“Qual É O Papel Dos Dez Mandamentos Hoje?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Qual É O Papel Dos Dez Mandamentos Hoje?

Os dez mandamentos representam os desejos de nos conectarmos positivamente entre nós e com nossa fonte comum.

A Entrega da Torá ocorre no pé do Monte Sinai depois que o povo de Israel aceita a condição de Arvut (garantia mútua) —para ser unido “como um homem com um coração”.

O Monte Sinai representa uma enorme quantidade de ódio (“Sinai” deriva da palavra hebraica para “ódio” [“Sinah”]), enraizada em nossa qualidade egoísta egocêntrica. Podemos nos elevar acima do imenso ego e ódio, que nos separa uns dos outros e causa todos os males do mundo, se seguirmos um único pequeno desejo que deseja apenas amar, doar e conectar-se positivamente. Esse pequeno desejo é chamado de “ponto no coração” na sabedoria da Cabalá: um pequeno desejo por espiritualidade dentro de nosso “coração”, que representa a totalidade de nossos desejos egoístas. Na Bíblia, este ponto é chamado de “Moisés”, que em hebraico é “Moshe”, uma vez que este ponto “atrai” ou nos “puxa” (“Moshech” em hebraico) para fora de nosso ego divisivo e para a qualidade espiritual harmoniosa de amor, doação e conexão positiva.

O Monte Sinai é uma quantidade gigantesca de ego e ódio, semelhante à Torre de Babel, mas maior porque está em um grau posterior de crescimento egoísta. O povo de Israel no pé do Monte Sinai significa que estamos prontos para nos elevar acima de nosso ego divisivo a fim de nos unir. Em outras palavras, concordamos em unir partes de nossos egos individuais em uma grande massa, e não temer, mesmo que seja uma grande quantidade de ódio, porque nosso foco está inteiramente no desejo de nos conectarmos positivamente com um amor mútuo e cuidado por outro alguém acima de nossos impulsos egoístas que nos consome, o que nos faz querer fazer tudo, menos nos conectar de tal maneira.

Quando nos unimos dessa forma, formamos uma demanda pela revelação da qualidade espiritual – amor e doação – em nossa unidade. A tendência de união forma uma verdadeira necessidade da qualidade espiritual de amor e doação para habitar entre nós, o que na sabedoria da Cabalá é chamado de “Kli” (“Vaso/ferramenta/receptáculo”) para espiritualidade. Ou seja, quanto mais nos direcionamos para nos conectarmos uns aos outros, mais descobrimos que nosso ego está resistindo à conexão, e esse movimento dual finalmente nos leva a uma verdadeira necessidade da qualidade espiritual de amor e doação para habitar em nossa conexão, uma vez que cada vez mais descobrimos que, sem essa força, nosso ego nos bloqueia para sempre uns dos outros. Está escrito que “Do amor dos seres criados, passamos a amar o Criador”. Assim, aceitamos a condição de “Ame o seu próximo como a si mesmo” e, ao fazer isso, descobrimos as leis da conexão espiritual que os dez mandamentos descrevem.

Com base na primeira parte da Lição Diária de Cabalá em 3 de junho de 2014, Shamati # 66 “A Entrega da Torá”.
Escrito/editado por alunos do Cabalista Dr. Michael Laitman.

Comente