Textos na Categoria 'Ciência'

Realização Espiritual E Insight Dos Cientistas

laitman_222_0Pergunta: O que distingue a realização espiritual de todas as outras revelações, insights, percepções e descobertas de cientistas e filósofos?

Resposta: A realização espiritual acontece por meio das características de doação e amor, por meio da saída de si mesmo, transcendendo a si mesmo. Isso não acontece em uma pessoa em nosso mundo, não importa o quão inspirada ela possa ser.

A espiritualidade é a característica de doação sem qualquer conexão com você mesmo, independentemente de quaisquer consequências para si mesmo. Esta é uma característica que vem de cima, e uma pessoa deve adquiri-la. Ela não é encontrada em nenhuma pessoa, exceto naquelas que estão envolvidas com o método Cabalístico claro que vem de Adão.

Pergunta: Na história do mundo, tem havido muitas pessoas assim?

Resposta: De Adão até hoje houve milhões. Afinal, enquanto estava na Babilônia, dezenas de milhares de pessoas seguiram Abraão. Depois disso, graças ao trabalho espiritual prático, elas se tornaram o que era conhecido como o povo de Israel e depois se espalharam por todo o mundo.

O que isso significa é que no momento da existência dos Batei HaMikdash (Templos), centenas de milhares estavam em realização espiritual. Naquela época, esse era um grande povo que sentia o mundo superior por muitas gerações.

Após a destruição dos Templos, o declínio das gerações começou. No primeiro milênio da era atual, alguns milhares de pessoas permaneceram em realização espiritual, no segundo milênio da era atual, muito menos permaneceu, e em nossos dias há alguns indivíduos, e não se sabe onde eles estão e quem são.

Mas nós estamos renovando o caminho para cima; já é um movimento global. Em princípio, sempre foi global porque, segundo a origem genética, os judeus não são um povo, mas um grupo de babilônios que se uniram graças a uma ideologia espiritual.

Portanto, não havia nada nela que fosse contrário a qualquer povo. Deve-se notar que, ao longo de nossa história, da Babilônia, um grande número de pessoas se juntou ao povo de Israel para entrar na percepção do mundo superior.

Entre eles havia uma multidão de antigos Cabalistas e mestres do Talmude que vieram da Grécia, Roma e outras nações que cercam o Israel antigo: Onkelos, Rabi Akiva e outros luminares proeminentes, e outros também.

Da Lição de Cabalá em Russo 20/11/16

Por Que As Leis Da Humanidade Estão Escondidas De Nós?

laitman_281_01Pergunta: Existem leis claras para a cooperação mútua entre as pessoas, como há para as leis da física?

Resposta: Essas leis existem, mas elas estão escondidas de nós. Em cada sistema físico, existe um interruptor entre seus elementos para manter o equilíbrio, seu estado de funcionamento, e assim por diante. Existem também fórmulas precisas para preservar o sistema da sociedade humana. Existe um sistema geral de controle.

Os primeiros artigos do Rabash podem ser usados ​​como um exemplo; neles se diz:

  • Você deve ser superior aos outros,
  • Você deve ser inferior aos outros,
  • Você deve ser igual aos outros,
  • Você deve estar preocupado com a existência de um componente intermediário.

Esta é toda a lei.

Não há nada além das leis de mudança das pessoas em um grupo, um grupo de dez! Essa é a lei principal da natureza da qual é possível derivar o resto das leis.

Pergunta: Por que as pessoas primeiro começaram a descobrir as leis físicas, mas não estavam preocupadas em descobrir primeiro as leis da conexão humana?

Resposta: Porque o ego repele as pessoas das leis das conexões humanas. E é o oposto com as leis da natureza; ela atrai as pessoas. Ajudada pelo conhecimento das leis da natureza, uma pessoa pode influenciar, gerenciar e controlar! Mas as leis da natureza humana dizem que uma pessoa deve ser igual a todos, deve estar preocupada com todos.

Uma pessoa está interessada em tudo, exceto na construção da conexão mútua correta. ”Mas o sistema humano, societário, é o sistema mais elevado que existe na natureza. Se você o equilibrar e organizar, dentro dele a pessoa começa a sentir o próximo nível da criação.

