“A Previsão Para Os Jovens – Clima Severo E Ansiedade” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “A Previsão Para Os Jovens – Clima Severo E Ansiedade

Um extenso estudo entre jovens de 16 a 25 anos revelou que eles estão ansiosos quanto ao futuro, e com razão. A pesquisa, cujos autores afirmam ser “a maior e mais internacional pesquisa sobre ansiedade climática em jovens até hoje … mostra que os fardos psicológicos (emocionais, cognitivos, sociais e funcionais) das mudanças climáticas estão afetando profundamente muitos jovens ao redor do mundo. Além disso, é o primeiro estudo a oferecer uma visão sobre como a percepção dos jovens sobre as respostas dos governos às mudanças climáticas está associada às suas próprias reações emocionais e psicológicas”.

Na seção “Implicações de todas as Evidências Disponíveis”, os autores escrevem: “A angústia sobre a mudança climática está associada ao fato de os jovens perceberem que não têm futuro, que a humanidade está condenada, que os governos não estão respondendo adequadamente e com sentimentos de traição e abandono por parte de governos e adultos. Esses são estressores crônicos que terão implicações negativas significativas, duradouras e incrementais na saúde mental de crianças e jovens. O fracasso dos governos em abordar adequadamente as mudanças climáticas e o impacto sobre as gerações mais jovens constituem um dano potencialmente moral. As nações devem responder para proteger a saúde mental de crianças e jovens, envolvendo-se em ações éticas, coletivas e baseadas em políticas contra as mudanças climáticas”.

Admiro a abordagem proativa, mas se ela permanecer no nível da supressão de operações percebidas como prejudiciais ao clima, nada mudará. O clima não vai melhorar e a ansiedade dos jovens não terá alívio. Lidar com cada problema separadamente é como tentar parar um sistema de esgoto que está transbordando, vedando cada tampa de bueiro separadamente, em vez de fechar a válvula que está causando a inundação. Da mesma forma, para resolver a crise climática, devemos ir às suas origens e consertar o que está quebrado.

O clima não é um sistema separado; faz parte do ecossistema global onde vivemos. O sistema é construído como uma pirâmide de níveis que funcionam harmoniosamente e de forma interdependente. Se a harmonia for obstruída em um nível, todos os níveis abaixo dele serão afetados adversamente. No topo da pirâmide está o homem, é claro. Portanto, toda obstrução na sociedade humana afeta toda a pirâmide, todo o ecossistema, ou simplesmente: o mundo inteiro.

Embora o nível humano nunca tenha sido harmonioso, nas últimas décadas ele foi totalmente disfuncional. Pior ainda, está crescendo mais a cada hora. Não é de admirar que os jovens não tenham fé nas gerações mais velhas; eles veem o tipo de mundo que deixamos para eles e não estão felizes com isso. Se quisermos ajudá-los, o mínimo que podemos fazer é apontar para o verdadeiro problema: a sociedade humana.

Todos os fenômenos negativos, em todos os níveis, são ramificações de nossas relações disfuncionais na sociedade. Tempestades, incêndios, terremotos e erupções vulcânicas, vírus nocivos, abelhas moribundas e, claro, fome e guerra, são todas projeções de nossas relações desarmônicas que escorrem pela pirâmide e envenenam todos os níveis.

Portanto, se quisermos mudar o mundo, devemos mudar nossa sociedade. Além disso, devemos estimular a geração mais jovem a liderar o processo, pois no final são eles que estarão aqui amanhã.

Se construirmos uma sociedade que privilegia a unidade e a solidariedade em detrimento da individualidade e da competição, irradiaremos essa mentalidade positiva por todo o sistema, da mesma forma que atualmente projetamos o contrário. Em vez de arruinar a natureza, devemos aprender com seu exemplo, ver como ele funciona por meio de conexão e colaboração e construir nossa sociedade da mesma forma.

Não precisamos consertar nada além de nossas próprias relações rompidas e cheias de ódio, já que nada mais está quebrado. Quando nos tornarmos harmoniosos uns com os outros, começaremos a projetar harmonia por todo o sistema e tudo se acalmará.

Comente