Integralidade Do Sistema Geral

275Pergunta: Existem centenas de abordagens de gestão, mas se forem integradas, quatro abordagens podem ser distinguidas: administrativa, científica, industrial e humana.

Em que nível uma parábola pode ser aplicada na governança? Ou é possível considerar tudo em um complexo, começando pelo nível superior e terminando no nível inferior?

Resposta: É melhor considerar abordagens de gestão em um complexo, porque vivemos em uma natureza integral e interconectada. Mas, uma vez que somos personalidades tão egoístas, dispersas e individuais, não vemos a existência integral de todo o sistema.

O sistema é um, a natureza é uma. Como surgiu de um projeto de criação, do Big Bang, ele se desenvolveu a partir de uma fonte.

No entanto, vemos a natureza na forma de sistemas dispersos porque a dividimos de acordo com nossas pequenas capacidades mentais e psicológicas, porque elas não estão interconectadas.

Mas assim que começarmos a nos unir em um sistema comum, digamos, mesmo em uma dezena, teremos uma abordagem completamente diferente, uma visão da natureza, e a perceberemos como um sistema interconectado no qual não há divisão em psicologia, zoologia e tudo mais. É um todo comum.

Portanto, dividir o gerenciamento em pessoas, máquinas, programas, recursos etc., é completamente errado. Agora fazemos isso em vista da fraqueza de nossa abordagem. Mas se dominarmos a abordagem integral, veremos nela uma interação totalmente completa de todo o sistema.

Ele será descrito pelas mesmas ações e equações, não importa o que elas significam: ou um processo tecnológico, o fluxo de alguns recursos ou a combinação de programações da sociedade. Isso não importa. Isso tudo é um todo comum, como no corpo, um órgão não pode se destacar dos outros, ainda está ligado aos outros e trabalha junto com eles.

Portanto, um sistema de controle real deve incluir tudo e não ser a soma de vários subsistemas. Acho que vamos revelar isso como um todo.

De KabTV, “Ciência da Gestão”

Comente