“Tempo Para Alguma Sobriedade” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “Tempo De Alguma Sobriedade

Recebi um e-mail de uma mãe preocupada que escreveu o seguinte: “Hoje, os adultos também são inseguros e medrosos. Como podemos criar filhos para serem confiantes? Em que podemos confiar? As leis são quebradas, a moral básica não existe, mentiras, pornografia e sujeira estão por toda parte, e todos estão com raiva e atormentados pela vida”.

Ela está certa, tudo está corrompido hoje, a moral não existe e a pornografia, a sujeira e a mentira são a nossa realidade diária. O que ela não percebe é que nunca houve tempos melhores. Sempre fomos corruptos; isso é muito mais evidente hoje.

Pode ser assustador assistir, mas a sobriedade que devemos suportar é uma oportunidade para romper a poluição que nos cegou e obstruiu nossos corações e mentes. Agora podemos finalmente nos abrir para a verdadeira solução para todos os nossos problemas.

Somente quando sentirmos que não temos escolha a não ser mudar, concordaremos em dar os passos necessários. No caso da depravação social de hoje, a única solução é a educação para a consideração e responsabilidade mútua. Pode parecer impossível, mas também não persiste na situação atual, que só está piorando, de modo que parece que não temos outra escolha.

Não deve ser uma educação obrigatória, como era praticada na Rússia comunista. A educação para a bondade e consideração deve vir da compreensão de que não temos outra escolha se quisermos uma sociedade que funcione.

O primeiro passo para mudar a sociedade para melhor é a compreensão, por uma massa crítica de pessoas, de que a situação atual não pode continuar como está. Depois disso, as pessoas ficarão mais atentas a uma mensagem de consideração mútua, gentileza e outras ideias que exigem pensar positivamente nos outros.

Além disso, é imperativo que o processo ocorra em um nível social e não em um nível pessoal. Uma pessoa sozinha não pode mudar o seu comportamento para melhor se o ambiente social for negativo. Mas se uma comunidade inteira decidir mudar, nada vai impedir.

Não há dúvida de que todos finalmente perceberão que precisamos mudar a nós mesmos para melhorar a situação. A única questão é quanto tempo levaremos para perceber que não podemos deixar de trabalhar em nós mesmos. Pode levar muito tempo, com muitas dificuldades ao longo do caminho, ou pode ser muito rápido se percebermos que não podemos melhorar nossa vida a menos que melhoremos a nós mesmos.

Um processo educacional não significa sentar em uma classe na frente de um professor ou algo assim. “Educação” significa aprender sobre a natureza humana, sobre a interconexão do mundo e sobre como todos nós afetamos uns aos outros. Como resultado, perceberemos que devemos ter cuidado para não prejudicar uns aos outros porque, quando prejudicamos os outros, prejudicamos a nós mesmos. É um processo de aprendizagem, mas deve vir junto com o viver nossas vidas e mudar à medida que avançamos, melhorando gradual e mutuamente nossa relação com os outros.

O primeiro passo para uma mudança positiva, portanto, é a consciência de nossa situação. O próximo passo é desenvolver consideração mútua e, finalmente, cuidado mútuo.

Comente