O Que Fazer Quando Você Está Sendo Intimidado

961.1Comentário: Hoje uma palavra bem conhecida é “bullying”. É quando uma pessoa infeliz é intimidada ou assediada na escola, em instituições ou na Internet.

Na França, uma nova lei vai multar os culpados de bullying em 45.000 euros e prisão por três anos. Professores ou alunos, não importa.

E se ficar provado que a vítima faltou à escola por causa de assédio, a pena de prisão será aumentada para oito anos. Em caso de tentativa ou suicídio em consequência de bullying, a multa aumentará para 150.000 euros, e a pena de prisão será de até dez anos.

A lei já foi aprovada na Câmara Baixa do Parlamento. Eles procedem do fato de que uma lei tão rígida poderia parar esse bullying.

Minha Resposta: Que tipo de relacionamento pode haver na escola para que haja a necessidade de adotar tais leis! A França! A fonte do humanismo mundial, da liberdade, da revolução!

Pergunta: Você acha que medidas tão duras e afiadas ajudarão?

Resposta: Por alguma razão, em todos os lugares, em todos os países do mundo, acredita-se que a detenção, o isolamento da sociedade por muitos anos corrige a sociedade, corrige uma pessoa. Até o final do dia, queremos que o criminoso melhore. E a sociedade de alguma forma corrigiria não apenas o criminoso, mas também a falha que lhe infligia.

Mas eu não vejo assim! Tantos estão presos, por quantos anos e em todos os países do mundo! Vamos verificar as estatísticas: onde eles encarceram mais e por mais anos, existe uma sociedade melhor?

Por outro lado. De acordo com as leis bíblicas, não existe tal coisa como “ficar na prisão”. Isso não é um castigo. Ao fazer isso, você tira a oportunidade de uma pessoa interagir com a sociedade, aprender com ela e, de alguma forma, melhorar. A prisão não é um sistema de correção, ninguém saiu da prisão reformado.

Pergunta: Isso não ensinará aos outros que você não pode humilhar e matar o outro? Não vai ensinar os outros e também não vai corrigir a pessoa? E o dinheiro não vai ajudar? Se você pagar multas malucas, também não vai ajudar?

Resposta: O dinheiro pode, de alguma forma, deixá-lo sóbrio, seus pais (estamos falando da escola). Mas não, não vai ajudar.

Pergunta: Então, qual é a saída para isso?

Resposta: A solução é educar as pessoas desde cedo, até mesmo seus pais antes do parto. Você tem que educar os pais para que eles tenham filhos que possam criar adequadamente.

As pessoas devem obter permissão da sociedade para dar à luz uma criança e criá-la.

Pergunta: E que tipo de permissão a escola deve receber?

Resposta: Tudo deve ter como objetivo garantir que as pessoas que geramos, produzimos e educamos sejam educadas precisamente como membros corretos da sociedade. Já estou falando em um nível social, não espiritual.

Pergunta: Você costuma dizer: “Em boas relações uns com os outros, apaixonados um pelo outro”. É este precisamente o caminho para o espiritual?

Resposta: Sim. Mesmo que eles não saibam, não importa. Eles não devem pensar no espiritual. Eles devem pensar na conexão correta mútua. E nela já vão revelar o espiritual.

Pergunta: Então a sociedade deve olhar para si mesma e não para esse criminoso?

Resposta: A sociedade deve olhar para si mesma. A sociedade deve cultivar a atitude correta em relação aos outros. E na correta relação com os outros, de repente começará a descobrir, precisamente nessas relações, relações completamente diferentes, superiores, que chamará de mundo superior. E é isso, nada mais.

Hoje em dia, as pessoas chegam a isso porque querem sentir o mundo superior e, portanto, por necessidade, começam a estudar como podemos começar a tratar bem os outros, se necessário, para sentir o mundo superior, para entender nosso destino. Não gostaríamos disso, mas este é o plano da natureza, este é o seu significado. Então, eu obedeço. Vou inclinar minha cabeça e estudar essas leis de bondade, interação adequada e até mesmo as leis do amor.

Portanto, aqueles que vêm às aulas de Cabalá são os maiores egoístas.

Pergunta: Quando acontece a mudança?

Resposta: Depois de muitos anos. Estamos preparando suas relações externas, a base interna para isso. Mas é difícil. Eles não querem inicialmente estar apaixonados pelo próximo quando vierem.

Tais pessoas, com muito pouco egoísmo, abandonam as práticas espirituais, orientais e assim por diante. Elas não estão interessadas em mais nada.

Mas estamos na fronteira da iluminação – a iluminação real.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 06/12/22

Comente