Os Melhores Anos Da Vida

294.2Pergunta:  Alguns pesquisadores consideram as idades entre 30 e 34 anos os melhores anos da vida de uma pessoa. Cerca de 45 a 55 pessoas experimentam o maior estresse, que pesa muito sobre elas. As pessoas se sentem satisfeitas antes dos 45 anos e depois dos 55. Aos 75, a curva de satisfação cai drasticamente. Surpreendentemente, quase nenhum dos entrevistados classificou a infância como os melhores anos de suas vidas.

Qual período da vida você chamaria de melhor?

Resposta: Eu tenho uma escala de medição diferente, valores diferentes, então não posso dizer. Não é infância, juventude, adolescência, nem quando adulto. Os melhores anos foram quando conheci meu professor, quando eu era completamente independente financeiramente e só podia trabalhar no meu crescimento espiritual.

Comentário: Isso determina os melhores anos, embora tenha sido um período de subidas e descidas.

Minha Resposta: Mas elas eram espirituais, não de qualquer outro tipo. Elas não eram físicas ou materiais.

Pergunta: Então, quando uma pessoa determina o propósito de sua vida, o melhor período de sua vida começa e continua a partir desse momento?

Resposta: Sim, e a idade não importa.

Pergunta: Isso continua indefinidamente?

Resposta: Eu acredito que sim. Este período ainda não passou para mim. Espero que não acabe antes do fim da minha vida. Ainda estou planejando algo, esperando coisas etc. Nesse sentido, estou em certa vantagem em relação à maioria das pessoas que determinam o que é bom e o que é ruim.

Acredito que uma pessoa deve alcançar tal atitude perante a vida, mesmo levando em consideração toda a situação que existe ao seu redor, e onde é geralmente feliz. Se ela se apega a alguns valores duradouros, podemos dizer que é feliz.

Pergunta: E não importa se as doenças a acometem ou Deus sabe o que mais acontece?

Resposta: Sim. Ela se relaciona com o governo superior, portanto, isso não a machuca nem a destrói, ela não cai. Ela percebe isso como uma condição necessária para seu maior crescimento interior.

Pergunta: Em outras palavras, este é um bom conselho para uma pessoa: encontre algo eterno e indelével, apegue-se a ele, e não haverá período bom ou ruim na vida?

Resposta: Não. Não depende de nós, depende da raiz da nossa alma. Não temos do que reclamar. Devemos simplesmente tentar, em quaisquer circunstâncias que se manifestem, manter um certo curso de realização de nosso programa interno.

Pergunta: Podemos dizer que cada pessoa tem seu propósito de vida? Como podemos determinar isso?

Resposta: Percebendo a raiz da sua alma. Porque o corpo e todo o ambiente que nos rodeia só existem para supostamente interferir em nós, mas, na verdade, é para que nos realizemos, realizemos nossa raiz espiritual. Isso é dado a todos. Mas só se a pessoa quiser.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 21/10/21

Comente