Além disso, para que a correção aconteça, basta construir as conexões corretas no nível de um grupo de dez. Com menos de um grupo de dez, é difícil fazer isso. Com mais de um grupo de dez, é impossível porque o foco fica disperso. Dez pessoas é a situação ideal. Nós fomos criados de tal forma que um grupo de dez é a condição máxima necessária para nós, como na matemática.

Pergunta: Por que isso está escondido de nós? Por que nós conhecemos todas as leis da natureza nos níveis inanimado, vegetal e animal, mas ainda não descobrimos as leis da sociedade humana?

Resposta: As leis são descobertas de acordo com o grau de nosso desenvolvimento. Uma pessoa que não está desenvolvida não está pronta para descobrir essas leis, assim como é impossível falar com uma criança sobre as descobertas de Tesla.

Além disso, depende muito da percepção da pessoa. Para uma pessoa, as relações humanas não apresentam dificuldade; para outra pessoa, esse é um assunto fechado. Uma pessoa geralmente não está interessada neste aspecto da vida até começar a estudar a sabedoria da Cabalá. Dentro da sabedoria da Cabalá, ela descobre suas relações com o Criador.

Só depois disso é que uma pessoa gradualmente começa a sentir que há todos os tipos de relações mútuas entre as pessoas. Essa compreensão vem através do mundo superior.

Da Lição de Cabalá em Russo 02/10/16

O Futuro Da Ciência

laitman_265Pergunta: Um Cabalista que vive no ano de 2017 é capaz de distinguir o trabalho científico da falsificação e distorções da pseudociência?

Resposta: Para um Cabalista, não há uma relação especial com a ciência do nosso mundo. A sabedoria da Cabalá é de fato uma ciência, mas uma ciência sobre o mundo superior!

O mundo superior se projeta em nosso mundo, que reflete o que está acontecendo no mundo espiritual. No entanto, não há uma conexão clara entre a ciência do nosso mundo e a sabedoria da Cabalá porque a vida material é dominada por leis egoístas e na Cabalá leis completamente diferentes governam.

Hoje a ciência do nosso mundo atingiu seu limite, um impasse, em todos os campos do desenvolvimento, exceto pela tecnologia. Portanto, a próxima etapa no desenvolvimento da ciência só pode ser através do estudo da sabedoria da Cabalá. Na Cabalá, uma pessoa se transforma e desta forma sua ciência é mudada, ou seja, a obtenção do espaço, o mundo. Se uma pessoa não se transforma, então, dentro dessas limitações que existem hoje, sua compreensão e percepção são limitadas.

Portanto, eu suponho que a ciência materialista não vai continuar a se desenvolver. Pode ser que ela continue a se desenvolver até certo ponto, mas somente até preencher todas as fronteiras humanas. A tecnologia vai se desenvolver ainda mais. É possível assumir seu desenvolvimento por muitos anos à frente, mas não está claro como isso beneficiará a humanidade.

As pessoas estão ficando desapontadas em uma taxa mais rápida do que a produção de novos “brinquedos”, porque estes não as retiram dos limites do nosso mundo.

Da Lição da Cabalá em Russo 01/01/16

Malchut E Bina, Água Salgada E Água Doce

laitman_740_01Pergunta: Qual é a raiz espiritual dos recursos de água doce, como lagos e reservatórios de água, e como eles diferem da raiz espiritual da água salgada?

Resposta: O sal representa Malchut e a água representa Bina. A conexão entre Malchut e Bina, ou seja, a ascensão de Malchut a Bina ou a descida de Bina a Malchut, gera vida. Essa é a diferença entre a nossa vida e a vida superior.

A água salgada é Bina que recebeu os atributos especiais de Malchut. Há uma quantidade maior de água salgada na superfície da terra e muito pouca água doce. A maior parte da água doce é água dessalinizada que passa por filtros e é evaporada, etc. Existem também muitos sistemas diferentes que equilibram o atributo de Bina e o atributo de Malchut.

