Eu, O Grupo, O Criador

Pergunta: Pedir ao Criador significa pedir aos amigos?

Resposta: Não. Pedir ao Criador e pedir aos amigos não é a mesma coisa. O Criador não é um amigo. Dizemos: “Eu, o grupo, o Criador”, o que significa que devo conectar esses três parâmetros e tentar ver que eles são interdependentes.

Imagine que, assim como você estabelece relacionamentos com os amigos, também estabelece um relacionamento com o Criador. Você precisa da força de doação a fim de estabelecer as relações corretas com os amigos, e eu peço ao Criador por esta força.

Primeiro, devo me conectar com o Criador, mas não tenho o poder para fazer isso, então me volto ao Criador (1) a fim de receber Dele o poder para me conectar (2).

Não faz diferença como me volto ao Criador, mas preciso dessa força para me conectar com os amigos, porque sem ela, não serei capaz de estabelecer nenhuma conexão com eles. Eu sou um individualista e não quero nenhum vínculo com ninguém. As pessoas que alcançam a sabedoria da Cabalá são individualistas absolutos.

Meu pedido ao Criador é de receber Dele o poder de se unir ao grupo (3). Com este poder eu me volto ao grupo, recebo sua influência e, assim, encontro o Criador. Funciona assim (linha verde no desenho).

Primeiro eu uso o Criador para ter o poder de me conectar, e então já o descubro como o Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 13/02/19

Comente