Oito Bilhões Sou Eu

929Pergunta: Você fala o tempo todo sobre como criar uma pessoa. Todos se consideram bons e educados. Como uma pessoa vai entender que precisa de educação e mudança?

Resposta: Somente por meio dos golpes. De que outra forma? Se as pessoas se consideram tão boas, por que o mundo é tão mau?

Comentário: Os outros são maus, portanto, o mundo é mau. É assim que uma pessoa pensa.

Minha Resposta: E continuaremos assim até que algo tão pesado caia sobre nossas cabeças que ninguém mais pensará em nada.

Pergunta: Podemos dizer que, ao fazer isso, estamos criando problemas até para nós mesmos?

Resposta: Claro. Em vez de nos corrigirmos, tentando fazer algo, nos acalmamos. Isso está levando o mundo ao desastre.

Pergunta: A verdadeira educação significa que começo a olhar para o que sou?

Resposta: Sim, quando olho para mim mesmo, o que sou. Quando vejo o que devo fazer pelos outros, quando sou o único que não é corrigido, isso é tudo o que existe em mim: um mentiroso, um ladrão, um enganador, um odiador. Não sei que outros epítetos usar. É tudo eu.

E todos os outros não. Todos os outros não existem. Todos os outros são meus vários reflexos que vejo ao meu redor. Ou seja, eu olho ao meu redor para muitas pessoas, cada uma delas retrata um eu negativo. Nesta forma, naquela e também nesta.

Há oito bilhões de pessoas no mundo, e cada uma delas representa alguma qualidade negativa minha. Oito bilhões! Este sou eu. É assim que nosso mundo é projetado. E é assim que eu vejo.

Pergunta: O que eu faço quando vejo o mal, uma pessoa má?

Resposta: Se eu me corrigir, começo a ver o mundo mais conectado, mais aspirando à doação, ao amor, à unidade. Como resultado, eu entendo que tudo isso é um sistema, esta é uma pessoa, chamada Adam. E este Adam sou eu porque eu o montei desta forma por meus atos, ações, pensamentos e todos os tipos de correções.

Pergunta: Isso significa que estou absorvendo o mundo em mim? Eu me torno esta única alma, Adam?

Resposta: Sim.

Pergunta: Isso é verdade?

Resposta: Esta é a verdade.

Pergunta: E o que vemos é uma mentira?

Resposta: Não, também vemos a verdade, mas é uma verdade parcial, dilacerada por nosso egoísmo interno.

Pergunta: Isso significa que aqui não passamos pelo egoísmo? Não olhamos através do egoísmo.

Resposta: Sim. Se eu reunir todas em uma única imagem, este sou eu.

Esta é a nossa tarefa – reunir o mundo inteiro e dizer: “Este sou eu”, e este mundo depende de mim.

Pergunta: Sou responsável por todos e por tudo?

Resposta: Absolutamente por tudo que está aqui.

Pergunta: Cada pessoa, a pessoa mais simples, mais comum, é responsável pelo mundo, por tudo que acontece neste mundo terrível?

Resposta: Sim, na medida em que ela se encontra neste mundo.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 28/12/20

Comente