“Um Bom Tapa Para Nos Acalmar” (Medium)

Medium publicou meu novo artigo: “Um Bom Tapa Para Nos Acalmar

A última cepa está realmente transformando tudo o que sabemos sobre como lidar com a pandemia de cabeça para baixo. Ela é supercontagiosa, geralmente leve e nenhuma vacina parece proteger contra ela. Em suma, foram necessários dois anos de esforços sem precedentes e investimentos incomparáveis ​​e ela zombou deles. É apenas o tapa de que precisávamos para acordar de nossos esforços delirantes de manter nosso modo de vida anterior. Em vez de lutar uma guerra condenada, devemos colocar nossas cabeças juntas e projetar uma maneira mais segura e calma de viver.

Não considero o vírus uma doença; eu o considero uma cura. O processo de cura deve começar com um repensar sobre nossas vidas: o que queremos alcançar, o que nos fará felizes, o que verdadeiramente faz sentido em nossas vidas e como construir uma sociedade onde as pessoas não destruam os sonhos dos outros, mas os apoiem. que todos possam realizar seus sonhos, em vez de apenas alguns escolhidos, às custas de todos os outros.

O fato do vírus estar perturbando nosso modo de vida anterior é um presente da natureza para a humanidade. Estávamos nos afogando em arrogância e agora ele nos mostra nossos limites. Nada é mais saudável do que saber a verdade. Se você conhece a verdade, pode começar a construir melhor a partir dela. Mas se você não sabe quem você é e onde mora, tudo o que você fizer sairá torto e entrará em colapso.

Porque queremos mostrar a todos que somos os patrões, a natureza nos mostra quem é o verdadeiro patrão. Por essa razão, até que baixemos nossas cabeças e nos alinhemos com todos os outros elementos da criação, a natureza continuará a nos “explicar” a verdade com força e dor.

Na verdade, estamos testemunhando o colapso do nosso antigo estilo de vida. O fato da natureza estar destruindo-o é prova de que era insustentável. Se formos espertos, aceitaremos a dica e não tentaremos ir aonde a natureza não nos permitir.

Os governos já gastaram trilhões de dólares em pacotes de resgate e outros programas de socorro. Eles podem continuar fazendo isso e tirar proveito do fato de que as pessoas estão deixando seus empregos aos milhões todos os meses para instalar em todo o país, e até mesmo em todo o mundo, programas que repensam a sociedade humana. Em todos os níveis – pessoal, comunitário, nacional e internacional – devemos repensar a estrutura de nossa sociedade e nossas relações com os outros.

A ciência não derrotará o vírus. Ele sofre mutação mais rápido do que os cientistas podem desenvolver vacinas ou medicamentos. Mesmo se os cientistas conseguissem desenvolver novas vacinas a cada poucos meses, que tipo de vida seria se você tivesse que receber uma injeção de reforço contra uma nova variante três vezes por ano?

Pior ainda, esses vírus são nossos próprios criadores. Basicamente, somos sacos de micróbios que falam e existem tantos que ainda não conhecemos até que se tornem patogênicos. Se você considerar os vários casos de navios de cruzeiro cujas tripulações e passageiros estão totalmente vacinados, mas sofrem repetidamente de surtos, e o caso (totalmente bizarro) da estação de pesquisa polar cuja tripulação está totalmente vacinada, verificada com frequência, colocada em quarentena e localizada no Polo Norte, a centenas de quilômetros de outros seres humanos, mas dois terços deles repentinamente tiveram Covid, você perceberá que o vírus está dentro de nós, não fora de nós, e é aqui que precisamos encontrar a cura.

O elemento dentro de nós que é nocivo e gera todos os elementos nocivos na realidade é a nossa atitude. Nossa abordagem abusiva e exploradora de tudo e todos ao nosso redor deixa todos doentes. Ela distorce todos os níveis da realidade e os transforma de benignos em malignos.

Se você olhar para todas as outras partes da criação, não descobrirá que qualquer uma delas é má, mal-intencionada ou malévola. Todas as partes da natureza funcionam exatamente como a natureza as criou. Somos o único elemento que aspira conscientemente a receber mais do que precisamos, a negar aos outros o que precisam, e não para nos sustentarmos, mas pela alegria de fazer sofrer os outros e pelo sentimento de superioridade.

Porque queremos mostrar a todos que somos os patrões, a natureza nos mostra quem é o verdadeiro patrão. Por esta razão, até que baixemos nossas cabeças e nos alinhemos com todos os outros elementos da criação, a natureza continuará a nos “explicar” a verdade com força e dor.

Quando deixarmos de ser abusivos, não seremos abusados. Quando paramos de desejar mal aos outros, não sofremos os danos da natureza. Se buscarmos viver de forma tranquila e agradável com todos ao nosso redor, essa é exatamente a vida que teremos. Essa é a lição da natureza para a humanidade.

Comente