Preguiça Útil

564Pergunta: Os cientistas acreditam que a preguiça é uma das qualidades mais úteis. Eles provaram que a preguiça melhora a saúde, nos torna mais produtivos, aumenta a criatividade, protege o cérebro da sobrecarga, melhora a concentração, a saúde e prolonga a vida.

Como combatemos a preguiça e será que devemos combatê-la?

Resposta: Nós estamos nos desenvolvendo em uma evolução técnica e psicológica contínua. Como resultado, com nossa tecnologia e os mais modernos meios de comunicação, estamos cada vez mais comprometidos e trabalhando sem parar.

Antes não era assim. Pelo contrário, a maior parte do tempo as pessoas ficavam em casa nas suas aldeias, empenhadas em muitas outras atividades. Mesmo a pessoa comum não trabalhava do amanhecer ao anoitecer.

Tudo começou no século XIX com o desenvolvimento de motores a vapor e outras inovações técnicas. Acontece que quanto mais podemos inventar, mais trabalhamos, atrelando-nos a uma carroça que temos que puxar por nós mesmos. Isto está errado.

Uma pessoa deve trabalhar menos. Ela deve se sentar perto do fogo como nos tempos antigos (falando figurativamente), dançar no prado, visitar amigos e parentes, passar a maior parte do tempo em todos os tipos de eventos domésticos ou sociais e ter tempo para relaxar. Mas, em qualquer caso, não dedique todo o seu tempo a um trabalho que ninguém precisa, que é feito apenas para adicionar zeros à conta de alguém.

Portanto, não é ruim ser preguiçoso, é até benéfico.

Pergunta: Existe preguiça no desenvolvimento espiritual de uma pessoa?

Resposta: Sim, e ela é muito bem-vinda. A preguiça espiritual ajuda a pessoa a não fazer nada supérfluo, caso contrário, leva o mundo inteiro à destruição. Portanto, é dito: “Sente-se em vez de ficar de pé. Fique de pé em vez de andar”, e assim por diante. Ou seja, a preguiça é útil. Menos movimento leva a menos problemas.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 06/11/20

Comente