Diagnóstico Para A Humanidade

Laitman_632.2Pergunta: A ciência moderna desenvolveu várias posições conceituais em relação às crises:

  • A crise é considerada um estado natural de desenvolvimento de qualquer sistema.
  • A crise é sempre caracterizada pelo crescimento do egoísmo.
  • A crise aparece como uma unidade de dois processos. É sempre destruição e criação juntas.
  • A crise não pode ser considerada um fenômeno puramente negativo.
  • As crises são progressivas, mesmo que sejam dolorosas.
  • Dizem que um diagnóstico correto é metade do sucesso no tratamento.

O que uma pessoa deve perceber? Que diagnóstico cada um de nós deve fazer para si mesmo?

Resposta: Para começar, devemos informar a humanidade que todos nós existimos em nossa natureza egoísta e, portanto, devemos entender que teremos que mudá-la.

Toda a natureza, exceto os humanos, é integral e até altruísta.

Em nosso mundo, a natureza inanimada, vegetativa e animada são integrais. Um ser humano, entretanto, cai fora por causa de seu egoísmo e não obedece a ninguém nem a nada. O principal para ele é que tudo deve ser bom para ele, mesmo que seja em detrimento dos outros.

Esse estado existe do lado da natureza como um dado, para que possamos sentir a depravação de nossa percepção e o beco sem saída em nosso desenvolvimento.

No momento, chegamos, e isso é bastante óbvio pelo nosso desenvolvimento, a um estado em que começamos a destruir nosso pequeno planeta. Ele não pode nos suportar mais. Portanto, temos problemas muito sérios.

A natureza está se rebelando contra nós e começa a nos pressionar muito cruelmente e a nos empurrar, tentando nos forçar a mudar. Não entendemos suas ações, não as levamos para o lado pessoal e continuamos em nosso caminho de vaidade.

Pergunta: Quem somos “nós”?

Resposta: Somos mamíferos bípedes muito limitados. Somos tão limitados que somos piores que os animais. Afinal, mesmo os poucos conhecimentos e oportunidades que temos, usamos em detrimento de nós mesmos e da natureza circundante.

Comentário: Parece-me que hoje milhões de pessoas chegaram ao diagnóstico: a natureza egoísta dos humanos é a culpada pelo fato de destruirmos a natureza circundante.

Minha Resposta: E daí se entenderam? Eles entendem e continuam.

Comentário: Mas muitos já estão cientes da nocividade de seu comportamento e estão lutando contra isso, não apenas alguns filósofos, mas milhões de pessoas e muitas organizações diferentes.

Minha Resposta: Essas organizações são as mais egoístas. Elas lutam até que alguém as compre e, então, gradualmente ficam em silêncio. Talvez depois falem um pouco sobre isso em algum lugar e de alguma forma, mas ao mesmo tempo entendem que devem coexistir com os poderosos deste mundo e, portanto, tudo continua.

Claro, existem aquelas que continuam a objetar, mas são silenciadas e não podem ser publicadas em qualquer lugar ou agir. Nesse ponto, tudo se acalma. Afinal, vemos como ainda seguimos no caminho egoísta, violando a natureza por todos os métodos possíveis. Isso sugere que as pessoas devem mudar.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus “, 07/05/20

Comente