Pessoas Preguiçosas Fazem O Mundo Girar

565.02Pergunta: Alguns cientistas dizem que quando estamos entediados, o cérebro entra em um modo de operação em que pode conectar eventos ou ideias que nunca teriam ocorrido se não estivéssemos entediados, e que isso estimula a criatividade.

Se Newton não tivesse sido preso pela peste, se não estivesse tão entediado, provavelmente não teria tido tempo de ver uma maçã cair e criar sua própria lei da gravitação universal. Saindo do tédio, Einstein uniu os conceitos de tempo e espaço. E assim por diante.

Quando estamos entediados, sonhamos. Estamos, por assim dizer, isolados do mundo racional real e isso nos permite conectar coisas que pareciam impossíveis de conectar. O que você acha desse paradoxo?

Resposta: É bom ficar entediado, não tenho dúvidas. Em geral, o mundo se move graças a pessoas preguiçosas. Isso é paradoxal.

Pessoas preguiçosas movem o mundo adiante. Como elas não têm nada para fazer, não estão sobrecarregadas com nada, não são pressionadas e, se elas são pressionadas, não faz muito sentido. É por isso que elas são muito boas em ter essas ideias e, geralmente, fazer tudo da maneira que querem para não ficarem entediadas.

Pergunta: Assim, o tédio nos faz realmente construir um mundo mais brilhante?

Resposta: Sim, porque não o estamos construindo com base em nossas necessidades egoístas, mas apenas por causa do tédio.

Se fizéssemos tudo assim, você pode imaginar o que teria acontecido? Jamais inventaríamos bombas ou qualquer coisa que pudesse nos prejudicar.

Porque, por causa do tédio, você faria algo fácil que ajudasse a humanidade.

Pergunta: E haveria comida suficiente para a humanidade?

Resposta: Claro!

Pergunta: Ou seja, em princípio, você acha que uma pessoa preguiçosa poderia inventar meios de produção de tal forma que tudo bastasse para todos?

Resposta: Deite-se no sofá (seja um viciado em sofá) e está tudo bem.

Pergunta: Você sabe quantas pessoas discordam de você?

Resposta: Elas não vão concordar porque se dirigiram a um mundo físico onde tudo depende de conexões egoístas rígidas entre si. Onde tudo é construído não para ajudar uns aos outros, mas para interferir uns nos outros. E esses atritos, impossibilidades e mal-entendidos criam obstáculos nas relações entre nós que provavelmente gastamos 99% de nossos esforços para superar os atritos. E esse processo não faz sentido.

Pergunta: É por isso que há trabalho duro, esforço duro?

Resposta: Claro. Portanto, há uma maldição na Torá: “No suor da sua testa você ganhará o seu pão”. Por quê? Porque você vai mergulhar no egoísmo.

E se você não tivesse despertado este poder, foi dito ao chamado primeiro homem, você teria vivido no paraíso.

Portanto, dou as boas-vindas à nova geração, porque essa é realmente uma geração de pessoas preguiçosas. Elas não querem nada! “Você me dá uma fatia de pizza, um copo de coca-cola e meu telefone”. E isso é tudo. De quanto uma pessoa precisa? Vê como é fácil? E tudo o mais está dentro, nela.

Pergunta: Existe um mundo inteiro nela? Realmente digno de respeito?

Resposta: Esse é um mundo baseado em conexões. Claro, as conexões são superficiais. Mesmo assim, elas proporcionarão uma oportunidade de conexão em níveis elevados. Tenho certeza que sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman” 10/06/21

Comente