Um Caminho Difícil Para Disseminar A Sabedoria Da Cabalá

214Comentário: Baal HaSulam foi além da estrutura do Cabalista geralmente reconhecido ao se envolver em amplas atividades públicas. Ele se reuniu com figuras públicas e escreveu artigos que nenhum Cabalista havia escrito antes.

Minha Resposta: Baal HaSulam tentou anunciar, disseminar e espalhar a sabedoria da Cabalá de todas as maneiras possíveis. Ele se encontrou com muitos outros Cabalistas, cientistas, estadistas e pessoas comuns. Ele viajou para a Polônia durante as manifestações do Dia de Maio para de alguma forma usar o entusiasmo dos trabalhadores poloneses e dizer-lhes o que eles poderiam trazer ao nosso mundo e como mudar suas vidas com a ajuda da sabedoria da Cabalá. De modo geral, ele fez tudo ao seu alcance para disseminar a sabedoria da Cabalá.

O Rabash era muito mais modesto e em um nível muito inferior. Ele viveu em uma época em que já havia uma grande força de resistência e, para ser franco, ele realmente não enlouqueceu. Eu cresci ao lado dele e vi como suas ações eram limitadas.

Quando ele faleceu, continuei seu legado e estabeleci para mim mesmo o objetivo de disseminar a ideia da sabedoria da Cabalá tanto quanto possível em todas as línguas e em todo o mundo, na Internet e sempre que possível, sem prestar atenção a qualquer oposição que possa encontrar. Mesmo se o mundo inteiro me amaldiçoar, eu ainda farei isso. Portanto, apesar da resistência do mundo, ainda estou aqui.

Comentário: Mas por outro lado, o Rabash ainda foi um grande revolucionário como seu pai. Ele aceitou quarenta alunos totalmente não religiosos.

Minha Resposta: Sim, mas ele fez isso de forma suave, não tão duramente. Foi um grande passo adiante.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/03/19

Comente