Comentário: Na geografia de Israel, há o lago de água doce, o Kineret (Mar da Galileia), e o Mar Morto de água salgada.

Resposta: Os dois lagos são totalmente opostos. O Kineret é alimentado por água que desce de cima, do Monte Hermon, do derretimento da neve e da água da chuva.

O Mar Morto é o ponto mais baixo do mundo, uma depressão no chão completamente coberta de sal. O mar eleva o sal na terra e mesmo a água doce que vem do mar da Galileia torna-se salgada. A fonte de água salgada no Mar Morto é diferente da fonte que preenche os mares e os oceanos. Essa é uma física muito especial dessa localização geográfica particular.

Da Lição de Cabalá em Russo 14/8/16

As Previsões Dos Futurólogos

laitman_627_1Comentário: Há muitas previsões que não são feitas por indivíduos com propriedades especiais, mas por indivíduos chamados de futurólogos, ou que têm uma imaginação fértil, como escritores de ficção científica.

Resposta: Futurólogos são indivíduos que, com base na ciência, tecnologia e progressão de vários estratos da humanidade, preveem uma tendência geral para os próximos 50 ou 100 anos.

Comentário: Os futurólogos preveem que até o ano de 2030 serão inventados robôs que vão conectar os nossos cérebros diretamente a uma nuvem de dados, e será possível imprimir alimentos e casas em impressoras 3-D.

Resposta: No futuro vamos imprimir tudo em impressoras, não há nenhum problema nisso. É possível carregar uma impressora com óleo de palma e ela irá emitir salsichas, frios, produtos lácteos, mingau, e tudo mais.

Pergunta: Dizem que em mais 20 anos, perto do ano de 2045, uma revolução única começará, o que significa que um cérebro artificial irá ultrapassar o cérebro biológico. Será que uma pessoa artificial terá uma alma?

Resposta: Não há nenhuma conexão entre a alma e o cérebro.

Pergunta: Se um robô se sentasse ao lado de uma pessoa e gerenciasse um programa, o que a pessoa faria?

Resposta: Eu vejo como as pessoas falam com um computador hoje. Então, por que a pessoa não falaria com um robô inteligente e trocaria informações com ele?

Pergunta: Você quer dizer apenas informação racional?

Resposta: Isso não seria apenas informação racional, mas até emoções. Uma pessoa normal é um mecanismo cujas ações e respostas podem ser completamente calculadas e previstas porque todas elas não são encontradas em um espaço espiritual; não há nada aqui que não possa ser previsto.

Nós podemos criar máquinas que se comunicariam esplendidamente conosco, em vez de pessoas. Da mesma forma, como gostaríamos, de acordo com a forma como as direcionássemos e os dados que inseríssemos, elas poderiam ser líricas, rígidas ou românticas, direcionadas para a comunicação musical ou psicológica, etc. Elas poderiam ser integradas e compostas de diferentes tipos de personagens.

Comentário: Isso seria mais atraente se pudessem ser fiéis amigos, bons amigos…

Resposta: Depende de como nós as programamos; afinal, elas também poderiam ser o oposto, muito cruéis.

Você iria até a loja, escolheria um robô na forma de um cãozinho ou um amigo. Por que não? Eles não têm que ser moldados como uma pessoa. Não há limites.

Uma pessoa reage a tudo o que acontece no mundo como qualquer animal. A natureza inanimada, vegetal e animal é totalmente capaz de ser programada. Portanto, não há nada de secreto em uma pessoa, nada que seja sublime. Mas no nível seguinte, ela começa a atingir a alma, ou seja, “uma parte do divino de cima” (Jó 31:2). Então, ele não é mais uma pessoa, mas o que se chama uma “alma não encarnada”.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/01/17

Tudo Deriva Das Raízes Espirituais

laitman_746_02Pergunta: Por que precisamos da geografia Cabalística? Ela está relacionada com a geografia do mundo corpóreo: coordenadas, paisagens, etc.?

