Estágios De Devoção Da Alma

530Nós não temos forças próprias: nem positiva nem negativa, nem da direita nem da esquerda. Recebemos tudo de cima e, portanto, devemos estar constantemente em contato com a força superior. Tudo o que eu tenho vem dela, e devo me manter na linha do meio, ou seja, manter minha devoção a ela.

Isso significa que eu atribuo tudo à força superior, eu recebo ambas as forças da esquerda e da direita dela, bem como todo o conhecimento e conselho que me permitem combinar essas duas forças para que elas se entrelacem em mim e comecem a formar uma pessoa, Adão, fora de mim.

Nós recebemos as forças egoístas e a intenção de doar do Criador, bem como uma técnica que nos permite vestir uma em cima da outra e construir em nós a semelhança do Criador chamado homem, Adão.

A principal coisa para isso é nos anularmos a fim de receber forças e intenções da fonte superior, do Criador, e combinando o material (o desejo de desfrutar) com a forma do material (a intenção de doar), moldar deste poder de recepção e poder de doação, a linha do meio, a recepção em prol da doação, homem, Adão.

Nós teremos a força de recepção dentro de nós, com a qual o Criador nos criou e gradualmente adiciona mais e mais. E nós precisamos dar a este material a forma de doação, que também recebemos do Criador.

O trabalho correto é pedir ao Criador por ambas as forças, a força de recepção e a força de doação, e acelerar o tempo, o que é chamado de santificação. Então avançaremos na linha do meio, corrigindo-nos e nos voltando ao Criador antes mesmo que Ele se volte para nós.

Combinando corretamente as duas forças opostas, as forças de doação e recepção, não permitindo que uma supere a outra, mas criando sua combinação ideal na linha do meio, nós nos moldamos na forma de doação. E de acordo com essa imagem aceita, nos aproximamos cada vez mais do Criador com nossas propriedades internas, nos identificamos com Ele e estamos incluídos Nele, chegamos ao abraço e à unidade, fusão sem limites.

E tudo isso se deve à devoção da alma, porque não sentimos que temos nem um pouco de nós mesmos, nada, livre da autoridade do Criador. Queremos estar em Seu poder completo porque esta é a verdade. Mas ela está escondida de nós e nos esforçamos para revelá-la.

Em cada nível que alcançamos, descobrimos que o Criador governa sobre nós. Como resultado de nossos próprios esforços, é revelado que o Criador nos preenche sem deixar nenhum grau de liberdade. Tudo isso é fruto da devoção da alma na medida em que sou chamado de humano.

A fim de estabelecer o relacionamento correto com o Criador, que é chamado de devoção da alma, devemos primeiro fazer os mesmos exercícios na dezena para com os amigos.

O Criador criou este laboratório para nós para que possamos sentir e perceber isso na prática, recebendo apoio e avaliação crítica de outras pessoas sobre como estamos progredindo para alcançar a devoção da alma. Vendo o que me falta para ser devotado à dezena superior, posso entender o que me falta para ser devotado ao Criador.

Existem diferentes estágios de devoção, que se tornarão os degraus da escada espiritual. A compreensão do Criador ocorre na medida da devoção da alma que conseguimos alcançar em relação a Ele.

Se nos empenharmos pela devoção da alma, ela nos sintoniza corretamente com o Criador e define a direção exata como a Estrela do Norte ou uma agulha de bússola sempre apontando para o norte, onde devemos sempre nos mover e nos comparar.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 18/01/21, “Devoção”

Comente