“Existe Um Aprendizado Com A Pandemia Global Do Corona, Que Todos Nós Estamos Perdendo?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Existe Um Aprendizado Com A Pandemia Global Do Corona, Que Todos Nós Estamos Perdendo?

Devemos aprender que o coronavírus não é apenas um golpe para nossa saúde e economia, mas surgiu para transformar completamente nossas vidas.

Portanto, muitos entendem que há uma grande transição se desenrolando. Por outro lado, desejamos principalmente reviver nosso estilo de vida pré-coronavírus assim que descobrirmos um remédio para a doença.

Assim, precisamos elevar nossa consciência para ver que a natureza está agindo sobre nós por meio dessa pandemia para aumentar nossa compreensão e sentimento do motivo para que isso esteja acontecendo.

Ou seja, o coronavírus não surgiu simplesmente para nos isolar uns dos outros em nossas respectivas casas e manter uma distância de alguns metros uns dos outros quando temos que sair, e também não nos impede de participar de eventos públicos, e assim por diante. Ele veio à tona para nos empurrar para a compreensão de nossa interdependência e interconexão, e para ajustar nossas relações de acordo, para vivermos com maior responsabilidade e consideração mútuas.

Quanto mais tempo a pandemia permanecer entre nós, mais ela servirá para estabelecer gradualmente uma sensação nova, mais integral e global.

Além do golpe em si, que nos ensina sobre nossa interdependência contra nossa vontade, também espero sinceramente que consigamos nos conscientizar de boa vontade, por meio da educação.

Em outras palavras, em vez de apenas reagir a um problema que repentinamente se revela diante de nossos olhos, podemos aprender sobre o processo evolutivo mais amplo em que estamos, e ver como vivemos em uma natureza global e integral, agindo para, em última instância, nos elevar para um estado harmonioso de conexão perfeita entre nós e com a natureza.

Compreendendo esse quadro geral, podemos ver a pandemia do coronavírus como uma lição difícil que a natureza está nos ensinando de uma forma muito calculada. Da mesma forma como educamos as crianças, se elas ouvirem de bom grado nossos conselhos, nos relacionaremos favoravelmente com elas e elas se pouparão de vários desvios. No entanto, se elas não ouvirem nossos conselhos, então, para salvá-las de maiores golpes iminentes que podemos prever, temos que agir mais estrita e severamente em relação a elas.

É por isso que eu, meus alunos e minha organização investimos tanto na explicação da causa principal da pandemia, e como precisamos usar essa situação para reorientar nossa abordagem de vida. Ou seja, aprendendo como a natureza atua sobre nós, podemos entrar em equilíbrio com a natureza mais rapidamente, experimentando vidas muito mais saudáveis ​​e felizes, por um lado, e também nos salvando de sofrimentos futuros mais intensos.

Portanto, seria sensato aceitar o coronavírus como um aviso da natureza, usando-o para nos tornarmos mais parecidos com a natureza. Isto é, como a natureza é interdependente e interconectada, devemos perceber nossa interdependência como partes da natureza de forma positiva, aumentando nossa responsabilidade mútua e consideração uns pelos outros.

Em resumo, não há nenhuma pandemia ou vírus aqui, mas uma única força nos pressionando por necessidade. Ela não deseja nos sobrecarregar, mas, como um pai amoroso que testemunha seu filho se desviar para um curso negativo, ela precisa agir de maneira mais agressiva para que percebamos o que ela quer de nós.

De uma forma ou de outra, precisaremos nos desenvolver e nos tornar mais conectados positivamente. A questão é se fazemos isso harmoniosamente, ativando nossas mentes e corações para nos conectarmos positivamente com os outros e reorganizando nossas vidas para que possamos suprir uns aos outros com o essencial de que todos precisamos; ou, pelo contrário, que deixemos o rolo compressor da evolução da natureza continuar a nos alcançar, incitando-nos por trás para nos despertar em circunstâncias dolorosas.

Comente