“Penso, Logo Existo” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “Penso, Logo Existo

“Penso, logo existo”, disse o filósofo francês René Descartes, e ele estava certo. Estamos vivendo no mundo dos pensamentos. Na verdade, todo o nosso mundo é um pensamento, e nossa percepção dele continua mudando e evoluindo. À medida que nossa percepção muda, também muda nosso mundo. Podemos não perceber, mas podemos controlar nossos pensamentos e, dessa forma, determinar o tipo de mundo em que queremos viver.

Embora nossos pensamentos pareçam vir por conta própria, por assim dizer, eles são na verdade um produto do nosso ambiente. Nós absorvemos ideias e pensamentos das pessoas ao nosso redor, das mídias sociais e de cada interação que temos com as pessoas, seja real ou virtual. Se as correntes que criam nossos pensamentos projetassem positividade, nos tornaríamos pessoas positivas. Como atualmente elas projetam negatividade, má vontade para com os outros e promovem a concentração em nós mesmos, é isso que acabamos fazendo, e acabamos pensando que o mundo todo é tão egoísta e mesquinho quanto as fontes retratam.

Essas fontes nos dizem que este é o mundo real e, se quisermos apresentar uma perspectiva mais otimista, cuidadosa ou atenciosa, elas nos dizem que não somos realistas e nos fazem sentir como se estivéssemos fora de contato com a realidade. A verdade, porém, é que elas simplesmente querem continuar bombeando ideias negativas em nossas mentes, pois o medo e a negatividade os beneficiam. Mas elas não nos beneficiam e não são a verdade.

A verdade é que a vida não poderia existir sem equilíbrio, sem equilíbrio entre o bem e o mal, o negativo e o positivo. Tudo na vida dá e recebe. Cada célula do nosso corpo ama o corpo em que vive e lhe dá tudo o que pode. Em troca, o corpo sustenta e nutre as células em nosso corpo. Não estaríamos vivos se não fosse assim.

A verdadeira realidade é reciprocidade e equilíbrio, mas as pessoas pensam que a má vontade governa o mundo, um desejo implacável de receber, tomar, saquear e abusar. Na verdade, as pessoas são a única espécie em toda a realidade que é deturpada dessa forma, e isso nos torna mais miseráveis ​​do que qualquer outro ser.

Portanto, se mudarmos o que nos afeta e aceitarmos mensagens mais equilibradas do ambiente, mudaremos nossos pensamentos. Se mudarmos nossos pensamentos, mudaremos a realidade. Isso é tudo o que é preciso para consertar o mundo.

Comente