Blitz De Dicas De Cabalá – 16/07/20

963.6Pergunta: Você se considera uma pessoa confrontadora?

Resposta: Não sei. Eu expresso minha opinião, cumpro-a e é isso. Mas também posso aceitar o de outra pessoa.

Pergunta: Com que frequência você entra em conflito e com quem?

Resposta: Muito raramente. Basicamente, não tenho com quem discordar. Existem divergências com oponentes da Cabalá, mas eu não as chamaria de conflitos.

Pergunta: Que tipo de conflito você tem mais: interpessoal ou interno?

Resposta: Nem isso nem aquilo. Eu não vivo em conflito. Eu sei o que deve acontecer de acordo com o plano da natureza e tento explicar isso aos outros. Eu trabalho, por assim dizer, em uma direção.

Pergunta: Como você se sente sobre os conflitos em geral?

Resposta: Eu acredito que um conflito razoável e correto desenvolve as pessoas e é um estímulo muito bom para o desenvolvimento.

Pergunta: Qual é, do seu ponto de vista, a solução para os conflitos?

Resposta: É quando as partes opostas tomam uma decisão ou uma pessoa que está em conflito consigo mesma toma uma decisão que a aproxima da força superior da natureza.

Pergunta: Você prefere uma estratégia de resistência ou uma estratégia de retirada no conflito?

Resposta: Não acho que se retirar seja uma coisa boa. Deve haver uma resistência razoável que leve a um resultado.

Pergunta: Você se considera um especialista na área de resolução de conflitos?

Resposta: Absolutamente não. Eles não me procuram em busca de soluções e tento não resolver nada.

Pergunta: Você criaria uma situação conflitante se isso fosse necessário para atingir o objetivo?

Resposta: Sim.

Pergunta: Como você sairia pessoalmente de um conflito? Você tem regras próprias?

Resposta: Eu tentaria seguir minhas regras pessoais.

Pergunta: O que você faz quando um aluno está com raiva de você?

Resposta: Eu entendo sua condição. Talvez ele esteja infeliz comigo e, muito possivelmente, não sem razão. Tento explicar a situação para ele.

Pergunta: Há alguém com quem você está atualmente em conflito?

Resposta: Não. Existem algumas pessoas no mundo que realmente gostariam de me irritar. Mas acho que preciso ter essas pessoas.

Pergunta: Você concorda em ceder a uma situação de conflito para manter um relacionamento, por exemplo, em uma família ou com um aluno?

Resposta: É bem possível se o conflito não puder ser resolvido naquele momento. Precisamos dar um passo atrás e esperar até que possamos resolvê-lo.

Pergunta: Você se comunicaria com uma pessoa obviamente confrontadora?

Resposta: Não me importo. Não vejo nenhum problema ou obstáculo nisso.

Pergunta: Você teve conflitos e discussões com seu professor?

Resposta: Praticamente não.

Pergunta: Para você, o fim justifica os meios para resolver o conflito?

Resposta: O fim justifica os meios.

Pergunta: Com quem alguém deve ficar com raiva ou com quem deve entrar em conflito se o Criador é a natureza e aqueles ao seu redor não têm nenhum livre arbítrio? Sobre quem poderíamos derramar toda a raiva acumulada?

Resposta: Apenas sobre o seu “burro” – o egoísmo em nós.

De KabTV, “Habilidades de Gestão”, 16/07/20

Comente