoria 'Dezenas'

O Que Nos Move: Nosso Ego Ou O Amor Superior?

laitman_947Pergunta: Como posso determinar quando estou motivado pelo meu ego ou pelo amor superior? Suponha que eu esteja com raiva de uma determinada pessoa ou tenha um conflito com alguém, como posso determinar se é por causa da minha boa intenção de ajudar outra pessoa ou se estou motivado pelo meu ego?

Resposta: Se você deseja determinar se possui impulsos, pensamentos, desejos ou ações altruístas, precisa estar com um grupo de pessoas que pensam da mesma maneira, chamado dezena, onde tenta se sintonizar com a doação mútua.

Você começará a sentir como é incapaz e despreparado para isso. Na verdade, é então que o reconhecimento do mal começa e a compreensão de quão longe você ainda está das propriedades espirituais.

Tudo depende do trabalho do seu grupo quando você está junto com amigos que também anseiam pela propriedade de doação, pela conquista e pela revelação do Criador. Comece a desenvolver essa propriedade entre você e verá que não apenas não está se aproximando dela, mas também está se afastando dela. Este é o estado que você precisa atingir. Então você verá que não há nada espiritual em você por enquanto.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/01/20

Torne-se Completo Com O Criador

laitman_934Pergunta: Em nosso mundo, existem todos os tipos de manifestações de sentimentos entre as pessoas, emoções que as preenchem, como amizade e amor.

Na dezena, com a comunicação correta, a mesma força surgirá, o mesmo sentimento nos preencherá; isso é chamado de revelação do Criador? Ou é outra coisa?

Resposta: A revelação do Criador ocorre de forma muito sequencial quando as pessoas começam a se unir, de modo que cada uma se dissolve na dezena.

Assim, se uma pessoa se livra de seu egoísmo, quando se eleva acima dele, enquanto se interconecta com outras pessoas, lá, dentro de outras pessoas que não estão dentro de si, ela começa a sentir a propriedade de doação e amor, a propriedade de uma boa conexão entre todos, independente do egoísmo. É isso que ela revela.

Pergunta: Ao funcionar corretamente, cada membro da dezena fica cheio de algo que tem a ver com um poder superior?

Resposta: Sim. Ele muda, preenche e os conecta. Eles se unem nessa propriedade de doação e começam a examiná-la entre si. Então acontece que a dezena e essa força, que eles chamam de Criador, se tornam um todo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 20/03/19

Por Que Um Cabalista Precisa Se Isolar?

Laitman_721.02Pergunta: Em seu livro Sempre Comigo (Always with Me, em inglês), você descreve como o Rabash costumava se isolar por alguns dias. Também vemos que Buda e monges faziam o mesmo. Eles se afastavam das pessoas e se envolviam em seu trabalho. Qual é o significado dessa reclusão?

Resposta: O fato é que essas coisas também acontecem com a maioria das pessoas comuns. Por exemplo, os escritores geralmente se isolam em seus escritórios, sentam e criam. Portanto, é melhor deixá-los sozinhos e não interferir. Isso é natural.

Mas para um Cabalista, isso é duas vezes mais natural, porque a solidão para ele é um processo de uma autointrospecção muito séria. É necessário para entender mais do que ele mesmo, sua conexão com a criação e o Criador.

Existe uma técnica especial de como penetrar mais fundo no universo, revelá-lo, evocar sua influência sobre si mesmo e levar essa sensação a um estado de obtenção de uma compreensão clara do que está acontecendo e não apenas sensações.

Estamos falando exatamente da compreensão, que pode ser vestida de palavras e, possivelmente, até desenhos, gráficos e fórmulas.

Os Cabalistas se aprofundam em si mesmos e através de si mesmos em um enorme mundo inteiro. Tudo está à sua frente.

De KabTV, “Fundamentos de Cabala”, 02/02/20

Coloque Seus Amigos Em Seu Coração

laitman_934Pergunta: Como podemos entender o que é a dezena em meu coração?

