“Quem Era A Multidão Mista Em Êxodo 12:38?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Quem Era A Multidão Mista Em Êxodo 12:38?

Podemos dividir uma nação – dentro e fora de uma pessoa – em três partes. Aqueles que aspiram ao Criador são chamados de “Israel (Yashar-Kel).” Os chamados “egípcios” não têm interesse na espiritualidade e, em vez disso, lidam com suas vidas corporais. A multidão mista é formada por aqueles que, por um lado, temem o Criador, mas, por outro lado, tentam usar sua conexão com o Criador de forma egoísta.

A maioria das pessoas acredita no Criador ou em alguma força superior. Existem vários métodos e ensinamentos que expressam o desejo da pessoa pelo Criador. Até os ateus têm um ponto interno que aspira à conexão com o Criador e define seu raciocínio mais íntimo para a existência.

As pessoas são divididas em dois tipos. Um tipo define as pessoas ligadas às religiões e outros métodos de fé que usam sua conexão com o Criador a fim de ganhar confiança e sucesso nesta vida. O outro tipo define aquelas que desejam descobrir sua conexão com o Criador nessa vida. Elas exigem a revelação do Criador e desejam descobri-Lo em si mesmas. Querem revelar uma camada adicional de realidade acima dos níveis inanimado, vegetal, animal e humano, que percebemos através dos cinco sentidos.

Nossa aspiração espiritual mais profunda pode ser realizada por meio do método da Cabalá. Ele nos leva à sensação da maior força governante da realidade, que tudo determina. A sabedoria da Cabalá pode nos preparar para tal realização enquanto estivermos vivos neste mundo.

Como, então, as pessoas consideradas “uma multidão mista” podem temer o Criador – a qualidade de amor e doação absoluto – quando sua única aspiração é servir a si mesmas?

Podemos usar nossa conexão com o Criador de forma egoísta ou altruísta. Uma conexão egoísta com o Criador nos posiciona como consumidores em relação ao Criador. Ela nos faz exigir constantemente a realização objetiva como resultado de tal conexão. É apenas uma continuação de nossa inclinação inerentemente egoísta para a vida. Enquanto visamos o Criador de forma egoísta, aceitamos que existe uma força abrangente na realidade que tememos, mas conscientemente exigimos uma recompensa por tal reconhecimento. Esperamos ser recompensados ​​nesta vida e/ou na chamada vida após a morte. Esse relacionamento egoísta com o Criador é chamado de “multidão mista”.

Os egípcios (na Torá) simplesmente desejam uma boa vida com ou sem conexão com o Criador. Essa é a atitude de simples consumidor que observamos neste mundo. Eles podem observar certos mandamentos e certas ações, mas não para se tornarem completamente altruístas, ou seja, para realizar o principal mandamento de “Ame o seu próximo como a si mesmo”.

A multidão mista são desejos egoístas que rejeitam o êxodo do Egito, ou seja, de sair do ego egoísta e viver uma vida de amor, doação e conexão positiva com os outros. Eles não podem cruzar o Mar Vermelho e querem voltar para o Egito. Eles fazem o que podem para impedir aqueles que querem escapar da escravidão no Egito, ou seja, aqueles controlados pelo ego. Eles vivem em paralelo com aqueles que se esforçam para se tornar tão altruístas e amorosos quanto o Criador.

Aqueles no caminho de se tornarem altruístas e amorosos como o Criador precisam encontrar no caminho aqueles desejos chamados de “multidão mista”, porque esses desejos, em última análise, nos ajudam a distinguir nosso verdadeiro desejo de conexão com o Criador de outros: que não desejamos nenhuma recompensa egoísta, mas que todo o contentamento e bondade serão em prol do Criador.

Em cada pessoa de cada nível espiritual, um amplo espectro de desejos aparece. Podemos aprender como usar esses desejos e classificá-los com a ajuda de fontes Cabalísticas, ou seja, separar as qualidades de Malchut (recepção) e Bina (doação) e elevar o valor das qualidades de doação sobre as de recepção. Isso é feito engajando-se em um ambiente de apoio espiritual, onde pretendemos nos conectar positivamente uns aos outros para nos tornarmos tão altruístas e amorosos quanto o Criador.

Baseado em uma conversa com o Cabalista Dr. Michael Laitman e Michael Sanilevich, “Estados Espirituais: Multidão Mista” 01/04/21
Escrito/editado por alunos do Cabalista Dr. Michael Laitman.

Comente