Textos na Categoria 'Antiga Jerusalém'

Tudo É Transitório – Apenas A Relação Com O Eterno É Eterna

Laitman_631_5Pergunta: Jerusalém é uma cidade de três religiões. No Islã, Jerusalém é considerada uma cidade sagrada porque, de acordo com a lenda, o Profeta Maomé foi milagrosamente transportado de Meca a Jerusalém e de lá ascendeu ao céu. Por que todas as religiões apontam para Jerusalém?

Resposta: Todas as religiões falam da força superior. A diferença é que cada uma delas reconhece o seu próprio representante da força superior: Maomé, Moisés e Jesus. As religiões não discutem entre si sobre a força superior; todas concordam com a existência de um único Deus.

Todas as divergências surgem com respeito ao representante dessa força superior e as exigências que ela coloca diante das pessoas através de seu mensageiro.

Pergunta: Como a religião pôde sobreviver por um tempo tão longo, milênios?

Resposta: As religiões existem porque uma pessoa não tem outra maneira de entrar em contato com a força superior, senão através desses profetas, todo aquele que é considerado santo em sua religião.

Uma pessoa está apegada à religião, entendendo que tudo nesse mundo é transitório: hoje existe, e amanhã não. Somente a conexão com a Força Superior – eterna e perfeita -não desaparece. Toda religião nos ensina como se comportar a fim de que, através de um determinado profeta, um representante da Força Superior, nós entremos em contato com ela.

A sabedoria da Cabalá não lida com religiões e credos, os quais existem em grande número, para além das três principais.

Baal HaSulam escreve no artigo “A Essência da Religião e Seu Propósito” que a verdadeira religião é a Cabalá que revela o Criador ao ser humano. E as religiões que existem hoje são apenas destinadas a apoiar a pessoa durante o tempo em que ela se desenvolve até que cresce fora delas e seja capaz de compreender a metodologia global abrangente, ou seja, a Cabalá.

A Cabalá não pertence a nenhuma religião: nem ao judaísmo ou ao cristianismo ou ao islamismo. Nela, nós podemos chegar ao ponto onde “A minha casa será chamada de casa de oração para todos os povos”, e todas as nações do mundo virão ao Criador.

Portanto, todos devem usar a mesma técnica para revelar o Criador aos seres criados, sem relação com qualquer nação. Abraão é o antepassado de todas as três religiões, que, portanto, são chamadas de Abraâmicas.

Mas, na verdade, a base do ensino de Abraão é a sabedoria da Cabalá. Abraão escreveu O Livro da Criação, no qual ele diz como revelar a força superior que está escondida de nós.

O grupo de discípulos de Abraão, que depois cresceu e se transformou no povo de Israel, revelou a força superior. O povo de Israel vivia em conexão com a força superior até a destruição do Templo. Está escrito que “Eles checaram de Dan a Beer Sheba… e não encontraram um menino ou menina, um homem ou mulher que não fosse proficiente em leis de impureza e pureza”.

Seus desejos eram tão corrigidos que até uma criança podia sentir a força superior. Houve uma época na história da nação de Israel até que ela caiu desse alto nível e encontrou-se na escuridão e ocultação do Criador. Então, todas as religiões surgiram.

Mas agora nós vivemos numa época em que todas as religiões estão gradualmente expondo seu vazio. Elas são revividas pela última vez antes de desaparecer completamente. Nós vamos testemunhar grandes guerras dentro de cada religião e entre elas.

Isto foi dito pelos profetas descrevendo a chamada era do Messias em que nos encontramos hoje. Nós estamos diante de um momento muito difícil, até que as pessoas se tornam completamente decepcionadas com todas as religiões e percebem qual é o único método correto. A Cabalá não só fala sobre os profetas e suas profecias, mas revela a força superior ao homem.

De KabTV “Uma Nova Vida” 07/05/15