Resposta: Você, juntamente com os outros, deve tentar colocar todos os seus amigos em seu coração, criar uma imagem unificada da dezena lá, onde todos eles se combinam em uma forma comum, uma imagem comum.

Depois, tente sentir essa imagem consistindo em dez como uma e compare-a com o Criador: o que ainda falta para que essa imagem seja semelhante ao Criador.

Comece a trabalhar nela e você verá quantas perguntas aparecerão para você.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 12/01/20

Por Que Um Círculo E Não Um Quadrado?

laitman_938.07Pergunta: Por que você fala especificamente sobre o centro do círculo e não sobre o centro de um quadrado? O que é um círculo?

Resposta: Um círculo é quando todos são iguais.

Se todos os amigos em uma dezena se unem e tentam ser completamente iguais entre si, isso é geometricamente representado como um círculo.

Você é aquele que se junta ao círculo. E todos os seus esforços completamente iguais e equivalentes se acumulam, e o Criador é revelado no centro do círculo.

De Kab TV “Fundamentos da Cabalá”,12/01/20

Por Que Precisamos Da Oração?

laitman_942Pergunta: Nós realizamos nosso trabalho principal em uma dezena, que é considerada a principal ferramenta para entender o Criador. Por que então precisamos de oração?

Resposta: Você não pode fazer nada sozinho em uma dezena. Você deve tentar se reunir com outras pessoas, verificar seu progresso e verificar que não consegue ter sucesso em nada. Então vocês se voltam ao Criador.

Vocês mostram a Ele: “Olha, estamos na dezena tentando nos reunir, mas nada funciona para nós”, então Ele os ajuda. Isto é, você precisa da dezena para uma oração, um pedido ao Criador, para que Ele o ajude, e vocês, unidos, chegam à conexão com Ele.

Você deve apresentar essa dezena a Ele dizendo: “Fizemos tudo, mas vemos que nada terá sucesso sem Você”. Então Ele preencherá seu pedido. É assim que funciona.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 12/01/19

Despertar A Dezena Com Meus Esforços

laitman_923Chegou a hora de começar a avançar em direção ao objetivo sagrado, isto é, à revelação do Criador às criações neste mundo. Tudo está em nossas mãos; nada impede isso de nós. Todos os eventos que ocorrem no mundo, que supostamente nos atrasam, realmente nos ajudam a avançar em direção ao objetivo da criação, para uma melhor compreensão do propósito da vida. Eles nos ajudam a perceber o quanto nosso mundo precisa de uma ascensão espiritual: não para ser corrigido no mesmo lugar, mas para subir para um nível espiritual.

Ficará cada vez mais claro para todas as pessoas no mundo que não há saída e que mudanças fundamentais em nossa existência devem começar aqui. Existindo na forma atual, encontraremos um beco sem saída várias vezes. Não temos chance de continuar vivendo assim.

Chegou a hora de usar toda a nossa força e abrir o caminho para uma vida espiritual perfeita, para abri-lo à humanidade o mais rápido possível. De fato, todas as pessoas esperam inconscientemente por isso, mas não têm ideia do que isso depende.

Nosso grupo Bnei Baruch é formado por pessoas que o Criador convidou para entrar no mundo espiritual e se aproximar Dele. Devemos entender nossa responsabilidade e aproveitar esta oportunidade. Temos duas semanas de trabalho espiritual muito intenso diante de nós, e tentaremos fazer todos os esforços, o máximo possível, e certamente alcançaremos o elevado objetivo da vida.

Há momentos que são determinados de cima e há momentos que desencadeamos de baixo. Nós reservamos esse momento especial para a nossa reunião, a Convenção Mundial de Cabalá, e a abordamos através de grandes e longos esforços. Ao mesmo tempo, vemos eventos extraordinariamente temerosos se desenrolando no mundo. No entanto, é incrível como nada atrapalha nossos amigos que viajam para Tel Aviv para a Convenção. Aguardamos todos com impaciência ainda maior do que o habitual, prontos para recebê-los de braços abertos.

