Não Sofrimento, Mas Felicidade

281.02Comentário: A maioria das pessoas vem para a Cabalá por causa do sofrimento. À medida que nos engajamos na Cabalá e nos elevamos acima do nosso egoísmo, começamos a olhar para tudo de um ângulo diferente.

Acontece que o sofrimento continua o mesmo, apenas olhamos de forma diferente, mas os problemas não desaparecem.

Minha Resposta: Se você começar a considerar os problemas emergentes não como sofrimento, mas, ao contrário, como um meio para atraí-lo ao Criador, para o objetivo mais elevado, então por que tratá-los como sofrimento? Esses são estados que o impulsionam em direção ao desenvolvimento.

Mas o que mais?! Afinal, você é puro egoísmo. Bem, como você pode ser empurrado para a frente, se não por uma pancada?

Comentário: Embora eu perceba o sofrimento de forma diferente, ele ainda permanece.

Minha Resposta: Não, não permanece. Você vê isso de maneira diferente, mudou seu ponto de vista. Em breve, em vez de sofrimento, parecerá que isso não é sofrimento, mas felicidade. Afinal, tudo depende do propósito a que se destina e a que vincula você.

Digamos que uma pessoa trabalhe muito e cava um buraco fundo, mas se ela ganhou um milhão de dólares por esse trabalho, isso não é mais sofrimento. Esta é uma oportunidade de subir ao próximo nível. Mas ela continua, ela deveria cavar este buraco? Sim, ela deveria.

Você está olhando para a condição ou para o resultado? Ao estudar Cabalá, você se apega ao resultado e vê o que está ganhando ao mesmo tempo, a recompensa. Você está incluído na luz, na eternidade, no infinito, fora do seu estado estreito. Então tudo muda para você.

Mas este mundo está mudando com você? Sua visão muda. Você começa a entender a profundidade de sua estrutura, por que tudo acontece assim, e você justifica o que está acontecendo. Mas o próprio mundo não muda. Então ele também mudará.

De KabTV “Videoconferência”

Comente