Rumo À Responsabilidade Integral

laitman_600.04Pergunta: A fim de se aproximar do cumprimento das leis da natureza, a pessoa deve aprender a receber da sociedade apenas o que é necessário e dar o máximo possível?

Resposta: Não tanto quanto possível, mas para usar todas as suas forças e habilidades para dar, para receber as necessidades, mas apenas para a existência humana comum e normal.

Isso significa que estou em equilíbrio com a natureza, dando tudo a ela no nível humano e recebendo o que preciso no nível animal. A pandemia nos levará a isso; se esta não o fizer, então a próximo o fará.

Pergunta: Nesse caso, onde está nossa livre escolha?

Resposta: Esta é a livre escolha: “pela vara até a felicidade”, como se costuma dizer.

Isso é óbvio hoje por tudo o que está acontecendo. E você pode tentar se igualar ao estado de responsabilidade mútua, completa e integral.

Pergunta: Por que devo acreditar nisso? Talvez tudo isso não seja verdade?

Resposta: Se partirmos das leis ordinárias, parece não haver nada de especial nisso. Mas se você começar a calcular logicamente tudo o que uma pessoa faz com base em seu egoísmo, verá que essa força simplesmente nos leva para a sepultura.

Por outro lado, como agiríamos se estivéssemos no mesmo pequeno globo e nos tornássemos praticamente uma única comunidade? Reúnam-se e decidam como podemos coexistir adequadamente.

Pergunta: Apesar de nossa natureza inerentemente egoísta, podemos, sob a influência de nosso ambiente, cultivar certos valores que são opostos a nossas inclinações egoístas. Isso é liberdade de escolha?

Resposta: Sim. Excelente redação, simples e clara para todos.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

Comente