E Se O Universo Fosse Diferente?

627.2O fato de vivermos no fundo de um profundo poço de gravidade, na superfície de um planeta coberto de gás girando em torno de uma bola de fogo nuclear a 90 milhões de milhas de distância e pensar que isso é normal é obviamente uma indicação de quão distorcida nossa perspectiva tende a ser (Douglas Adams).

Pergunta: Por que uma pessoa pensa que o que está acontecendo ao seu redor é normal? Ela nasce com essa percepção e não tem vontade inicial de mudá-la.

Resposta: Como pode ser mudada? Lembro-me que quando criança eu gostava muito de astronomia e quando estava na aula olhava para o céu. Ele despertou um interesse genuíno em mim e me atraiu. Não vi nada nele que pudesse repelir ou ameaçar. Pelo contrário, fiquei muito grato à natureza, ao céu, por poder olhar e ver nossos estados nele.

Pergunta: Mas apenas uma pequena porcentagem de pessoas se pergunta por que tudo é criado dessa maneira e não de outra forma. Por que a maioria das pessoas percebe isso como a norma?

Resposta: Em primeiro lugar, porque esta é a norma e nada mais existe. Você pode, é claro, imaginar qualquer coisa como isso é feito na ficção científica. Mas, em princípio, esta é a norma e vivemos nela. Nós existimos do jeito que exisitimos porque tudo é criado de acordo com a gente e nós somos criados de acordo com o que vemos. Se houvesse outro universo, seríamos diferentes.

Então vamos viver o agora, desenvolver o máximo possível, e então veremos. Não importa o quanto fantasiamos, nada mais nos é dado e nada mudará tão rapidamente. Portanto, não vejo racionalidade em resistir à natureza na qual você, seu cérebro ou seus sentimentos são criados. E com base nisso, como você vai resistir? Não funciona.

Pergunta: A fantasia é boa?

Resposta: A fantasia é boa, mas quando está no âmbito do autocontrole. Se eu tivesse alguma oportunidade de ir além dos limites da natureza e a partir daí tentar mudar algo, eu mesmo, a própria natureza, ou ambos esses parâmetros, a natureza e eu, seria uma questão diferente. Mas se eu não posso ir além desses limites, o que há para falar? Isso é realmente fantasia.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 29/04/22

Comente