O Objeto De Pesquisa É O Homem

214O problema da ciência moderna é que atingimos um limiar em que podemos sentir, complementar e controlar nossos sentidos. É por isso que todos os cientistas dizem que a ciência atingiu seus limites.

E a Cabalá diz que em nossos cinco sentidos praticamente atingimos o limite, que não podemos mais ver nada além dele. Não precisamos inventar novos dispositivos que só podem expandir ligeiramente nossos órgãos sensoriais, mas expandir os próprios sentidos.

A ciência não pode fazer isso porque lida apenas com adição mecânica a uma pessoa. Precisamos mudar o próprio homem, desenvolvê-lo um pouco por dentro. Isso é o que a Cabalá faz.

Portanto, chegamos à conclusão de que a Cabalá deve substituir as ciências como sua continuação e dar uma resposta sobre como expandir os limites de nossa realização e chegar a um estado em que possamos desenvolver uma pessoa para que ela atinja maiores profundidades da natureza.

Na Cabalá, o objeto de estudo é o próprio homem. Ele pode medir suas mudanças por seus próprios instrumentos, que estão dentro e não fora dele.

De KabTV, “Uma Conversa sobre Ciência”

Comente