Para Sentir Amor, Você, Você Mesmo, Tem Que Amar

527.02Pergunta: O grande Cabalista do século XII, Rambam, compara o amor pelo Criador com o amor por uma mulher: “Como alguém apaixonado cuja mente não está livre por causa do amor por aquela mulher, e sempre permanece nela: se ele se senta ou se levanta ou come ou bebe. O amor pelo Criador deve estar no coração daqueles que O amam e nele permanecem sempre, visto que somos ordenados a amá-Lo sempre com todo o nosso coração e com toda a nossa alma”.

O rei Salomão também falou sobre isso. O que é esse estado de estar doente de amor?

Resposta: Esse sentimento não pode ser transmitido em palavras. O amor pelo Criador é manifestado na medida em que podemos nos relacionar com Ele corretamente.

Sentimos o Criador o tempo todo. À parte Dele, não há nada que nos afete. Isso se manifesta por meio de tudo que está ao nosso redor, e constantemente sentimos a manifestação do Criador em nós, mas não a entendemos.

O Criador está escondido por trás dessas sensações porque, uma vez que somos egoístas opostos ao Criador, não podemos senti-Lo. Como uma criança que não entende seus pais que a tratam com todo o seu amor, ela pensa que eles não querem dar a ela o que ela quer.

Do lado do Criador vem o amor absoluto por nós. Simplesmente sentimos quando nos relacionamos com Ele com amor. Na medida em que nossas direções coincidem, nessa medida, sentimos que o Criador nos ama.

Pergunta: O que significa com todo meu coração e com toda minha alma?

Resposta: Com tudo o que há em mim, tanto desejos quanto intenções.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 14/12/21

Comente