Campo De Bondade

600.01Nas Notícias (“O Abraço de Resgate”): “Em 1995, as gêmeas, Brielle e Kyrie Jackson, nasceram prematuras de 12 semanas. Cada uma pesava apenas cerca de 2 libras (900 gramas). Não se esperava que uma delas sobrevivesse.

“Com três semanas de vida, uma das gêmeas entrou em estado crítico. Sua frequência cardíaca estava disparando. Seu nível de oxigênio estava caindo rapidamente e ela estava ficando azul. As enfermeiras tentaram de tudo, mas nada funcionou. Elas estavam prestes a perdê-la.

“Então uma enfermeira, Gale Kasparian, decidiu colocar a gêmea mais forte ao lado de sua irmã na mesma incubadora, um procedimento novo que nunca havia sido feito antes nos Estados Unidos. A prática padrão naquela época era colocar bebês gêmeos em incubadoras separadas para reduzir o risco de infecção.

“Uma vez que as gêmeas estavam juntas, o bebê se aconchegou em Kyrie, a gêmea mais forte. Assim que Kyrie colocou o braço em volta da irmã, os sinais vitais, incluindo respiração e frequência cardíaca da irmã gêmea mais fraca, se estabilizaram instantaneamente. Eles chamam isso de abraço de resgate.

“Sem este abraço de resgate, o bebê gêmeo mais fraco não teria sobrevivido.

“O abraço ajudou a mudar a medicina nos Estados Unidos”.

Comentário: A partir disso alguns cientistas chegaram à conclusão de que se pudéssemos, com intenção tão pura e infantil, abraçar um doente ou tratar outra pessoa assim, não haveria doenças.

Minha Resposta: Em geral, isso é verdade. É necessário criar um campo de bondade no qual toda a humanidade será colocada. Então, é claro, não haverá problemas!

Pergunta: Então, este caso é realmente conclusivo? Tal calor natural puro?

Resposta: Aqui, sim. Existe natureza pura aqui.

Pergunta: Somos todos muito sujos e egoístas neste mundo. Podemos pelo menos nos aproximar desse estado?

Resposta: Não de uma forma fácil e natural. Precisa ser explicado e mostrado, e precisamos trabalhar com isso. Mas a humanidade tem outras ferramentas para perceber o mal de sua natureza egoísta. Em vez de afastar os outros, traga-os para mais perto e abrace-os. Podemos convencer as pessoas de que isso é para sempre, de que é necessário. A natureza nos dá esses exemplos.

Não haveria vida sem isso. Não é simples que uma vida nasça dentro de outra. O embrião deve ficar na mãe por nove meses. Que longo prazo! Quantas semanas? Quantos meses lunares?

Pergunta: O bebê está em tal estado, como esta irmã gêmea abraçando a outra? Ela está crescendo com tanto cuidado e calor?

Resposta: Sim. Além disso, deve haver a mesma relação cósmica, como a Lua e a Terra. Isso tudo vai de acordo com o calendário lunar, de acordo com os meses lunares. Antigamente, as mulheres tinham seu fluxo mensal usual todas juntas, ao mesmo tempo. Esse era o impacto da lua.

Então tudo isso foi obscurecido, o egoísmo foi dividido em muitas outras partes e isso não aconteceu mais.

Antigamente, o corpo feminino funcionava de acordo com a natureza em um único ciclo. E uma quebra egoísta posterior levou ao fato de que o relacionamento entre todos se tornou cada vez pior.

Pergunta: Como pelo menos chegar mais perto de tal estado? Eu realmente quero tratar outra pessoa assim.

Resposta: Precisamos entender que estamos em um único mecanismo, que somos nutridos por uma única força superior, e devemos levar em consideração que somente pelo relacionamento correto com ela chegaremos à correção de nossa própria natureza e do mundo inteiro, e descobrir o estado superior por nós mesmos.

Pergunta: Então podemos ter esse relacionamento um com o outro?

Resposta: Sim, claro. Sentiremos que estamos todos juntos no mesmo útero, que nos abraçamos, e que não há diferença ou distância entre nós.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 11/10/21

Comente