Esperemos que, pelo tempo que resta antes da Convenção, nos preparemos melhor para a conexão, para que, nas profundezas desta unidade, comecemos a revelar novas qualidades nas quais o Criador pede Sua revelação. Dos nossos esforços para se unir o máximo possível, veremos como o Criador nos mostra as condições para a Sua revelação. Nós devemos sentir isso.

Precisamos apenas revelar a necessidade de alcançar a equivalência com o Criador, de querer senti-Lo precisamente em Sua própria qualidade de doação. Que Ele nos dê a qualidade de doação, e tenhamos o maior prazer de trabalhar com Ele. Aguardamos essa qualidade, embora nem saibamos exatamente o que é. Pedimos ao Criador que trabalhe conosco, estamos prontos para esta operação. Que Ele faça essa mudança em nós, implante a qualidade de doação em nós, desenvolva e ensine-nos. Queremos ser argila nas mãos do mestre, que Ele modele sua semelhança conosco.

O que é exigido de nós é apenas um desejo inicial e não mais. Não temos necessidade real de doação e somos incapazes de entender o que é; apenas aceitamos que o Criador faça de nós o que Ele quer. Isso é suficiente para o Criador começar a nos corrigir.

É difícil perceber como a conexão entre amigos, entre pessoas, pode estar conectada com a realização do Criador. Por que a revelação do Criador depende subitamente da unidade dos egoístas acima de seu egoísmo? Se eles se odeiam e se repelem, mas ainda assim se esforçam para se unir, esses esforços, centavo por centavo, acumulam-se em uma grande quantidade e constroem uma rede de conexão.

Dentro, toda essa rede está cheia de ódio, forças de rejeição, e esticadas sobre ela estão nossas tentativas tímidas de nos conectarmos. O sistema de ódio é tão sólido quanto o ferro. No topo, tentamos costurar esses blocos de ferro com fios finos, mas, enquanto tentamos, conseguimos tricotá-los cada vez mais. Começamos a descobrir que nesses fios muito finos que nos conectam, há uma qualidade especial: a força superior da luz, que é muito mais poderosa que as barras de ferro do egoísmo. Assim, começamos a sentir um ao outro.

É um processo muito longo, e que nos leva repetidamente ao desespero, mas o tempo faz seu trabalho e, finalmente, nos salva.

Devemos acreditar que o Criador organizará o grupo e os amigos para nós, para que tenhamos a oportunidade de revelá-Lo, de nos tornarmos semelhantes a Ele e, desse modo, dar-lhe satisfação. Tudo já foi arranjado de cima, e tudo o que precisamos é de prontidão, um pouco de esforço, e isso acontecerá. O Criador organiza todas as condições para nós acima e precisamos apenas dar nossa cota de esforço que está em nossa capacidade de doar. Tudo já está calculado acima. A parte superior está pronta para nos ajudar e, assim que concluirmos o que precisamos, encontraremos imediatamente o resultado correto. O Criador se abrirá e perguntará: “Bem, onde vocês estavam? Estou esperando há tanto tempo, mas vocês não estavam lá!

Vamos revelar tudo isso assim que fornecermos nosso desejo, o Kli, que está ao nosso alcance revelar.

Estamos prontos para a revelação; precisamos apenas combinar nosso desespero, esforços e aspirações, e será suficiente. O poder da oração depende de dois fatores: a consciência da impotência e da baixeza. Por um lado, sentimos que temos força insuficiente para revelar o Criador, mas o desespero pela insignificância de nossa condição é ainda mais necessário. E se combinarmos esses dois sentimentos, isso se tornará suficiente para o apelo certo. O Criador vê que percebemos nossa inutilidade e é revelado a nós.

Se o Criador não nos ajudar, estaremos perdidos. Você tem que sentir isso com todo o seu ser. Nós realmente queremos alcançar a fusão com o Criador devido à equivalência de nossas qualidades, para nos tornarmos doadores, e pedimos apenas isso. Caso contrário, isso não é vida.