Resposta: A sabedoria da Cabalá explora e ensina tudo o que deriva da raiz da criação. A raiz da criação é as quatro fases da Luz Direta, o que significa as primeiras dez Sefirot. Quando a Luz começou a doar um ponto em seu interior, a primeira fase apareceu e, em seguida, a segunda fase, a terceira, a quarta e, depois, houve uma restrição e tudo continuou a se desenvolver.

A Luz que se propagou afetou o desejo que nela apareceu, o desejo de receber, de desfrutar, de ser preenchido, e o desejo começou a mudar em conformidade.

Uma vez que, por um lado, a Luz carrega o preenchimento e, por outro lado carrega o atributo de doação, que é a sua essência, e os transmite ao desejo, duas reações ocorrem no desejo. A primeira é que a criatura desfruta do preenchimento da Luz porque é oposta ao Criador para poder receber prazer Dele. A segunda é que o desejo gradualmente se assemelha à Luz e percebe seu caráter e atributos, o que diminui o desejo de desfrutar.

Todos os níveis seguintes do desenvolvimento da criatura provêm do surgimento desses dois atributos opostos na matéria, no desejo de desfrutar. A criatura se desenvolve através de cinco mundos ao ser dividida em uma parte externa chamada “mundo” e uma parte interna chamada “alma”. Assim, ela se desenvolve até o ponto mais baixo na sua evolução espiritual.

Depois, há uma transição para o nível do nosso mundo e para a difusão de sua matéria, que é uma marca do mundo espiritual. E a matéria do nosso mundo é uma réplica correspondente entre a matéria e as forças espirituais.

Portanto, o que quer que aconteça no mundo espiritual na coordenação entre as forças, acontece em nosso mundo na coordenação entre as diferentes partes da matéria. Isto conduz a um fenômeno muito interessante: na borda de alguma galáxia, um pequeno globo completamente inexpressivo apareceu. E apesar do que sabemos sobre o universo e de que a Terra está em algum lugar de lado, ela está, na verdade, no centro do universo da perspectiva do impacto das forças superiores em nosso mundo.

É claro que não sentimos isso porque não temos os instrumentos científicos que nos permitem percebê-lo, mas os Cabalistas nos falam sobre isso.

Depois, os oceanos, os mares, os continentes, as ilhas e as imensas áreas de plantas e animais, o mundo subaquático e, finalmente, o homem, que historicamente se estabeleceu em toda a Terra e agora cobre todo o globo, apareceram na superfície da Terra.

A existência dos continentes, oceanos, áreas naturais, quatro raças da humanidade, numerosas nações, diferentes grupos étnicos e tudo mais provém da raiz espiritual superior.

A coordenação das forças espirituais no mundo espiritual é revelada no nosso mundo sob a forma de um selo corporal, incluindo a Terra e tudo que há nela, incluindo nós. Se tomarmos nosso pequeno sistema, que inclui o sol, a lua e os diferentes planetas, a Terra e tudo o mais, a sabedoria da Cabalá descreve tudo de uma maneira muito detalhada. Ela até nos conta sobre lugares escondidos no universo, que descobrimos há pouco tempo, e às vezes sobre coisas que só podemos supor que existem e que provavelmente descobriremos no futuro.

De um modo geral, a geografia, assim como a astronomia, é totalmente descrita na sabedoria da Cabalá. Você também pode encontrar as raízes da geologia e da antropologia nos livros da Cabalá porque não há nada de novo sob o sol e tudo se espalha da raiz superior para os ramos inferiores, até seu resultado.

Como existe apenas a coordenação entre as forças na raiz superior, ela cria a marca dessas forças e a conexão entre elas na matéria do nosso mundo, e essa é realmente a razão pela qual podemos descrever as forças espirituais superiores através dos objetos em nosso mundo e pela interação entre eles.

Da Lição de Cabalá em Russo 14/08/16

Você Deve Ser Invejoso!

laitman_552_02Nas Notícias (Huffington Post): “Seu amigo compra o carro dos sonhos enquanto você ainda está dirigindo um pedaço de lixo. Ou sua inimiga está se casando com o Sr. Perfeito enquanto sua vida amorosa é tudo menos um conto de fadas. Seja qual for o cenário, estamos todos obrigados a sentir inveja em algum momento ou outro. E não é um sentimento divertido.

