Textos na Categoria 'Alma Comum de Adão'

A Queda De Adão: Quebrando O Desejo Comum

283.02Comentário: A quebra dos vasos, desejos, é, em princípio, um termo Cabalístico. No entanto, muitos que leram o Pentateuco (a Bíblia) entendem sua linguagem alegórica.

Minha Resposta: Na verdade, isso não é difícil de entender. Se meu desejo é direcionado para o bem de outros, para o benefício de outros, então ele é considerado completo, perfeito. Se for para meu próprio bem e, via de regra, contra os outros, é chamado de quebra.

Pergunta: A queda de Adão representa a quebra dos vasos?

Resposta: Dizem sobre isso que todos os desejos que estavam no protótipo do homem, Adão, eram praticamente um desejo que ainda não foi vestido em nossos corpos proteicos e foi direcionado apenas para doação. No entanto, como resultado de certas ações feitas nele, ele se transformou em um desejo de receber. Essa é a destruição de Adão.

Adão é um sistema que era um único desejo, quando, de repente, começou a se sentir consistindo de muitos elementos, ele se quebrou. Ou seja, todo desejo incluído no desejo geral queria receber para seu próprio bem. Essa é a queda, a destruição de Adão.

Pergunta: Podemos dizer que o termo “a queda de Adão” está na linguagem dos sentimentos e “a quebra dos vasos” é uma linguagem Cabalística e técnica?

Resposta: Claro. É a mesma coisa, apenas explicada em idiomas diferentes.

Comentário: Os Cabalistas identificaram todos os termos Cabalísticos da própria natureza apenas para que uma pessoa não tenha associações corporais. Afinal, quando imagino a queda de Adão – uma árvore, uma maçã e assim por diante – isso me afasta da verdadeira imagem: tudo está dentro do meu desejo.

Minha Resposta: Hoje, é claro, ninguém acredita e não pode acreditar nessas histórias. Isso tudo é completamente irreal.

Na verdade, com essas histórias, os Cabalistas explicam as leis e conexões mais internas e complexas da natureza.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 23/07/21

Assuma O Seu Lugar No Sistema Geral

275Nós representamos um sistema unificado e somos partes de uma estrutura unificada chamada de “alma” ou “Adão” ou “Kli” (vaso). Não importa como você o chame, agora devemos nos reconectar a essa estrutura.

Ou seja, existe uma estrutura única, mas não ocupamos nossos lugares nela, não estamos cumprindo nossa missão. Em vez de ser uma parte normal do organismo geral e me investir na manutenção de seu trabalho geral, penso apenas em mim e, como um tumor cancerígeno, tento absorver tudo para dentro de mim e devorar o resto. Todos nós somos assim.

Acontece que o enorme universo existe de acordo com sua própria lei de doação e amor ideais, a interação ideal de todo o sistema fechado. E nós, neste sistema, como suas partes, seus órgãos, que deveriam se encaixar idealmente, harmonizar-se, cooperar uns com os outros e tornar-se totalmente integrais, deixamos de cumprir isso; portanto, nossa vida parece tão miserável.

Hoje sentimos que realmente estamos em um mundo integral, estamos passando por uma crise global. Ou seja, estamos começando a sentir que estamos no sistema mundial, que é global, integral, interconectado e somos opostos a ele, opostos à lei geral de doação e amor. Portanto, devemos mudar a nós mesmos de acordo com essa lei.

De KabTV, “Close-Up, Lei Universal”

Qual É O Propósito De Uma Pessoa?

167Pergunta: Qual é o propósito de uma pessoa?

Resposta: A Cabalá vincula o propósito global de uma pessoa ao seu propósito pessoal. Ela diz que estamos, especialmente agora, em um estágio de desenvolvimento em que a pessoa deve aprender seu propósito.

Essa questão surge em uma pessoa consciente ou inconscientemente. Portanto, as pessoas correm para alguma decisão ou tentam se acalmar de alguma forma, porque não é fácil, e talvez até impossível, responder à pergunta sobre o sentido da vida. As pessoas ficam deprimidas, começam a usar drogas, etc.

A Cabalá revela o sentido da vida, o propósito de uma pessoa. Talvez o propósito e o sentido sejam coisas diferentes, mas a pessoa deve revelá-los, como transformá-los em vantagem própria, torná-los seus e começar a implementá-los.

O sentido da vida é atingir o próximo nível de desenvolvimento. O próximo nível é a sensação de estar em contato completo com o programa da natureza, onde todos nos tornamos integralmente conectados em um único sistema chamado Adam.

Claro, essa conexão parece totalmente fantástica hoje. Porque ao combinar nossos desejos, não nivelando-os, não reduzindo-os a um tamanho único para todos, mas simplesmente conectando corretamente não apenas eles, mas também todas as nossas oportunidades e todos os nossos pensamentos, formamos um único sistema integral.

Ao criar tal sistema, começamos a sentir a revelação de uma força superior geral da natureza chamada Criador em nossa conexão.