Não há mais nada a fazer, chegamos ao limite: se o Criador não me der a qualidade de doação, eu desapareço. Se Ele não me conectar com o grupo, eu estou perdido. Eu oro para me deixar agarrar aos meus amigos para apoiá-los com todas as minhas forças, servi-los, dar e ajudá-los a alcançar seu objetivo. O que vai acontecer comigo não é importante, eu quero apenas o bem deles. Para fazer isso, venho à Convenção para ajudar meus amigos a alcançarem seu objetivo e me anular completamente.

Passamos por muitos estados diferentes. Às vezes, tal apatia ataca que a pessoa é incapaz de qualquer movimento de sentimentos, pensamentos e palavras; ela está completamente desconectada. E às vezes a pessoa queima de desejo, pronta para virar montanhas. O resto do tempo, ela está em algum lugar no meio entre os dois, em diferentes estados na mente e no coração.

A questão é como despertar a nós mesmos em todos os estados pelo bem da dezena. Não devemos esperar que o Criador nos desperte, e não devemos nos despertar individualmente, mas devemos acordar com a ajuda da dezena, despertando a dezena sozinhos. Esse é ponto principal. Tudo é apenas através da nossa conexão com os dez: despertá-los com nossos próprios esforços e depois ser inspirados por eles e agir.

Mesmo que não haja sentimento e pensamento para o Criador, mas realizamos ações materiais em relação ao grupo, tudo isso se soma à minha conta.

Portanto, não precisamos aguardar a misericórdia do Criador. O trabalhador do Criador é quem trabalha: onde o Criador não o desperta, não dá incentivos, ele procura acrescentar esforço, como um velho que procura algo perdido antes mesmo de perdê-lo.

Do Tish 14/02/20, “Preparação para a Convenção”

Qual É A Diferença Na Conexão Entre Homens E Entre Mulheres?

Laitman_632.3Pergunta: O que significa conexão? Qual a diferença de conexão entre homens e mulheres? De fato, nas últimas décadas, muitas mulheres começaram a se envolver na Cabalá, o que não era o caso nas gerações anteriores.

Resposta: De fato, as mulheres começaram a se esforçar pela Cabalá, e isso está correto, este é o chamado da época. Congratulamo-nos com isso. No entanto, existe uma diferença entre aspiração feminina e masculina.

Por um lado, sabemos que nos séculos passados ​​havia grandes Cabalistas em níveis muito sérios de entendimento espiritual do Criador. Dizem: “E todos virão a Mim, de pequenos a grandes, e Minha Casa será chamada de Casa para todos os povos do mundo”. Isto é, alcançar o Criador e conectar-se com Ele não é apenas um dever masculino, mas também feminino.

Mas, para as mulheres, existe uma plataforma um pouco diferente para isso, uma vez que o desejo egoísta feminino é mais focado na procriação, na família e, portanto, é mais fixo, estreito e restrito por dentro. Como resultado, é muito mais difícil para as mulheres se unirem em dezenas. Portanto, não insistimos nisso.

Além disso, francamente, ainda não sabemos como trabalhar com a conexão das mulheres, porque estamos apenas começando a entrar neste sistema. Com os homens, é mais ou menos claro. Ao longo dos vários anos em que realizamos uma “operação” para unir as dezenas masculinas, adquirimos alguma experiência e já temos conquistas bem sérias.

Mas com as mulheres, ainda não sabemos o que fazer. O principal problema é que uma mulher aprende com os homens porque só ensinamos os homens internamente e as mulheres percebem tudo através do canal virtual de nossas conexões. Então, o que elas fazem, como se unem, é uma pergunta.

Para os homens, a conexão direta entre amigos é necessária quando eles trabalham juntos na dezena, estudam e disseminam juntos, etc.

Para as mulheres, eu acredito que apenas a educação e a disseminação sejam mais aceitáveis. Até o momento, uma associação em grupo não desempenha nenhum papel para elas e, por outro lado, pode interferir com elas.

Pergunta: Os workshops são adequados para as mulheres como meio de conexão?

Resposta: Tudo menos a dezena. Vemos que existem forças negativas que uma mulher em nosso mundo ainda não pode superar. É bem possível que, com o tempo, ela tenha sucesso porque nosso mundo está se movendo em direção a uma maior desintegração, destruição e surgimento de propriedades negativas. E isso terá que ser restaurado de alguma forma.