“Mas um estudo novo diz que nós podemos esperar invejar menos a cada aniversário. De fato, pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, dizem que a inveja é mais comum entre os jovens. …

Em geral, a maioria das pessoas relatou um sentimento de inveja no ano passado – mas sentimentos de inveja dimimnuíram após os 50 anos de idade. Cerca de 80 por cento dos menores de 30 anos recordaram sentir inveja no ano passado, mas isso caiu para menos de 70 por cento naqueles com mais de 50 anos. …

“No geral, as pessoas pareciam invejar os que são semelhantes a elas – do mesmo sexo e da mesma idade. Mas houve diferenças entre jovens e velhos. Os mais jovens eram mais propensos a invejar o outro por sua aparência, realizações educacionais e sucesso romântico. As pessoas mais velhas eram mais propensas a ter inveja de coisas como riqueza e sucesso na carreira. Por exemplo, cerca de 40% dos jovens relataram ter inveja de alguém por causa de suas conquistas românticas, mas esse número caiu para cerca de 15% para as pessoas com mais de 50 anos.

“Pesquisadores dizem que as descobertas mostram que a inveja reflete as coisas que valorizamos. Para as pessoas mais velhas, isso parece ser riqueza e estar estabelecido”.

Meu Comentário: Primeiro, isso é incorreto. Os cientistas entenderam corretamente que a pessoa pode invejar alguém que é mais ou menos igual a ela, porque ele a mostra o que poderia ser dela, mas não é.

Se eu moro em um determinado lugar, eu penso nos outros que vivem no mesmo lugar e se meu vizinho compra um carro novo, eu o invejo. Mas se eu olho para o filho de um rei, eu percebo que ele é o filho do rei.

Isso significa que tudo é avaliado em meus sentimentos como lucro ou prejuízo. Mas se isso está em um nível mais alto ou mais baixo do que o meu, eu não me concentro nisso. Todo mundo sente inveja. É o principal atributo básico do ego.

Comentário: Os cientistas enfatizam que a inveja é um traço desagradável.

Minha Resposta: Ela não é desagradável. Você pode dizer isso de toda a nossa natureza: o desejo de desfrutar é nojento e terrível. E é expresso em tudo, não importa o quê e como.

Você pode educar cada pessoa para invejar tanto reis como pessoas comuns. Afinal, nós vemos como as nações se rebelam mesmo contra seus reis. Isto significa que você pode ir para cima ou para baixo nesse “elevador” como você deseja.

Pergunta: A inveja é um atributo importante?

Resposta: É um atributo essencial! Você não pode avançar sem ele. A pessoa até mesmo inveja a si mesma: ela compara como era ontem e como é hoje. Ontem, por exemplo, ela era saudável e hoje se sente um pouco pior.

A inveja é o sentimento de um estado em comparação com outro e se eu não posso comparar, eu me sinto muito mal porque não posso construir nenhum sistema de proteção ou sistemas que me ajudarão a avançar e desenvolver.

Comentário: De acordo com os Cabalistas, a inveja ajuda uma pessoa a entrar no mundo espiritual.

Minha Resposta: É claro, se não invejarmos os Cabalistas que descrevem o que eles alcançaram, como seremos capazes de alcançá-los?

Essa é a boa inveja, porque eles querem compartilhar sua experiência conosco. Não pode haver inveja ruim aqui. Eu sei disso por minha própria experiência; quando eu estava ao lado de um grande Cabalista, eu não sentia inveja ruim por ele porque ele tinha algo que eu não tinha.

Afinal, ele revelou e me deu tudo o que podia para me empurrar para o nível que alcançou e ainda mais alto.

Essa é a razão pela qual deve haver inveja, mas ela é Luz, porque os Cabalistas estão nos chamando, atraindo, ajudando e segurando como bebês. Todo professor quer que seu aluno atinja seu nível. O aluno deve invejar o professor e saber que ele pode alcançar muito mais

Portanto, você deve ser invejoso!

