Sempre Novo

231.01As pessoas seguem os mandamentos religiosos com grande entusiasmo porque sentem grande apoio por seu desejo de receber prazer; elas estão dispostas a se esforçar para receber recompensas neste mundo e, o mais importante, no mundo futuro, para sempre. Portanto, uma pessoa está pronta para trabalhar todos os anos de sua vida para receber a vida eterna.

Mas como uma pessoa pode evitar a vergonha de receber tal coisa, a fim de não trabalhar para o Criador por interesse próprio? É por isso que toda a realidade foi criada, para que pudéssemos trabalhar nela e em vez de sermos recompensados ​​pelo nosso trabalho, o próprio trabalho nos dê novos órgãos de percepção que nos permitem entrar no mundo, o todo do qual é uma recompensa.

A Cabalá nunca pode se tornar uma religião porque um Cabalista passa por mudanças o tempo todo. A religião se baseia em atitudes rígidas que não podem ser mudadas, em dogmas dos quais não se pode desviar, que definem claramente tudo o que precisa ser feito.

E a Cabalá, em sua essência, como um método de avanço até o Criador, pressupõe mudanças constantes em uma pessoa. Cada vez, o Criador é novo, e eu sou novo, com um novo relacionamento, um novo grupo. Portanto, a Cabalá não é considerada uma religião.

A cada segundo, a cada vez, cada pessoa e toda a dezena se verificam e mudam constantemente. Afinal, tudo está sujeito a mudanças, uma vez que está sendo realizado em nosso desejo de receber prazer, que está em constante mudança.

Pessoas que gostam de obedecer a ordens claras preferem uma estrutura religiosa e obtêm conteúdo ao segui-las.

Um Cabalista está sempre em dúvida, em esclarecimento, em incerteza, e deve se apegar ao Criador por meio do grupo a fim de atrair alguma luz que ilumine seu caminho. Este é o caminho certo para o desenvolvimento espiritual, porque assim nos construímos à semelhança do Criador e nos tornamos pessoas, “filhos de Adão”, tendo feito o nosso caminho através de toda esta confusão e turbulência.

De acordo com a definição da Cabalá, o Bnei Baruch é um movimento que visa revelar o Criador às criaturas deste mundo.

Da Lição Diária de Cabalá 29/03/21, “Pesach

Comente