Pergunta: É mais difícil para uma mulher se unir porque seu egoísmo é maior?

Resposta: Ela tem uma forma diferente de egoísmo. Destina-se a si mesma, família, filhos e assim por diante. Portanto, é muito difícil para ela sentir outra mulher tão perto de si mesma. Entre as mulheres, existem partições que elas não podem destruir. E para os homens, isso é praticamente inexistente.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 11/03/19

Estudar Cabalá

Laitman_524.01Pergunta: Uma dezena é um minimodelo da sociedade. Em vez de trabalhar com toda a humanidade, o que, em princípio, ainda é impossível, os Cabalistas tomaram, como um holograma, a mínima célula na qual é possível implementar o método?

Resposta: Isso está totalmente certo.

Comentário: Os Cabalistas dizem que duas pessoas também é o mínimo para uma sociedade.

Minha Resposta: Em princípio, por falta de qualquer outra coisa, pode haver duas. Afinal, uma pessoa começa a sentir a diferença entre ela mesma e a outra: quem sou “eu” e quem é “ela”? Mas, de fato, você só pode alcançar a qualidade altruísta de doação rápida e corretamente se estiver na dezena.

Pergunta: Há muitas coisas escritas sobre a dezena nas fontes Cabalísticas. Os Cabalistas sempre estudaram dessa maneira. Não havia aprendizado para duas pessoas?

Resposta: Isso foi no início da fundação e desenvolvimento da Cabalá. No entanto, naqueles dias havia almas especiais e condições especiais.

Pergunta: Hoje é possível que um professor Cabalista ensine apenas uma pessoa? Nós ensinamos em particular?

Resposta: Pode haver professores particulares. Quando meu amigo e eu chegamos ao Rabash, ele nos deu seu discípulo como professor, um homem em anos avançados, e nós dois estudamos com ele por seis meses.

Pergunta: Não havia pessoas que quisessem estudar Cabalá naquela época? Isso é possível hoje?

Resposta: Não. Eu não acho que isso seja útil. O grupo é o melhor de todos. Na Cabalá, tudo está tão ligado à conexão entre amigos que outras maneiras de estudar não são eficazes.

Pergunta: E o estágio inicial, pelo menos para entender do que se trata?

Resposta: É possível. Pode haver aulas particulares nessa fase. No entanto, esse não é um movimento em direção à meta, mas encher de conhecimento.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 20/03/19

Forças Governantes Ocultas

Laitman_524.01Pergunta: Duas forças operam na natureza: a força altruísta que desenvolve a criação e a força egoísta responsável pela diversidade da natureza e nossa individualidade, sentimentos e emoções. A combinação correta entre elas constitui o relacionamento mútuo correto em uma dezena?

Resposta: Sim. Sempre sentimos o contraste entre as duas forças.

Pergunta: Devemos nos tornar como a força altruísta em desenvolvimento?

Resposta: Mas é impossível alcançá-la, percebê-la e apreciá-la se não houver uma força egoísta oposta a ela. A Cabalá não fala em erradicar nada na natureza; fala apenas em alcançar o equilíbrio.

Pergunta: Então, essas duas forças estão escondidas de nós?

Resposta: Até a força egoísta espiritual está oculta de nós, sem mencionar a força altruísta, que está em absoluta ocultação. Existindo no nível animal do nosso mundo, nós percebemos um pouco a força egoísta, vemos o que ela representa. Mas ainda assim, essa não é a força egoísta espiritual.

Pergunta: Como podemos trabalhar em uma dezena se essas duas forças, a altruísta e a egoísta espiritual, estão ocultas? Em que consiste o nosso trabalho?

Resposta: Essas forças estão ocultas, mas nós temos a oportunidade de nos aproximar dos amigos, estudar a Cabalá com eles, tentar mudar nosso estado em relação um ao outro e apoiar-nos mutuamente. Por fim, começaremos a examinar as forças que nos aproximam ou nos repelem.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 20/03/19