O Poder Da Oração Comum

239Comentário: Victoria escreve: “Nós nos reunimos para orar, mil mulheres de todo o mundo. Falamos línguas diferentes, somos de diferentes religiões, credos e cores de pele. Mas hoje, todos tinham um pedido. De repente, eu senti, e isso nunca me aconteceu antes, que somos uma mulher. Eu também senti que o Criador está aqui. É possível, ou apenas me parece?”

Minha Resposta: Isso é absolutamente assim! Nem “parece” e nem “talvez”, mas é assim!

Qualquer pessoa que participe disso e especialmente mil mulheres, quando pedirem à força superior completamente inconscientes de como e para que estão se voltando, mas querem, com seu desejo, podem abrir os céus.

É para isso que existe a guerra: para nos mostrar o que temos que fazer para vencer essas terríveis condições que a natureza nos dá.

Pergunta: É isso que as mulheres devem fazer, conectar-se como uma só mulher?

Resposta: Sim. E os homens devem fazer o mesmo, conectar-se como um só homem.

Pergunta: É correto que esses estados venham e vão? É assim que deveria ser?

Resposta: Claro. Eles vêm gradualmente, em ondas, até que acumulamos um certo número de pedidos e apelos, e os voltamos todos para o Criador. Então vai dar certo.

Pergunta: Victoria também escreve: “Senti que o Criador está aqui”. Como é quando uma pessoa sente que o Criador está aqui? Isso é uma ilusão?

Resposta: Não, o que ela sentiu estava correto.

Comentário: Mas uma pessoa não sabe o que é o Criador.

Minha Resposta: Não importa nada. Gradualmente, ela saberá. Assim como tudo em nosso mundo. Não sabemos e de repente começa a aparecer. Então começamos a nos acostumar com isso, atraí-lo, aproximá-lo, e pronto. É assim que começamos a nos familiarizar com esse fenômeno.

Pergunta: O verdadeiro sentimento quando uma pessoa pode dizer que o Criador está aqui é o sentimento das qualidades do Criador?

Resposta: Sim, quando Ele entra em uma pessoa. Há um certo brilho, um campo que aparece nas pessoas. Esta é a aparência do Criador para as pessoas.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 10/03/22

Comente