Como Tornar Ricos E Pobres Iguais?

600.02A liberdade é o direito à desigualdade. Igualdade (se for entendida de forma mais ampla do que o termo jurídico puramente formal – “direitos iguais”) e liberdade são coisas incompatíveis. Por natureza, as pessoas não são iguais, a igualdade só pode ser alcançada através da violência, que será sempre um alinhamento ao nível mais baixo.

É possível igualar os pobres aos ricos, mas apenas tirando dos ricos sua riqueza. É possível igualar o fraco ao forte, mas apenas tirando do forte sua força.

É possível igualar o tolo ao inteligente, mas apenas transformando a sabedoria da dignidade em uma mancha.

A sociedade de igualdade universal é uma sociedade dos pobres, dos fracos e dos tolos, baseada na violência. (Nikolai Berdyaev)

Minha Resposta: Isso é o que tentaram construir em seu país. Mas é impossível. Com isso, você priva uma pessoa da oportunidade de seguir em frente. Afinal, ele se avalia em relação aos outros. E se não há competição, há degradação.

Sou a favor da competição, mas da competição boa e correta, para que você seja melhor do que ele, e ele seja melhor do que você. E fica cada vez melhor, melhor e melhor, mais gentil, mais inteligente e assim por diante. Então você gostaria de se tornar o mesmo e ainda mais do que isso.

Pergunta: Isso é bom?

Resposta: Claro. Veja o que você estimula com isso. E a competitividade de hoje é destrutiva. Pergunte às pessoas: quem elas reconhecem como grandes pessoas? Elas vão te dizer: funcionários, bilionários, e é isso.

Pergunta: Por que a humanidade tem esse sonho o tempo todo de chegar a uma sociedade de iguais?

Resposta: Porque é a única esperança. E todas as outras sociedades são feias. Estou falando teoricamente. A natureza luta pelo equilíbrio. A natureza abomina o vácuo. E queremos chegar a essa igualdade.

Pergunta: Mas é impossível. Ou é possível?

Resposta: O que encontramos, por outro lado, é impossível. Mas! O homem pode se elevar acima da natureza e equilibrá-la. Para garantir que todos sejam felizes – cada um por si, por direito próprio – e que todos sejam iguais, cada um a seu modo. Ou seja, o problema das definições começa aqui: como a incompatibilidade pode ser compatível? Devemos aprender isso.

Pergunta: Ou seja, seremos iguais na felicidade que sentiremos?

Resposta: Se eu pensar na felicidade dos outros, alcançarei minha própria felicidade.

Pergunta: É isso que você chama de sociedade de iguais?

Resposta: É uma sociedade de equilíbrio.

Pergunta: Mais uma vez: a definição de felicidade para você, se possível?

Resposta: Felicidade é quando posso fazer os outros felizes. Inacreditável?

Comentário: Ao mesmo tempo é impossível. Mas as pessoas se sentirão bem e calorosas ao ouvi-lo.

Minha Resposta: Porque é agradável para elas que as pessoas ao seu redor sejam gentis com elas. É bom para uma pessoa egoisticamente. Mas, na verdade, é muito difícil se tornar assim.

Pergunta: Mas é necessário?

Resposta: Logo descobriremos que é necessário.

Comentário: Você fica dizendo que de uma forma ou de outra, a humanidade chegará a isso.

Minha Resposta: É um futuro brilhante para toda a humanidade.

Pergunta: Então, de uma forma ou de outra, mais cedo ou mais tarde, chegarei ao ponto em que serei feliz porque faço os outros felizes?

Resposta: Sim, essa é precisamente a definição correta de felicidade. É caracterizada por uma sociedade equilibrada.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 30/09/21

Comente