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 07/12/16

Uma Ciência Do Nada

Laitman_132Pergunta: A sabedoria da Cabalá existe há mais de 5.000 anos. Se perguntássemos hoje a sete bilhões de pessoas se a sabedoria da Cabalá é um método para construir as conexões corretas, todas provavelmente diriam que é misticismo. Por que os Cabalistas ocultaram esse fato há séculos?

Resposta: Os Cabalistas ocultaram a Cabalá e seu propósito por um longo tempo porque a humanidade recebe apenas o que precisa em cada fase de sua evolução. Da mesma forma, Albert Einstein tinha medo de revelar o conhecimento da energia nuclear ao mundo porque temia que as pessoas construíssem uma bomba nuclear. Talvez se ele não tivesse acelerado o processo, teria acontecido 30 a 40 anos depois.

As forças e circunstâncias boas e ruins são reveladas apenas de acordo com o nível de desenvolvimento da humanidade em cada momento.

O fato é que a Cabalá não é apenas uma ciência que primeiro revela leis simples, depois leis mecânicas, depois as leis da energia atômica, e agora começa a revelar leis biológicas e genéticas mais complexas até a criação real do homem. Por um lado, a sabedoria da Cabalá é uma ciência, mas, por outro lado, somente uma pessoa no nível dessa ciência pode alcançá-la. As pessoas não precisam ser os físicos mais inteligentes como Einstein, Newton ou outro cientista. Elas devem se desenvolver a partir de uma geração, transmitindo informações umas às outras e, ao mesmo tempo, se elevam e esperam o momento em que a Cabalá deve ser revelada à humanidade, quando a humanidade a necessitar.

Portanto, embora a sabedoria da Cabalá tenha sido revelada 5.777 anos atrás ao primeiro homem que era um Cabalista, um cientista, ela foi ocultada até nossos tempos. Somente os Cabalistas, um pequeno círculo de pessoas, engajados nela, assim como apenas um círculo estreito de especialistas engajados em energia nuclear, até que decidiram que não havia alternativa e chegou o momento de usá-la.

Por milênios apenas um pequeno número de pessoas estava ocupado com a sabedoria da Cabalá. Elas escreveram livros e passaram a sabedoria de uma geração para outra. Estes livros foram escritos em uma linguagem especial, não porque seus autores queriam ocultar o significado do que escreveram, mas porque era impossível revelar algo para as pessoas que não tinham necessidade, nenhum desejo de descobrir, e nenhuma preparação interna para isso. Mesmo nas antigas fontes, é dito que a partir do século XX a sabedoria da Cabalá seria revelada ao mundo inteiro, e de fato isso aconteceu. Portanto, não é de admirar que hoje a sabedoria da Cabalá parece surgir como se fosse do nada.

Da Lição da Cabalá em Russo 03/07/16

“Este É O Momento Mais Perigoso Para O Nosso Planeta”, Stephen Hawking

laitman_202_0Nas Notícias (The Guardian): “Assim, a recente rejeição aparente das elites, tanto na América e Grã-Bretanha é, sem dúvida, destinada a mim, tanto quanto qualquer um. O que quer que possamos pensar sobre a decisão do eleitorado britânico de rejeitar a adesão à União Europeia e o público americano de abraçar Donald Trump como seu próximo presidente, não há nenhuma dúvida na mente dos comentadores que esse foi um grito de raiva de pessoas que sentiram que foram abandonadas por seus líderes.

“Foi, todos parecem concordar, o momento em que o esquecido falou, encontrando suas vozes para rejeitar o aconselhamento e orientação de especialistas e da elite em todos os lugares. …

“As preocupações subjacentes a esses votos sobre as consequências econômicas da globalização e a acelerada mudança tecnológica são totalmente compreensíveis. A automação das fábricas já dizimou empregos na indústria tradicional, e o aumento da inteligência artificial é suscetível de estender essa destruição do emprego profundamente nas classes médias, permanecendo apenas as funções mais cuidadosas, criativas ou de fiscalização.

