Essa Palavra Poderosa – Pai!

543.02Observação: Os cientistas têm estudado as causas da alta incidência de crimes no mundo há quarenta anos. Acontece que não é uma questão de pobreza ou fome. Ficou provado que os criminosos são principalmente aqueles que não têm pais.

Os cientistas escrevem que sem a figura paterna, as crianças adquirem o hábito de não pensar no bem-estar das outras pessoas. A transferência dos valores familiares de geração em geração é interrompida.

Resposta: Se uma criança não tem pai, é claro que é um prejuízo muito sério na vida dela, na educação, na percepção da realidade, em tudo. Uma mãe não pode substituir um pai.

Pergunta: Isto é, ela aparentemente tinha tudo: uma escola de elite, um ambiente maravilhoso de crianças, mas nenhum pai, e pronto! Ela pode cometer um crime, mesmo o mais terrível.

O que há com a figura do pai do ponto de vista Cabalístico?

Resposta: É assim que uma criança aprende; ela admira o pai. Isso a restringe, mostra como ela deve ser, como deve pensar e agir. Ela sente essa figura paterna internamente.

Pergunta: O pai existe para dar o exemplo ao filho?

Resposta: Qualquer exemplo, não importa o tipo.

O fato de eu ter pai me coloca de pé, me mostra o caminho. Mesmo que esteja errado, poderei fazer ajustes, mas pelo menos tenho um ponto de referência.

Pergunta: Alguma coisa desaparece de mim quando o pai vai embora?

Resposta: Não há fundamento, apenas vazio, sem base. Como se eu não tivesse nada em que me apoiar.

Pergunta: A criança tem este conceito: pai – mãe?

Resposta: Claro. Um menino deve ter um pai. É de suma importância. Caso contrário, ele tem que inventá-lo, criá-lo em seus pensamentos e sonhos, não importa como, mas ele tem que estar lá.

Pergunta: Um padrasto pode substituí-lo?

Resposta: Um bom padrasto pode. Um bom padrasto é alguém que reacende na criança o senso quase natural de conexão com ela como com um pai.

Pergunta: Se descrevermos toda a humanidade como uma criança que não sente o Criador, podemos dizer que ela existe sem um pai?

Resposta: Temos que reavivar em nós mesmos essa necessidade de sentir nosso pai, o Criador, lutar por Ele, tentar revelá-lo e torná-lo um símbolo de perfeição para nós mesmos. É a Ele que devemos seguir e nos tornar semelhantes.

Pergunta: Nós sentimos que Ele nos deixou?

Resposta: Não, Ele não nos deixou. Ele está se escondendo de propósito para que desenvolvamos todas as qualidades dentro de nós que nos tornem semelhantes a Ele. Na medida dessa semelhança, Ele se revelará. Pegue um exemplo disso e veja como um pai deve agir em relação a seu filho.

Comentário: Então, nós temos um pai?

Resposta: Ele existe e está nos forçando a procurá-Lo, encontrá-Lo e aderir a ele.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 07/09/20

Comente