Isso não é algo materializado, não é Deus, não é algo que as pessoas imaginam, mas o que é revelado precisamente em nossa conexão e não fora de nós. Não podemos falar sobre essa força fora de nós. Ela está dentro de nós, em nossa conexão, e a sentimos como algo comum, baseado, por um lado, no nosso egoísmo, na rejeição mútua um do outro, e, por outro lado, na nossa conexão acima dessa rejeição. Tanto o ódio quanto o amor são revelados aqui. É nesses dois níveis que revelamos o Criador.

A Cabalá está envolvida na revelação do Criador, a força governante superior, Seu programa, que nos desenvolve e nos leva à equivalência completa com Ele. Esse é o nosso propósito.

De KabTV, “Videoconferência”

A Dezena É A Alma Comum

934Pergunta: Como os cinco sentidos espirituais são revelados na dezena?

Resposta: Um Partzuf espiritual inclui: Keter, Hochma, Bina, Zeir Anpin e Malchut. Zeir Anpin é composto por seis partes: Hesed, Gevura, Tiferet, Netzach, Hod e Yesod. Portanto, há Ketter – 1, Hochma – 1, Bina – 1, Zeir Anpin – 6 e Malchut – 1. Todos juntos: 10 Sefirot.

Cada amigo na dezena sente todos os cinco sentidos espirituais porque a dezena é um todo, como um único corpo espiritual ou alma.

Então todos vocês têm uma alma. O fato é que neste mundo todos nós temos uma alma e essa estrutura é chamada de “alma” ou Adão.

Neste corpo espiritual, você revela cinco sentidos chamados Keter, Hochma, Bina, Zeir Apin e Malchut.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 19/04/19

A Humanidade É Uma Única Alma

933Pergunta: O que é a entrada para a terra de Israel dentro de nós?

Resposta: O homem é a criação comum, Adão. Todos nós fazemos parte de sua alma. Esta é uma imagem espiritual coletiva, que em si mesma não consiste em seres separados como nós, humanos, geralmente nos vemos.

Ela representa a totalidade de todas as nossas propriedades, especialmente as espirituais. Em princípio, tudo o que está em cada um de nós constitui, por assim dizer, uma figura espiritual chamada “Adão”.

Naturalmente, de geração em geração, todas as partes desta figura, ou melhor, suas propriedades individuais, passam gradualmente por suas correções na equivalência com o Criador.

E quando esta equivalência for totalmente completada, o estado de correção completa virá e o Criador aparecerá e preencherá a imagem de Adão, nossa alma comum, que se reunirá neste estado, começando em nosso mundo, do nível terreno, até o mais alto, incluindo todos os mundos.

Essa alma estará em todos os mundos, mas não no sentido corporal. Isso incluirá o preenchimento de todos os mundos, o que significa que chegará ao estado de correção completa (Gmar Tikkun).

No momento, estamos começando a entrar na última parte deste estado. Portanto, nossa geração é chamada de última geração, o que corrige a quebra da alma comum que ocorreu antes de nós e que fundamenta nossa existência como indivíduos.

Devemos nos unir internamente como um homem com um coração, tantos bilhões de almas em uma alma, em uma estrutura espiritual.

De KabTV, “Segredos do Livro Eterno”, 19/05/21

Sinta-se Como Uma Estrutura Única

929Pergunta: Os fragmentos da alma comum que foram quebrados estão em quase todos nós?

Resposta: Sim, existe apenas uma alma comum, um desejo comum, que o Criador criou. Não há nada além dele. Tudo o que percebemos como existente ao nosso redor e em nós acontece apenas neste desejo.

À medida que nos aproximarmos, o desejo comum se manifestará mais e mais até começarmos a nos sentir como uma pessoa com um coração, um pensamento e uma intenção.

Então nos sentiremos realmente como uma estrutura que é completamente dependente uma da outra, que se compreende e se coordena perfeitamente com as outras.

Pergunta: Onde é o lugar para a Torá aqui?

Resposta: Vemos em nossas vidas que quando uma pessoa nasce, ela não precisa de nenhuma Torá, orientação, instruções, nada. Ela vive como um pequeno animal. É assim que desenvolvemos nossos filhos pequenos.

Então a criança se manifesta cada vez mais como uma pessoa independente, individual, e temos que tratá-la de acordo, como se diz: “Crie o menino do jeito dele”. Da mesma forma, gradualmente, a correção da alma comum inicialmente quebrada se manifesta.

Agora estamos no último estágio, quando todos os quatro estágios anteriores já foram mais ou menos passados ​​e estão prontos para a correção final. Em geral, tudo depende da última etapa.

Nesta fase, devemos nos compreender adequadamente, nossa origem, nossa história, nosso propósito e perceber tudo isso.

De KabTV, “Segredos do Livro Eterno”, 19/05/21

De Dez Para Um

944Estou muito feliz com o início do Congresso “De Dez Para Um” porque essa é realmente a única coisa que nos resta: subir ao primeiro grau espiritual. Todos os graus espirituais são baseados no fato de que de dez passamos a um, e novamente de dez a um em um grau superior. Esta é a ascensão de grau em grau.

