“O Que É Preciso Para Construir Uma Startup Bem-Sucedida Nestes Tempos Incertos?” (BIZCATALYST)

Meu novo artigo sobre BIZCATALYST: “O Que É Preciso Para Construir Uma Startup Bem-Sucedida Nesses Tempos Incertos

Desde o início, precisamos entender até que ponto o mundo mudou para um novo programa nos últimos meses. Hoje, nós vivemos em um mundo completamente diferente. É como se alienígenas nos visitassem e implantassem um novo chip em nossa realidade, mudando nossas condições circundantes, nossos comportamentos e nossos modos de pensar.

Ainda assim, estamos em uma fase de transição e, da mesma forma, muitas pessoas continuam tentando operar de acordo com o programa desatualizado do nosso mundo pré-coronavírus, um programa que prioriza valores de benefício próprio acima do benefício dos outros.

Se entendêssemos a tendência evolutiva da natureza de guiar todas as suas partes para a perfeita conexão e interdependência, veríamos como as mudanças de hoje são para nosso benefício final: elas vêm para nos aproximar um do outro, não necessariamente de forma física, mas em uma proximidade mais sincera.

E quando nos sentimos mais próximos, nos sentimos mais felizes, mais confiantes, mais seguros e saudáveis.

Portanto, o que precisamos mais do que qualquer outra coisa hoje em dia é de um ambiente que possa apoiar, incentivar e orientar nossa conexão, para que possamos equilibrar nossos relacionamentos com nosso novo programa de desenvolvimento – condições que exigem maior cooperação e cuidado mútuo.

Se não conseguirmos atualizar nossas atitudes mútuas, a fim de corresponder à dependência e responsabilidade mútuas exigidas pelo novo programa de hoje, sentiremos um peso cada vez mais pesado sobre nossos ombros, à medida que avançamos de um dia para o outro.

A natureza, por meio do coronavírus, nos colocou em novas condições exatamente para nos transformar.

As startups de hoje precisam levar isso em consideração.

Se nossas startups anteriores acabaram em um mercado que as colocou uma contra a outra, agora tudo precisa mudar. Ainda precisaremos competir, mas nossa concorrência precisa mudar de egoísta, onde tentamos colher o máximo possível do mercado para nossos negócios, para uma competição em que cada um de nós pretende contribuir com o máximo de valor possível para a humanidade.

E o que significa o “valor” hoje? Significa cuidar para que as necessidades de todos sejam atendidas, bem como ajudar todos a se tornarem realmente felizes, seguros e saudáveis ​​através da melhoria da qualidade das relações humanas.

Portanto, qualquer pessoa ousada o suficiente para iniciar uma startup nesse período deve primeiro estar equipada com conhecimento e um ambiente suficientes para entender a transição do mundo e, em seguida, criar ferramentas que ajudem as pessoas a se sentirem mais próximas.

Por exemplo, há muito espaço para que a tecnologia desenvolva meios pelos quais possamos nos sentir juntos em uma sala e, mais ainda, como partes de um único todo onde cada respiração e contato é sentido por todos.

Em outras palavras, ao avançarmos para a descoberta de nossa estreita interdependência, podemos desenvolver tecnologias que nos ajudem a sentir o que significa sentir-se como um com os outros e, assim, ajudarão a guiar nossa fatídica transição de maneira muito mais positiva e harmoniosa.

Precisamos, portanto, de startups que atendam autenticamente a necessidade humana de conexão, o que servirá para facilitar nossa transição do nosso grau atual para um maior apoio e consideração mútuos.

Comente