“Isso, por sua vez, irá acelerar a já ampla desigualdade econômica ao redor do mundo. A internet e as plataformas já possibilitam que grupos muito pequenos de indivíduos realizem lucros enormes ao empregar muito poucas pessoas. Isso é inevitável, é o progresso, mas também é socialmente destrutivo.

“Precisamos colocar isso junto com o fracasso financeiro, que trouxe à casa das pessoas que muito poucas pessoas trabalhando no setor financeiro podem acumular grandes recompensas e que o resto de nós assegura esse êxito e paga a conta quando sua ganância nos faz mal. Então, tomados em conjunto, estamos vivendo em um mundo de ampliação, e não diminuição, da desigualdade financeira, onde muitas pessoas podem ver não apenas o seu padrão de vida, mas a sua capacidade de ganhar a vida, desaparecendo. Não é de admirar, então, que eles estejam à procura de um novo acordo, que Trump e Brexit possam ter parecido representar. …

“Para mim, o aspecto realmente preocupante disso é que agora, mais do que em qualquer momento da nossa história, a nossa espécie precisa trabalhar em conjunto. Nós enfrentamos impressionantes desafios ambientais: alterações climáticas, produção de alimentos, superpopulação, dizimação de outras espécies, epidemias, acidificação dos oceanos.

“Juntos, eles são um lembrete de que estamos no momento mais perigoso no desenvolvimento da humanidade. Agora temos a tecnologia para destruir o planeta em que vivemos, mas ainda não desenvolvemos a capacidade de escapar dele. …

“Para isso, precisamos quebrar, não construir, barreiras dentro e entre as nações. Se quisermos ter uma chance de fazer isso, os líderes mundiais precisam reconhecer que falharam e estão falhando muitos. Com recursos cada vez mais concentrados nas mãos de poucos, vamos ter que aprender a compartilhar muito mais do que hoje.”

Meu Comentário: Muitos já veem a verdade óbvia de que todas as previsões de Marx estão realmente sendo realizadas em nosso tempo. Ninguém vê a solução para o problema, porque a solução se encontra fora da nossa natureza: o reconhecimento e controle do egoísmo, e não dentro dele, mas acima dele, ao transcendê-lo. Essa é uma continuação lógica do nosso desenvolvimento, mas nós não o vemos, porque só compreendemos e pensamos em tudo dentro do egoísmo.

Livros Dão Lugar À Sabedoria Da Cabalá

laitman_527_05Pergunta: Qual é o significado de livros e bibliotecas na evolução da humanidade?

Resposta: Eu vou responder como um cientista que tem procurado aprender toda a minha vida. Desde os nove anos de idade eu já assinava as revistas Conhecimento é Poder, Tecnologia para Adolescentes, Ciência e Vida, e mais tarde, a revista Radio. Como alguém pode viver sem literatura ou livros? Hoje, podemos fazer upload de toda a literatura mundial em um computador e dar a cada um acesso aos tesouros da inteligência humana.

Pergunta: Por que uma pessoa precisa desse conhecimento?

Resposta: Depende do que queremos inserir em nossa memória.

A educação é construída pela leitura de muitas fontes diferentes, que estão esquecidas, mas que constroem conexões especiais em nosso cérebro, na nossa memória, e hoje, quando olhamos para diferentes objetos, instrumentos e fenômenos, podemos perceber, entender e se relacionar corretamente com eles porque o relacionamento correto foi criado.

Ao ler um monte, nós aparentemente criamos um software interno dentro de nós, como o Word, por exemplo. Depois de carregar o Word em seu computador, você pode usar esse software para ler textos, escrever, etc.

Da mesma forma, a educação carrega seu software em nós e não precisamos se lembrar de nada porque a inteligência básica principal do homem já está dentro de nós.

Pergunta: Será que vai ser sempre assim?

Resposta: Eu acredito que ela vai desaparecer gradualmente, porque tudo será completado pela sabedoria da Cabalá, que nos fornece pleno conhecimento do mundo em que estamos vivendo: quem somos e como devemos corrigir esse mundo.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 09/11/16