De Coração A Coração

283.02Uma pessoa que ensina Cabalá tem estados em que pode expressar seu pensamento tecnicamente de forma rápida e correta, e há estados em que precisa expressar algo emocionalmente sem uma técnica especial de fala, e essas emoções são transmitidas ainda melhor. Afinal, ela tem que se esforçar emocionalmente e enviar uma carga invisível de si mesma aos outros.

Isso geralmente funciona melhor do que palavras bonitas. Há contato entre os sistemas internos de quem quer transmitir e de quem quer receber.

Isso é mais eficaz do que palavras porque entra diretamente em frases que devem passar para algum significado, e o significado de alguma forma deve passar para os sentimentos, e os sentimentos devem ser sentidos e absorvidos. Toda essa cadeia mecânica não existe porque a mensagem vai direto de coração para coração.

Depende do contato entre o aluno e o professor. Ou existe ou não existe. No entanto, depende principalmente do aluno. Se ele quer se conectar com seu professor e estar o mais conectado possível com ele, se afogar nele, ser absorvido pelo professor, e pedir por isso, então acontece.

Pergunta: Você está falando de uma solicitação interna. Como podemos construí-la para que realmente venha do coração?

Resposta: Gradualmente, elevando o professor aos seus olhos, acima de todas as suas opiniões, acima de todas as condições corporais possíveis. Ao entender que você tem uma grande e única oportunidade de receber algo do professor, e é preciso aproveitá-la, não negligenciá-la, não adiá-la para depois, não aceitá-la como algo comum, e não transferi-la para algumas relações corporais e benefícios corporais.

Esse é um problema muito grande da interação com o professor, porque aqui uma pessoa recebe em condições difíceis. No entanto, se ela as observa mais ou menos, ela pode obter contato com o Criador através de seu professor. Ao mesmo tempo, eles devem construir essa corrente quando o inferior estiver completamente imerso no superior.

Nós estudamos isso a partir do sistema de blocos de construção do sistema superior, onde cada grau entra no grau mais alto, e aquele entra em um ainda mais alto, e assim por diante. Portanto, se o grau inferior entra no superior e aí existe como embrião dentro de sua mãe, ele pode se desenvolver com este grau superior, pelo menos nos primeiros nove graus. Isso é chamado de nove meses de desenvolvimento fetal.

Então ele sai e obtém seu próprio modelo externo de desenvolvimento, que também depende do superior, como um bebê que nasceu e se desenvolve ao lado de sua mãe. O período de amamentação dura dois anos, de crescer seis anos, infância e adolescência vinte anos, até a plena maturidade.

De KabTV, “Eu Recebi uma Chamada. Falar em Público”, 29/06/14

Comente