“As Máscaras Contra O Coronavírus São REALMENTE Eficazes?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: As Máscaras Contra O Coronavírus São REALMENTE Eficazes?

As máscaras são um fenômeno muito interessante nesta pandemia. Diretrizes de saúde comuns consistentes em todo o mundo incluem manter distância uns dos outros, manter a higiene pessoal e usar máscaras, e as máscaras em particular servem principalmente para impedir que espalhemos o vírus para outras pessoas.

Por que as máscaras são tão interessantes?

Porque muitas pessoas usam máscaras como medida de proteção para não pegar o vírus de outras pessoas, mas as máscaras funcionam principalmente na direção oposta: elas evitam que o vírus se espalhe da pessoa que usa a máscara para outras pessoas.

Se virmos a pandemia do coronavírus como a natureza nos enviando uma lição sobre as relações humanas, então as condições de uso de máscara de longo prazo em todo o mundo podem ser vistas como uma lição para a humanidade de responsabilidade e consideração mútuas. É semelhante a como educamos os filhos dizendo-lhes que se comportem de maneira justa e gentil, porque, em última análise, é bom para eles fazer isso, mas em um contexto mais amplo, eles aprendem a se relacionar positivamente uns com os outros.

A humanidade ainda precisa se dar conta de como a natureza está operando nos bastidores: que ela está nos elevando para nos tornarmos cada vez mais conectados e que, em última análise, deseja que realizemos nossa conexão harmoniosamente. Por enquanto, nós sentimos essa conexão cada vez mais estreita, intensificando a pressão e o estresse, e sofremos muito com isso. Se, no entanto, permitirmos uma mudança fundamental em nossa atitude em relação à nossa conexão crescente – da intenção de beneficiar apenas a nós mesmos para a intenção de beneficiar os outros – iremos literalmente experimentar um novo mundo. Sentiremos como nossa conexão cada vez mais estreita é uma oportunidade para passarmos por essa mudança fatal de atitude egoísta para altruísta e, ao fazer isso, nos sentiremos saindo de nossos cantos individuais estreitos e egoístas e entrando em um grande mundo novo e harmonioso de paz, amor, unidade e conexão perfeita entre todos nós.

O uso de máscaras também pode ilustrar um exemplo filtrado em nossas vidas atuais de quatro estágios de mudança de atitude que a sabedoria da Cabalá descreve; estágios que atravessamos para descobrir nossa conexão perfeita um com o outro.

Receber a fim de receber: Uso máscara unicamente com o pensamento de proteger a minha saúde. Este é o mais egoísta dos quatro estágios.

Doar a fim de receber: uso uma máscara com a compreensão de que protejo os outros de mim mesmo – por exemplo, se for um portador assintomático – mas, ao fazer isso, também tenho a intenção de, no final das contas, me proteger ao fazer isso. Em outras palavras, eu me importo com os outros porque me importo comigo mesmo. Isso ainda é egoísta, mas contém um elemento de altruísmo.

Doar a fim de doar: Eu uso uma máscara puramente com o pensamento de que não quero infectar outras pessoas com o vírus. Em outras palavras, “doar a fim de doar” é uma intenção de não querer causar nenhum tipo de dano aos outros.

Receber a fim de doar: Além de usar uma máscara para não prejudicar os outros, penso no que posso fazer para trazer bondade e benefício aos outros.

Na sabedoria da Cabalá, esses quatro estágios descrevem estados muito mais elevados de realização espiritual do que os exemplos filtrados apresentados aqui. No entanto, eles oferecem uma pequena amostra de um caminho em direção à conexão positiva que está à nossa frente. Podemos, portanto, relacionar o uso de máscara como um exercício em nossas atitudes positivas uns com os outros e, ao fazer isso, melhorar nossas conexões e o mundo em que vivemos.

Foto de Pille-Riin Priske no Unsplash

Comente