Os Feriados Judaicos São Revelações Das Leis Da Natureza

294.4Pergunta: Parece que os feriados de outono, que são chamados de feriados judaicos, são na verdade feriados mundiais. Especialmente agora durante o coronavírus, estou começando a entender isso cada vez mais.

Rosh Hashaná (o início do ano) simboliza a descoberta da lei de amor e doação. Este é o ponto de partida da humanidade e é aqui que começa a contagem do tempo. Por que este não é um feriado mundial? Por que chamamos os feriados de outono de judaicos?

Resposta: Esses feriados não se aplicam especificamente aos judeus. Esses são feriados cósmicos que se referem à força superior que governa nosso mundo à medida que ele entra em novos estágios de sua influência sobre nós.

Pergunta: O que este novo ano exige de nós?

Resposta: Devemos mudar, nos conformar com a natureza e não destruir uns aos outros. Devemos parar de ser controlados pelo nosso egoísmo como pequenos animais. Você pode imaginar se o mundo animal tivesse tanto egoísmo quanto nós? Eles teriam nos consumido e a si próprios; tudo teria sido devorado. Então apenas os humanos otêm. O ser humano está gradualmente consumindo tudo. Já chegamos a um beco sem saída! Devemos perceber que nosso egoísmo é mau!

Esse ano é um momento decisivo. Eu espero que ele seja tal que percebamos nossa natureza maligna e desejemos mudá-la.

Pergunta: É este o seu desejo para toda a humanidade? Perceber sua natureza maligna?

Resposta: Sim, este é o meu desejo para o ano novo.

Pergunta: Não é o desejo usual de que tudo dê certo, que em casa haja o suficiente, que todos tenham saúde?

Resposta: Não, não há necessidade de desejar isso porque não vai acontecer de qualquer maneira. Qual é o sentido de todos os tipos de sonhos impossíveis, sofrimento e assim por diante?

Pergunta: Você acha que vai ser ruim?

Resposta: Vai ser ruim, mas o principal é que percebamos rapidamente a causa desse mal em nós. Exclusivamente em nós! Além de encontrar a causa, ter capacidade de corrigi-la e transformá-la no oposto. A humanidade não precisa de mais nada.

Pergunta: Você acha que isso é viável para executar este ano?

Resposta: Se não fizermos isso, essa compreensão virá por meio de um grande sofrimento sem precedentes! É melhor fazer isso rapidamente. Porque quando chega um período de sofrimento, você não pode pará-lo. Ele vem por muitos anos e com ele traz tanta destruição e cataclismos, tanto ecológicos quanto sociais, com pandemias e assim por diante; seria simplesmente terrível.

Pergunta: Digamos que eu ouvi você, e até mesmo a ameaça de que o sofrimento pode ser grande, o que eu faço agora?

Resposta: Diga a todos como podemos evitar isso, como impedir que aconteça. Isso só pode ser feito por meio de boas conexões entre nós. Assim como as pessoas se agarram umas às outras como animaizinhos em tempos de grande sofrimento, é isso que temos que fazer agora.

Pergunta:  Pensamentos calorosos e gentis, aproximação um do outro, conexão e unidade, é isso que deveria ser?

Resposta: Sim. Se não for pelo bem, então para evitar o mal, mas temos que fazer.

Pergunta: O próximo feriado é Yom Kippur (o Dia da Expiação). O que isso significa para o mundo?

Resposta: Para o mundo, o Dia da Expiação é a manifestação de um grande mal dentro dele, que nos faz sentir completamente impotentes. Não há nada que possamos fazer a não ser pedir que a força superior nos ajude a compreender, nos ajude a lidar com nosso egoísmo interior.

Afinal, não há nada externo. Tudo o que existe no mundo é apenas um eco do que está acontecendo dentro de nós.

Pergunta: Então, eu já estou revelando o mal dentro de mim? Eu revelo que isso é a coisa mais terrível possível? O que eu peço?

Resposta: Eu renuncio, não desejo usá-lo. Esse é o significado do Dia da Expiação (Yom Kippur). Ou seja, eu não uso nenhum dos meus desejos egoístas. Nenhum! Eu faço uma restrição sobre eles. Externamente, é definido como as cinco proibições.

Pergunta: O que eu alcançaria se fizesse isso?

Resposta: Você teria parado de trabalhar com o seu egoísmo. Então você pode começar a construir sua atitude em relação ao mundo apenas do ângulo da bondade e da conexão. Isso é caracterizado pelo fato de que você está construindo uma cabana.

Pergunta: Então, chegamos ao terceiro feriado de outono: Sucot. O que é a construção de uma cabana chamada Sucá?

Resposta: Isso é chamado de “Sukkat Shalom” — cabana de paz. Ela representa a tela, ou seja, a força antiegoísta que cobre todos nós, toda a humanidade. Isso é o que precisamos construir.

Nós podemos nos esconder sob esta força. Podemos nos reunir e, dessa forma, queremos viver.

Isso é tudo que precisamos fazer para o ano novo. Se passarmos por esses estados, estamos prontos para o novo desenvolvimento que é o novo ano. Este desenvolvimento visa a unificação completa de toda a humanidade sob esse cobertor mundial.

Pergunta: Se isso acontecer, não devemos ter medo do vírus e tudo isso?

Resposta: O vírus desaparecerá assim que desejarmos começar a nos mover nessa direção.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 14/09/20

Comente