De Um Estado Inconsciente Para Consciente

715Pergunta: O que acontece no sentimento do meu “eu” atual quando chego ao nível espiritual de percepção?

Resposta: Seu “eu” atual está associado a todo o grande volume de desejos e pensamentos. Você sente que inclui totalmente toda a criação. Todos os mundos, todo o “Adão” é você.

A Cabalá diz que, inicialmente, tal estrutura foi criada na qual os níveis inanimado, vegetativo, animado e humano da natureza são perfeitos, criados pela luz, o Criador, a força superior.

Mas para dar a esta estrutura a oportunidade de experimentar-se em plena medida, como se se reconhecesse de novo para se sentir igual à força que a criou, ou seja, ao Criador, e tornar-se independente, é necessário sair deste estado para o oposto absoluto dele, de um estado perfeito para um imperfeito, separar-se dele completamente e só então começar a perceber quem você é, e gradualmente corrigir essa separação por si mesmo.

Por exemplo, se dermos a uma pessoa todas as coisas mais gentis e melhores e preenchermos sua vida com tudo o que ela deseja, ela considera isso certo. Ela não está inspirada, não gosta, não está impressionada. Ela tem tudo e esta é a norma para ela.

Vamos tirá-la desse estado para que ela sinta o que significa ser o oposto dele, vamos dar a ela a oportunidade de avaliar por si mesma a diferença entre os dois estados e aproximar-se gradualmente de um estado bom, mas com seus próprios esforços, para ganhá-lo.

Ao mesmo tempo, uma impressão constante de um estado ruim permanece nela, ela a reconhece cada vez mais claramente. Aproximando-se do estado bom, ela vê um estado mais confortável, feliz e eterno em relação ao oposto, e sente cada vez mais a diferença entre eles. Ganhando este bom estado por conta própria, ela não perde o mau. Assim, ao conectar duas partes, totalmente má e totalmente boa, ela as sente uma contra a outra.

Então ela tem uma percepção de menos infinito a mais infinito, e realmente sente que é um absoluto. Isso, em princípio, é o que o Criador, a força superior, queria nos dar em sensação.

Quando chegamos a este estado, quando todos os negativos e positivos se juntam e se complementam em uma perfeita harmonia universal, esse é o estado de correção completa.

De KabTV, “Close-Up. Ramo de Sakura”, 15/05/11

Comente