De Acordo Com O Desejo Original

214A sabedoria da Cabalá é revelada à humanidade gradualmente. O primeiro Cabalista a alcançá-la foi Adão, um Cabalista que viveu 5.579 anos atrás. Mas ela foi revelada mais explicitamente por meio de Abraão, cerca de 3.600 anos atrás.

Hoje a sabedoria da Cabalá está passando por uma fase muito interessante de se tornar familiar à humanidade.

No passado, ela era conhecida apenas por alguns Cabalistas que estavam isolados e separados do resto da sociedade, mas hoje ela começa a se espalhar gradualmente por todo o mundo. Essa é a razão pela qual também participamos e somos testemunhas de um fenômeno único no qual a essência do mundo em que vivemos, a causa e o efeito de nossa existência e o plano da evolução humana são gradualmente revelados à humanidade.

As pessoas são divididas em cinco níveis (assim como o desejo de receber geral) de acordo com o nível de seu desenvolvimento e o nível de sua participação na vida.

Existem pessoas que não se preocupam com nada além de si mesmas. Existem aquelas que se preocupam com sua família, a sociedade em que vivem, etc. Aquelas, no próximo nível, estão preocupadas com a Terra, os planetas e o espaço. Ao mesmo tempo, elas não estão interessadas ​​em romper as estruturas deste mundo. Há aquelas queira revelar e saber o que aconteceu no passado e o que acontecerá no futuro.

No entanto, existem pessoas que estão interessadas no sistema geral da criação, até que ponto participamos dele e até que ponto a criação existe por si mesma, de onde vem, o que acontece com ela e como. Elas aspiram a compreender o quadro geral da cooperação mútua entre todas as partes da criação.

Na verdade, é o princípio da conexão global e integral de toda a natureza que elas consideram mais interessante. Elas querem saber como tudo está conectado, por que, com que propósito e como um componente responde e gerencia outro e impacta todas as outras partes. Elas têm um desejo tão grande que querem conhecer e atingir o sistema geral, o esquema geral, a estrutura geral de tudo que existe, não apenas em nosso mundo, mas também fora deste mundo, e elas não podem encontrar paz na vida comum.

Ao tentar se parecer com os outros, elas tentam se envolver em todos os tipos de problemas corporais, mas isso não dura muito. Na primeira chance de o destino trazer uma oportunidade para elas, elas voam imediatamente para algum lugar, o que significa que não podem se envolver nos problemas diários.

Elas se preocupam mais com problemas que não estão nem na escala cósmica, mas acima dela (o que significa com problemas que a palavra “tudo” incorpora). Não é o espaço, nem é o nosso mundo, mas algo completo. Essas pessoas que não se contentam com uma ideia geral – elas acham isso perturbador e as corrói por dentro – alcançam a sabedoria da Cabalá.

Essa questão não atinge necessariamente o seu nível máximo em cada uma delas, mas ainda é um pouco superior ao nosso mundo. Existem questões de ordem inferior, quando as pessoas estão interessadas em saber o que determina coisas como sua saúde e seu destino. Elas gostam de misticismo ou começam a praticar medicina popular, etc.

Assim, nós começamos a girar em torno da sabedoria da Cabalá de baixo para cima, do nível bestial mais baixo, até o nível mais alto no qual a pessoa sente a necessidade de sentir e alcançar toda a criação, todo o sistema e sua liderança.

Existem diferentes atualizações de desejos e, portanto, muitos alcançam a sabedoria da Cabalá, mas uma vez que ouvem que se trata dos níveis mais elevados, eles entendem que não é para eles, porque estão mais interessados ​​na implementação corporal da humanidade e da sabedoria da Cabalá. Eles acumulam algum conhecimento e passam para o seu nível.

É assim que tem que ser. É por isso que nunca obrigamos ninguém a ficar, nem quem vem nem quem vai embora, porque é assunto privado deles. Cada um deve encontrar seu equilíbrio neste sistema, em todos os níveis de realização da criação e de acordo com a demanda de sua alma, que significa o desejo interno, original, pessoal.

É assim que existimos.

Comente