Um Passo Para A Porta Aberta

294.4Agora temos oportunidades especiais para o avanço espiritual. A porta está se abrindo; pode-se até dizer que está quase aberta, e tudo o que resta é que todos entrem no mundo espiritual.

Já estamos começando a entender aos poucos como funciona o mundo espiritual. Ainda não cruzamos esse umbral, mas estamos bem diante da porta aberta para a espiritualidade. Já houve um grande avanço desde o início da pandemia.

Precisamos nos concentrar em nossos pensamentos, intenções, sensações e não em ações mecânicas. É assim que a Cabalá difere da religião; ela fala da intenção de uma pessoa, que ela deve receber da força superior por meio de seu grupo e trabalhar com ela. E a religião fala apenas de ações físicas, de palavras.

Cada pessoa que deseja atingir o Criador tem a oportunidade de fazer isso sem qualquer distinção entre raça, gênero ou cor de pele. A Cabalá é destinada a todos; a única diferença está em nossos desejos, porque viemos de uma alma de Adam HaRishon. Inicialmente, ela era geralmente uma pessoa e depois foi dividido em um homem e uma mulher.

Devemos retornar a esta unidade em uma pessoa que está totalmente na intenção de doar para todos os seus desejos. Portanto, o fim da correção é o mesmo para todos, homens e mulheres. E a correção geral é que todos os desejos no mundo – inanimados, vegetativos e animais – recebem a intenção de doação de nós, pessoas. Então o mundo inteiro subirá ao nível de doação e unidade.

Portanto, todas as religiões irão se opor ao método de conexão entre todos porque cada uma delas tenta dividir as pessoas e provar sua correção. Cada religião se considera a única verdadeira e melhor que as outras. Mas a ciência da Cabalá vem do lado da natureza integral e explica que todos pertencemos a um sistema. É por isso que o Baal HaSulam diz que uma pessoa pode permanecer em sua própria religião, em seus hábitos e tradições familiares habituais, mas não em detrimento da conexão e unidade universal.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 23/11/20, “Trabalho com Fé Acima da Razão”

Comente