Com Uma Metralhadora Em Cada Janela

541Pergunta: O sociólogo Igor Eydman escreveu em sua página no Facebook: “Todos os assassinatos em massa na história mundial estavam lutando por ‘altos ideais’: religião, ‘interesses nacionais’, ideologia. Terror e violência cessarão apenas quando o valor mais alto para as pessoas se tornar não deuses, líderes, ideologias e outras entidades criadas artificialmente, mas seus próprios indivíduos: vida, saúde, liberdade, criatividade, segurança, conforto para a vida. E não apenas em sociedades muçulmanas, mas também cristãs, judias, chinesas e outras sociedades.

“Um indivíduo que age em seus próprios interesses racionais não se arriscará e destruirá os outros por equívocos coletivos. Guerra e terror não seriam possíveis no mundo do individualismo racional.

Apenas o avanço em direção a esse objetivo, infelizmente inatingível em um futuro previsível, pode reduzir a violência em massa e os conflitos. Isso é banal, mas não vejo outra saída para o atual massacre permanente.”

O que você acha da ideia tão simples e trivial de que, se uma pessoa só se preocupa consigo mesma, não se envolverá em todos esses conflitos?

Resposta: Sim, é bom, claro, falar, mas o egoísmo vai nos exaurir, nos enfraquecer, espremer todo nosso suco e não vai desistir até que desejemos apenas uma coisa: se elevar acima dele. E existir nele em algum canto confortável e quente não funcionará.

Pergunta: Isso ainda nos levará para fora deste canto?

Resposta: Sim. Ele foi especialmente criado para estar em constante evolução. O tempo todo seus sucos malignos, verdes e venenosos vagam por aí. Não vai nos deixar viver em paz.

O egoísmo está crescendo em nós o tempo todo. Nosso desejo natural é de alguma forma conviver com isso, porque parece que não temos outra maneira.

Então inventamos todos os tipos de teorias de apaziguamento para nós mesmos com isso, entre nós, e assim por diante. “Bem, não podemos? Somos todos humanos. Existem republicanos, existem esquerdistas, todos os tipos de socialistas. Não importa, devemos de alguma forma viver juntos”. Isso não vai funcionar! Vamos nos armar e todos ficarão em casa com metralhadoras em todas as janelas.

Teremos que entender que apenas adotando a linha do meio de nossa coexistência conjunta nos dará acesso ao próximo nível humano quando não for nem você, nem eu, mas precisamente porque usamos nosso ódio mútuo, a rejeição. Estamos usando-o! Não o suprimimos, não o extinguimos, mas pelo contrário, usamos ambas as linhas direita e esquerda corretamente para elevar a linha do meio acima delas. Então podemos construir a nós mesmos.

Mas este é um projeto muito sério. A pessoa entenderá o que está construindo, para que está construindo, o que está fazendo. Tudo em grave estresse interno. E com isso, ela se elevará acima de sua natureza. Porque as duas linhas que existem na natureza – a direita e a esquerda – estão sendo animadas em nós cada vez mais para que possamos atrair a linha do meio. O Criador é a fonte da qual essas duas linhas, direita e esquerda, surgem em nós.

Devemos contrapô-las de tal forma que entendamos como conectá-las entre si para que apareça uma linha média. E vamos aprender e ver de onde viemos, de onde tudo desceu em nós.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 09/11/20

Comente