Judeus Da América, Parte 4

419Reformismo Americano

Pergunta: Como você sabe, os judeus alemães eram reformistas. A chegada à América de centenas de milhares de irmãos da Europa Oriental (Rússia, Bielo-Rússia, Ucrânia e Polônia) não os deixou felizes porque esses judeus eram ortodoxos. Com base nisso, surgiram conflitos. O boêmio Isaac Mayer Wise é considerado o fundador do judaísmo reformista americano.

Qual é a base do reformismo? Qual é a razão deste fenômeno no Judaísmo?

Resposta: O reformismo acredita que a religião deve ser deixada como uma espécie de pano de fundo onde une as pessoas. E onde ele não une, tem que ser removido. É necessário retirar a religião ortodoxa da sociedade porque ela a divide em clãs, classes, etc.

Mesmo na Rússia, havia diferentes rabinos nas aldeias que diferiam em suas interpretações do judaísmo e em tudo o mais. E mais ainda, judeus orientais e ocidentais, Litvak e hassidim bielorrussos. Naturalmente, tudo isso impediu a unificação.

Por outro lado, os judeus americanos queriam um uso puramente mercantil de sua origem para seu próprio bem e, portanto, procuraram suavizar parcialmente a tradição. Vemos que, ao longo dos anos, a sociedade judaica americana manteve mais ou menos uma forma indiferente.

Claro, a diferença entre os judeus é muito grande, mas é considerada de acordo com a carteira, como o resto da sociedade americana. Por exemplo, nas sinagogas existem certos lugares para quem faz grandes doações, para quem não pode pagar tanto, para pessoas especiais e para pessoas comuns, que não podem ser em uma capela. Os americanos, com sua divisão inerente de uma pessoa por bolso ou posição, fazem isso sem a menor cerimônia, o que deixa uma marca no judaísmo americano moderno.

Mas, por outro lado, isso levou ao fato de que hoje esse judaísmo, em princípio, não existe. Tornou-se o chamado Judaísmo de três dias por ano, quando as pessoas vão à sinagoga apenas nos feriados: Yom Kippur, Rosh Hashanah e Pessach, etc. O resto se resume a você enviar um cheque para seu rabino ou comunidade.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 18/11/19

Comente