Como Salvar Um Casamento

294.4Pergunta:  Recentemente, assisti ao seu vídeo em que você diz que não pode se divorciar, apenas como último recurso quando há filhos envolvidos.

Então, o que posso fazer quando não há mais sentimentos um pelo outro e as crianças percebem isso? Quando há apenas brigas e aborrecimento um com o outro? Como pode ser bom para os filhos crescerem em tal ambiente? Eu não amo ele, você entende? Não me retenha.

Minha Resposta: Estou retendo você. Eu gostaria de conter você e ele. Como vocês não são mais filhos como seus filhos, precisam entender que ainda é muito melhor para vocês, para seus filhos, para sua família e para a sociedade não se divorciar, mas simplesmente parar de prestar atenção a certos sentimentos.

Pergunta: Mas como eles podem alcançar a paz, mais ou menos?

Resposta: Eles devem concordar em não incomodar um ao outro. É isso aí! O que mais há para fazer? Deixe seu relacionamento envolver um pouco de política, algum acordo e raciocínio, elevando-se acima de si mesmos. Dizer: “Não gosto de coisas nele, ele não gosta de coisas em mim” é infantil!

Pergunta: Em geral, é possível concordar sobre áreas a serem evitadas?

Resposta: Com certeza! Se já têm filhos, são pessoas claramente maduras. Se você tem filhos, não tem direito ao divórcio. Para o bem de seus filhos. Os filhos não vão perdoá-lo. Eles levarão isso consigo por toda a vida.

Pergunta: Então, se ela pensa nos filhos neste momento, e não em si mesma, no seu aborrecimento?

Resposta: Então ela não ficará aborrecida.

Pergunta: O que isso envolve? Perdão por todos os seus erros ou o quê? Como fazer concessões aqui?

Resposta: Para reduzir a vulnerabilidade um do outro, sua sensibilidade um do outro, reclamações uns contra os outros. Imagine que o outro tem direito ao seu comportamento, à sua vida. Ao mesmo tempo, você tem uma vida comum. E essa vida comum, antes de tudo, diz respeito aos seus filhos, e não a você pessoalmente. Não seja tão egoísta! Viva pelo bem dos filhos. Isso não deve ser uma fonte de dor para seus filhos.

Pergunta: Essa é a verdadeira responsabilidade?

Resposta: Sim. Claro.

Comentário: As pessoas não pensam que os filhos são afetados por isso durante toda a vida.

Minha Resposta: Não. Isso terá um grande impacto nos filhos. E os filhos também se divorciarão porque seus pais fizeram o mesmo.

Pergunta: Segue a corrente?

Resposta: Sim.

Pergunta: E isso se estende à próxima geração?

Resposta: Sim. E se eles não viram o divórcio dos pais, então, apesar do fato de que existem diferenças muito grandes entre eles e as brigas em geral, os filhos ainda preservarão suas famílias.

Pergunta: Então você também olha para outras gerações?

Resposta: Certamente. Porque “o que os pais fazem serve de exemplo para os filhos”.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 23/11/20

Comente