Eu Não Quero Ser Um Animal De Manada!

962.6Comentário: Você afirma que o mal-entendido de hoje entre pais e filhos decorre do fato de que os filhos têm almas mais desenvolvidas e seus desejos vêm de um estágio mais desenvolvido.

Minha Resposta: Claro. Os filhos de hoje exigem respostas para perguntas mais sérias do que as que seus pais fizeram. Seus pais estavam satisfeitos com a vida cotidiana e a religião, mas isso não é suficiente para os filhos. Eles estão interessados ​​no sentido da vida.

Eles não podem simplesmente seguir a sociedade; não podem apreciar a sociedade que lhes diz: “É assim que deve ser feito, é este o enquadramento, as relações sociais; é assim que se deve agir; isso é o que é aceitável”. Como diz o ditado: “Morra, mas mantenha as aparências”.

“Mas eu não quero existir para isso! Isso não me dá nenhuma satisfação. O que devo fazer? Viver apenas para ser como os outros, ou não, pior que eles, para se guiar por eles, para dar o exemplo deles?! Para ser um animal de rebanho?! Não posso!” Muitas pessoas se sentem assim hoje.

Como resultado, a nova geração sofre de problemas de depressão e uso de drogas. Portanto, aqueles que são incapazes de se submeter aos valores da sociedade burguesa vêm para a Cabalá. Um novo desejo os puxa precisamente para o desenvolvimento espiritual.

De KabTV, “Close-Up — Mistério da Esfinge”, 05/02/10

Comente