“Um Hiato Feito Pela Natureza” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “Um Hiato Feito Pela Natureza

Um novo ano é um grande momento para reflexão. Hoje em dia, ao começar um novo ano de acordo com o calendário hebraico, acho que devemos refletir sobre o que a Covid-19 significou para nós como sociedade. Para onde estávamos indo? Até a eclosão, as tensões internacionais estavam subindo a tal nível que todos concordaram tacitamente que uma grande guerra iria estourar. América versus China, Rússia versus América, Coréia do Norte versus América, Paquistão versus Índia (ambas as potências nucleares), conflitos regionais e globais ameaçavam explodir em todo o mundo. O vírus obrigou tudo a parar. Isso nos deu um hiato, uma chance de redirecionar.

A pandemia, os incêndios sem precedentes, a temporada de furacões insanos, a violência doméstica e nas ruas, as tensões raciais e sociais e todos os outros golpes que nos atingiram neste ano indicam que estamos enfrentando uma mudança sistêmica. Mas eles nos salvaram de nós mesmos.

O coronavírus também nos mostrou como a natureza se recupera rapidamente se apenas a deixarmos em paz. Por algumas semanas, testemunhamos uma recuperação da vida selvagem que nunca vimos antes e não pensamos ser possível. Mas assim que os fechamentos foram amenizados, retomamos nossa gula, como se disséssemos “A natureza pode esperar”.

A pandemia, os incêndios sem precedentes, a temporada de furacões insanos, a violência doméstica e nas ruas, as tensões raciais e sociais e todos os outros golpes que nos atingiram neste ano indicam que estamos enfrentando uma mudança sistêmica. Mas eles nos salvaram de nós mesmos. Quaisquer que sejam os danos que os desastres tenham causado, eles são muito menores do que teríamos e que causaríamos a nós mesmos com nossa total alienação e atitude abusiva em relação à natureza e às pessoas. Estávamos no limite, e a natureza nos puxou para trás.

Eu espero que ela não nos deixe voltar lá, e espero que finalmente entendamos que temos que parar e pensar em nossas vidas. A natureza parou nossa corrida de ratos, mas temos que perguntar por quê. Se fizermos isso, poderemos construir uma ótima vida juntos. Se não fizermos isso, ou a natureza continuará a nos restringir por meio de golpes cada vez mais dolorosos ou destruiremos a nós mesmos e grande parte do planeta junto conosco.

Comente