O Feriado De Sucot: Moisés

276.02Os dias de Sucot representam a construção de nossa alma, uma Sefira após a outra. Os primeiros três dias são dedicados às três primeiras qualidades: Abraão, Isaque, Jacó – Hesed, Gevura, Tiferet (HGT). Esses são os primeiros estágios do trabalho do Criador dentro da criação e, portanto, eles são chamados de antepassados.

Depois passamos aos filhos Moisés, Aarão, José e Davi e completamos toda a estrutura. Portanto, a Sucá que é construída é chamada de Sucá de Davi.

Moisés é o personagem principal da Torá, a qualidade principal. É ele quem recebe a Torá e a passa para o povo de Israel e os antepassados ​​são o sistema superior. É por isso que é tão importante compreender o trabalho de Moisés dentro de nossa alma e dentro do grupo Cabalístico.

O principal é permitir que a força superior que já construiu as três primeiras qualidades, Abraão, Isaque e Jacó, desça de HGT em nosso desejo de desfrutar NHY (Netzach, Hod, Yesod). Aqui todo o trabalho prossegue pela fé acima da razão quando eu me anulo e desejo que o Criador me controle e me preencha, me dando tudo o que Ele tem nas qualidades de HGT —Abraão, Isaque e Jacó, ou seja, trazê-lo para minha dezena.

Portanto, o trabalho de Moisés consiste na anulação total perante as três primeiras qualidades de Abraão, Isaque e Jacó, então as qualidades de HGT podem ser revestidas de NHY. Moisés é chamado de “pastor fiel” porque é importante para ele se anular completamente ao que o Criador quer realizar por meio dele, ou seja, com sua ajuda, com todo o desejo de desfrutar, com todas as pessoas.

O Criador se dirige ao povo através das qualidades de Israel que são capazes de se unir e se esforçar pelo Criador em prol da doação e adquirir Suas qualidades, Sua forma. Então essas qualidades ficam impressas em toda a humanidade, em toda a realidade.

A obra de Moisés é na fé acima da razão porque ele está no meio entre o poder da fé, a força superior de doação e a força inferior de recepção. Ele é o primeiro das Sefirot NHY onde a força superior é revestida com o desejo de desfrutar e, portanto, ele fica no meio entre o Criador e a criação e desempenha um papel tão importante na Torá.

Toda a Torá fala dos passos da ascensão de Moisés. Esta é a ação prática mais importante porque nos guia por todos os estados e organiza as criações para que possamos adquirir a forma do Criador. A tarefa de Moisés é estabelecer a conexão correta entre o Criador e a criação e, portanto, a Torá é chamada por seu nome: A Torá de Moisés.

Afinal, a Torá é dada com esse propósito, para que possamos ganhar fé acima da razão. A qualidade de Moisés, a fé, deve sempre estar acima do desejo de desfrutar por nós, para que esse desejo tome a forma de Moisés e comece a trabalhar em doação.

Imprimir as qualidades de HGT dentro das Sefirot de NHY significa estabelecer o poder do Criador dentro da criação. Vamos fazer isso em um desejo e um coração, em uma conexão comum. É mais importante aqui do que nunca. Este já é um trabalho prático em conexão entre nós.

Moisés foi o maior de todos os profetas. Um profeta não é uma pessoa, mas uma qualidade especial. Um desejo que é completamente devotado ao Criador e assume Sua forma é chamado de profeta, ou seja, é a vestimenta das Sefirot HGT em NHY.

É por isso que Moisés é chamado de “pastor fiel” porque ele nos mostra um exemplo, cuida de nós e traz a qualidade de doação até nós de cima para que, ao revelar essa qualidade dentro de nós, possamos gradualmente construir a forma do Criador dentro de nós. A qualidade de Moisés nos leva à semelhança com o Criador, à adesão a Ele.

Da Lição Diária de Cabalá 06/10/20, “Sucot

Comente