Aceitar Sem Quaisquer Condições

963.1Deixe-me estar em um estado em que não entendo e não consigo conectar os pensamentos e sentimentos que estou experimentando como resultado disso, sou como um vaso quebrado que foi quebrado em cacos separados, apesar disso, percebo esse estado – esses pensamentos e desejos, e minha existência nesta realidade – como recebidos do Criador. É por isso que eu tenho que me sentir como perfeito.

O Criador me dá um estado que, na minha opinião, é o pior estado possível, e não posso fazer nada com isso. Não tenho razão nem sentimentos para isso, mas aceito-o sem quaisquer condições apenas porque vem do Criador. Portanto, considero este estado perfeito e pertencente a um grau superior em relação ao que sou capaz de perceber em meus Kelim (vasos).

Então eu ascendo a este grau superior, o grau de doação, Bina, que é o grau de fé acima da razão.

Na minha opinião, isso é uma quebra completa porque não entendo nada e não consigo conectar um com o outro. Mas se acredito que este estado vem até mim do Criador, a única e perfeita força, o bom que faz o bem, eu me estabeleço em relação a esse absoluto e me exponho cada vez mais à influência da luz superior, à influência de Biná.

Gradualmente, começo a entender e sentir porque o Criador organizou este trabalho para mim para que eu possa me elevar do desejo de receber, de todos os problemas que tenho, ao desejo de doar, deste mundo para o mundo espiritual superior. É assim que eu subo para o próximo grau e como avanço em direção ao estado de fé. Apesar de ainda não sentir isso em meus Kelim, já estou abrindo espaço para esse conceito.

Tudo isso porque não esqueço a verdade simples: tudo o que recebo agora vem até mim do Criador, tanto a sensação deste mundo quanto a sensação do desejo de doar.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 18/01/22,, “Fé Acima da Razão”

Comente