Especialistas Estão Prevendo Fome

219.01Comentário: Os especialistas estão prevendo ativamente uma fome global iminente. 2021 foi um ano terrível porque a pandemia fez com que o número de pessoas famintas no mundo crescesse 25%. O ano de 2022 promete ser ainda pior em consequência da guerra. Espera-se, portanto, uma tripla crise: alimentos, energia e finanças. Como resultado, eles dizem que 2023 será o mais terrível. Especialistas escrevem sobre isso, mas de alguma forma não ouvimos. É quase como se não nos importássemos.

Minha Resposta: O que podemos fazer?

Comentário: Tenha pelo menos medo. Estoque, encha os celeiros com comida.

Minha Resposta: Eu acho que é inútil. Uma fome não está acontecendo para enchermos nossos depósitos, celeiros, gavetas na cozinha, etc. Mas precisamos entender como podemos garantir de forma realista a abundância no mundo.

Pergunta: Então todas essas mensagens chegam até nós especificamente para chegar a essa conclusão?

Resposta: Claro. Como vamos lidar com isso? Se estamos falando sobre o mundo, precisamos tentar entender a economia mundial, o estado do mundo.

Comentário: Eu mal consigo entender o que está acontecendo em minha casa, minha economia doméstica.

Minha Resposta: Você não pode escapar disso! Eles estão falando sobre anos e não que você vai ficar sem algumas bebidas no próximo mês.

Pergunta: Você diz “para entender a economia mundial”. A quem você está chamando, os grandes economistas ou todas as pessoas?

Resposta: Ao povo, totalmente, definitivamente, direto ao povo.

Pergunta: Então, o que devo entender quando vejo constantemente relatos de uma fome iminente?

Resposta: Eles estão certos; o mundo está em perigo de fome. Um período prolongado de fome! Fome persistente!

Até um ponto que a Bíblia nos diz que as mães vão comer seus bebês, seus filhos. Isso é o quão severo será, nos reduzirá ao nível dos animais.

Pergunta: Quando ouço isso, o que devo fazer? Por que eu preciso de tudo isso? Por que me disseram tudo isso?

Resposta: Para você se preocupar seriamente em como evitar essa fome e o que a está causando. Então você verá que sua única causa é nosso terrível desequilíbrio humano e o fato de não estarmos fazendo o que deveríamos.

Devemos chegar a um entendimento mútuo entre nós. Precisamos estabelecer laços entre nós que ajudem a alcançar o equilíbrio. Mas nós NÃO estamos fazendo isso. Pelo contrário, estamos regredindo – queremos balançar o barco em que estamos. Assim, o mundo está naturalmente caminhando para períodos de fome, destruição e assim por diante.

Pergunta: Está em seu poder ouvir isso e mudar a trajetória, parar de repente?

Resposta: Eles podem ouvi-lo, mas não podem alterá-lo. Eles não podem mudá-lo porque ouvi-lo e aceitar tal eventualidade é uma coisa. Deixem bombas atômicas e tudo mais cair do céu. E daí? “Se morrermos, é em um instante”.

Pergunta: Se você diz: “Eu posso ouvir, mas não posso impedir”, então para que serve tudo isso? Por quê?

Resposta: Para realmente nos assustar para que ainda mudemos a nós mesmos e, assim, mudemos o mundo. Essa é a única razão para isso.

Pergunta: Como ocorre essa mudança? Qual é o catalisador? É algum líder que vai aparecer? É a humanidade que começa a gritar?

Resposta: Deve haver um líder. É difícil fazê-lo funcionar em nosso mundo sem um. Deveria ser alguém que o mundo aceitasse como líder e seguisse, alguém que falasse sobre unificação e como podemos superar este período de fome. Naturalmente, isso só funciona se as pessoas o ouvirem. A fome provavelmente os forçará a isso.

Pergunta: Você ainda acredita que a fome vai acontecer e os forçará a ouvir?

Resposta: Sem dúvida! Vai, mas vai passar.

Ela levará a humanidade ao fato de que depois dessa fome induzida as pessoas serão diferentes. Elas terão uma atitude diferente em relação à vida, aos seus valores. Elas entenderão que o mais importante é sobreviver e entenderão para que sobreviver! Essa é a pergunta mais importante.

Pergunta: Mesmo na Torá está escrito: “A fome nos obrigou a descer ao Egito”. E havia fome. Mais tarde, houve muitas fomes, greves de fome forçadas, guerras e assim por diante. Isso não levou a humanidade a nada; a humanidade não aprendeu nada.

Por que você acha que agora que chegamos a algum entendimento e ouvimos algo, isso vai mudar? Em que período estamos vivendo?

Resposta: É o período de preparação para o reconhecimento do mal. Estamos nos preparando para atingir o mal.

Pergunta: Não podíamos fazer isso antes?

Resposta: Não! Mesmo agora, ainda não chegamos lá, mas estamos gradualmente nos aproximando. É preciso um enorme sofrimento para sentir o mal, defini-lo, alcançá-lo e tirar conclusões a partir dele.

Pergunta: E você sente que este é o momento?

Resposta: Ainda não, mas está se aproximando.

Pergunta: Então, que conclusões você tira sobre estarmos em tal encruzilhada? Não estávamos lá antes, mas agora você nos diz que estamos aqui. Quais são os sinais?

Resposta: Bem, estamos falando da maneira certa. Não nos escondemos mais atrás de todo tipo de slogan, não acreditamos mais em valores abstratos. Já jogamos tudo fora. Estamos interessados apenas em uma coisa: há ou não um sentido para a vida? Se não, vamos supor que não há, como podemos viver esta vida no nível animal da maneira correta.

Pergunta: Você sente que chegamos a isso hoje?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Nitícias com o Dr. Michael Laitman”, 12/05/22

Comente