“Apesar De Toda A Dor, A COVID-19 Não É Um Castigo” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “Apesar De Toda A Dor, A COVID-19 Não É Um Castigo

Todos os dias, eu recebo e-mails e telefonemas de pessoas me dizendo que apenas seis meses atrás, a vida sorria para elas e agora elas estão perdidas. O mundo delas desmoronou e elas não veem futuro. É de partir o coração. A cada dia que passa, a humanidade se sente cada vez mais desamparada, agitada e desorientada. As pessoas têm medo de não poder alimentar seus filhos.

Assim como o vírus exige que pensemos em não transmitir o vírus a outras pessoas, temos que começar a pensar nos outros quando se trata de comida, água, moradia e suprimento de energia.

Mas o que está acontecendo não é um castigo de cima; é um chamado para nos unir, pensar um no outro e não em nós mesmos. Somente se trabalharmos juntos, poderemos garantir nosso futuro. Agir sozinho e se preocupar apenas conosco, como fizemos por tanto tempo, apenas exacerbará a situação. Quanto mais tempo paramos, mais pessoas se juntam ao círculo de escassez.

A COVID-19 é o catalisador ideal da responsabilidade mútua: se não usarmos máscaras e mantivermos a distância, não apenas correremos o risco de pegar o vírus; há ainda mais chances de transmiti-lo a outras pessoas. Assim como o vírus exige que pensemos em não transmitir o vírus a outras pessoas, temos que começar a pensar nos outros quando se trata de comida, água, moradia e suprimento de energia.

Temos que ensinar a nós mesmos e aos outros sobre nossa interdependência, que estamos fortemente conectados e dependemos de todos, incluindo pessoas que, por um motivo ou outro, atualmente odiamos. Estamos todos juntos nisso, a cidade inteira, o país inteiro, o mundo inteiro.

Se muitas pessoas ficarem doentes, a produção de alimentos e as cadeias de suprimentos serão prejudicadas e a fome levará as pessoas a um desespero muito pior do que vimos até agora, e vimos muito. Se todas as comunidades, cidades, estados e todo o país se unirem, para ver que todo americano recebe as necessidades básicas, apenas os alimentos básicos, porque eles entendem que todos nós estamos no mesmo barco, é o suficiente para deixar o país pronto para um novo e bom futuro. Então veremos que, por toda a dor que o coronavírus infligiu, não é um castigo, mas uma lição de responsabilidade mútua.

Comente