Você Não Pode Fugir Do Criador!

610.2Comentário: No Yom Kippur, há uma tradição de ler a história do profeta Jonas, que esclarece a responsabilidade de todo o povo de Israel, especialmente aqueles que aspiram à realização espiritual, de se corrigirem e passarem isso aos outros.

Minha Resposta: Essa é uma história sobre como o Criador instruiu o profeta Jonas a ir à cidade de Nínive para salvar as pessoas, ou seja, para resgatá-las do egoísmo. Jonas não quis ir lá, pegou um navio e navegou para o mar.

O Criador trouxe uma tempestade ao mar e, para salvar o navio, os marinheiros começaram a procurar quem era o responsável. No porão do navio, eles encontraram Jonas dormindo pacificamente e perguntaram-lhe: “Como você pode dormir pacificamente? Estamos afundando! O que devemos fazer?” Ele respondeu: “É por minha causa. Se quiserem que a tempestade diminua, me joguem no mar”.

Os marinheiros não tiveram escolha senão fazer isso, e o mar imediatamente se acalmou. Jonas foi engolido por um grande peixe que o trouxe até a costa perto da cidade de Nínive.

Ele veio a esta cidade e cumpriu o que o Criador ordenou que ele fizesse, para tornar justos todos os habitantes de Nínive, isto é, para transformar suas más relações em boas.

Pergunta: Isso significa que ele não poderia escapar de seu dever?

Resposta: O homem nunca será capaz de fugir do Criador! É óbvio.

Cada um tem sua missão de fazer boas ações no mundo. Ele deve fazer isso e não fugir de seus deveres. Isso é o que Yom Kippur (o Dia da Expiação) simboliza para nós, ou seja, a parte da Torá chamada de “O Livro de Jonas”.

Existe um programa da criação, e se um desejo de correção foi despertado em uma pessoa e ela iniciou este processo, é impossível fugir.

De KabTV, “Estados Espirituais”

Comente