A ascensão espiritual é baseada na conexão entre as pessoas, que é a correção e reconstrução do vaso espiritual quebrado, a conexão correta em nossa alma comum, Adam HaRishon. O Criador criou essa alma e a quebrou; Ele nos deu para restaurá-la para que se tornasse uma novamente: de dez para um ou de muitas dezenas para uma até que voltemos a um todo.

Esperamos ser premiados com a conquista de um desenvolvimento tão elevado quando começarmos a sentir essa unidade entre nós, que é chamada de “Um”. E nela, sentiremos o Criador, a força única que criou toda a base para nós como um Kli, dando ao nosso desejo as mesmas qualidades de seu preenchimento, o Criador.

De acordo com nossa preparação, estamos muito próximos de tal revelação, e não temos outro objetivo, apenas este. Afinal, vemos o quanto o mundo inteiro precisará disso, se não hoje, amanhã. E teremos de mostrar-lhes o caminho.

Somos os pioneiros no processo de correção, então vamos dar um passo adiante. Espero que esta etapa já seja uma revelação prática do Criador em nossa conexão, de acordo com a equivalência de nossas propriedades. Como o Criador é um doador, nós, em nosso relacionamento mútuo, alcançaremos uma doação completa dentro da qual, de acordo com a lei da equivalência de forma, o Criador será capaz de se revelar.

Da Convenção Mundial de Cabala “De Dez para Um” 04/06/21, “Minha Espiritualidade É Revelada Fora de Mim”, Lição 1

Tornando-Se Um Único Sistema

594Pergunta: O que significa “o nível de conexão entre nós” se somos todos um sistema de qualquer maneira?

Resposta: Onde você vê que somos um sistema?

Pergunta: Se não vejo isso, significa que não somos um sistema?

Resposta: Claro que não. O Criador nos vê como um sistema. E nossa atitude para com Ele vem de cada um de nós como egoístas individuais. Este é um problema porque no estado em que estamos agora, não estamos conectados ao sistema superior de providência.

A providência superior se relaciona com toda a humanidade como um sistema, como um todo.

Existe apenas uma alma, que é todos nós juntos.

É assim que o Criador quer se relacionar conosco. Mas como não nos posicionamos dessa maneira, estamos constantemente em oposição a Ele.

Pergunta: Em princípio, nossa visão deve coincidir com a visão do Criador?

Resposta: Sim. Então tudo ficará bem!

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/03/19

Na Rede Comum De Conexões

264.01Na sabedoria da Cabalá, nós estudamos e revelamos que toda a criação, tudo o que existe em nosso mundo e no mundo das forças ao nosso redor, que chamamos de mundo espiritual, é apenas uma rede comum de conexões.

Essa rede de conexões comum, mútuas, de apoio e que se complementam mutuamente é chamada de alma. Nós falamos apenas sobre isso: como revelá-la entre nós, como aumentá-la, como entrar nela com nossa mente e sentimentos e como controlá-la. Tudo isso é a realização da alma.

Ao revelar esta conexão, nós começamos a descobrir a força de doação e amor chamada Criador. Isso, em princípio, é tudo em que a sabedoria da Cabalá está envolvida e, em geral, tudo o que uma pessoa pode fazer: durante sua vida neste mundo para alcançar o Criador, para alcançar a alma, ou seja, a rede de forças na qual todos nós existimos, e por meio das quais estamos completamente interconectados.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 17/12/18

Inspirem A Luz Da Vida Uns Nos Outros

507.03Para as pessoas do nosso mundo, a regra “ame o próximo como a si mesmo” é tão nojenta, chata, já experimentada, e não atrai ninguém.

Na realidade, amar o próximo implica um estado onde nos unimos como pequenos pontos, pequenos elementos do universo, em um único mosaico, em uma única imagem, reunidos em um sistema, e começamos a trabalhar uns com os outros como células em um corpo comum.

Então, de um organismo morto em que estamos hoje separados, nos transformamos em um organismo vivo.

Se você cortar pedaços do corpo e dividi-lo em elementos, ele morre. Portanto, você deve juntá-los. Na medida em que você tenta fazer isso, o Criador sopra em você a luz da vida, o espírito da vida.

Acontece que precisamos ansiar um pelo outro, por uma conexão mútua universal. Assim, restauraremos nosso corpo comum, nossa alma comum, conectando-nos uns aos outros.

Pergunta: Como ansiamos por isso?

Resposta: Por um lado, somos movidos pelo mal, pelo vazio, pela decepção com esta existência, pelo medo do que acontecerá amanhã e pela decepção com o tipo de mundo que deixamos para nossos filhos.

Por outro lado, desse vazio interior surge uma aspiração por algo. A pessoa começa a sentir: “Fui atraída para algo! Existe um vetor em mim que funciona e que procura por algo”.

Este não era o caso antes. Isso está acontecendo agora, em nossa geração. Junto com o vazio, com a depressão geral, há também uma busca, uma aspiração por algo. A pessoa começa a perceber que tudo isso não é como é e que há algo, em algum lugar, esperando especialmente por mim.

Nosso estado atual foi especialmente ajustado para nós, para que possamos sair dele e seguir em frente. Portanto, nossa geração é uma transição.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 13